Antes de chegarmos no mercado totalmente eletrônico, é bom saber quando foi implantado em nosso sistema e quais foram as mudanças de lá até hoje.

O mercado funcionava até 2009 apenas com pregão viva voz, onde todos os contratos eram fechados verbalmente entre os participantes de BMF; exceto para o famoso GTS (negociação eletrônica), que funcionava das 9h às 10h, 12h às 13h e 19h às 20h (after hour).

Os papeis do Ibovespa já negociavam em plataforma eletrônica.

pregão viva voz

Como vemos nesta foto, existem "rodas" (famoso PIT de negociações) de todos os ativos, Índice, Dólar, Boi Gordo, Milho.... todos os contratos futuros eram negociados apenas em rodas, até o dólar pronto.

A partir de 2007 começaram os testes de pregão viva voz e mercado eletrônico simultâneo, porém as rodas de negociações ficavam cada vez menores, era muito mais fácil ser executado pelo mercado eletrônico.

Isso ocorreu até o final de 2009, a partir dessa data, o pregão foi encerrado e todas negociações se concentraram no mercado eletrônico. No início, o processo foi turbulento, criticado fortemente e até foram abertas discussões entre participantes da BMF&Bovespa para acabar com o processo, porém sem sucesso.

Os algoritmos iniciaram em nosso mercado de uma forma tímida e ganharam espaço muito rápido junto com a evolução de tecnologia, que foi gritante de 2010 a 2020. Muita coisa mudou, muita mesmo! Quanto mais o tempo passava, mais os algoritmos eram eficientes e conseguiam executar ordens mais rápidas que nós seres humanos e com spreads cada vez menores. Os operadores de mesa foram substituídos por robôs e muitas pessoas nessa época ficaram desempregadas. Posso dizer claramente que o mercado realmente mudou muito em métodos de oscilação e comportamento, mas as técnicas continuam iguais, sendo aplicadas de maneiras diferentes. Uma das maiores descobertas e evoluções foram as arbitragens entre mercado padrão e minicontratos.

Nos dias atuais, temos algoritmos com inteligência artificial, é isso mesmo, ele toma decisões sozinho, ele pensa. São treinados com diversos tipos de mercado com diversas situações e "aprendem" como agir em qualquer tipo de mercado devido ao seu enorme banco de dados. Realmente, é incrível e assustador aos mesmo tempo.


Você gostou dessa aula? Ela faz parte do Plano TNT, o plano educacional do Portal do Trader desenvolvido para quem quer operar na Bolsa de Valores, mas já entendeu que não existem fórmulas mágicas nem soluções milagrosas para o mercado.

Se já ficou claro para você que o único caminho viável para resultados consistentes na Bolsa é através do conhecimento e do compromisso, então, chegou a hora de conhecer os benefícios do acesso completo ao nosso Plano.

O Plano TNT não possui paralelos em abrangência, profundidade, metodologia e experiência dos professores e oferecemos tudo isso por um preço extremamente acessível e sem fomentar ilusões. Se essa ideia faz sentido para você, descubra agora mesmo tudo o que o acesso completo ao Plano TNT oferece.