Borboleta de Asa Quebrada - Broken Wing Butterfly

"Quebrar a asa da borboleta" é uma possibilidade quando se acredita que o preço da ação pode se movimentar para cima ou para baixo, conferindo um viés à estrutura. Para isso, altera-se a distância entre os strikes de uma das travas da borboleta. Para um viés mais baixista, encurta-se a distância entre os strikes da trava de alta formando uma Broken Left Wing Butterfly. Exemplo utilizando as cotações de PETR4 (R$25,60) e das opções com vencimento em 21/12/2020, no fechamento do dia 01/12/2020:

  1. Compra de 100 PETRL260 (strike R$25,11) a R$1,32 pagando R$132,00
  2. Venda de 200 PETRL266 (strike R$25,61) a R$1,08 recebendo R$216,00
  3. Compra de 100 PETRL280 (strike R$26,61) a R$0,69 pagando R$69,00

Spread recebido: R$15,00

Podemos observar que se trata de uma trava de alta com diferença de R$0,50 entre os strikes e uma trava de baixa com diferença de R$1,00 entre os strikes. O prejuízo máximo ocorre se a ação estiver cotada acima de R$26,61. Nesse caso, haverá exercício de todas as posições, recebendo R$5.122,00 pela venda de 200 ações a R$25,61 (exercício das opções vendidas), e pagando R$2.511,00 na compra de 100 ações a R$25,11 (exercício das opções de compra da trava de alta) mais R$2.661,00 na compra de mais 100 ações a R$26,61 (exercício da posição comprada da trava de baixa) para honrar com a venda de 200 ações. Teremos então: 5.122 – (2.511 + 2.661) = -50,00. Como houve crédito de R$15 na montagem, o prejuízo máximo será de R$35,00.