Essa aula é, de certa forma, uma continuação da aula anterior, sobre as atuações em parceria. Então, caso não tenha entendido o conceito, recomendo rever esta aula. Agora, no caso específico dessa aula, considere que você já está dentro da operação (sua decisão de entrada pode ter sido motivada por qualquer outra técnica, inclusive, que não tenha relação com tape reading) quando nota que há atuação direcional, com parceria, que possibilitaria você esticar seu trade um pouco mais. Afinal, não faz muito sentido encerrar uma operação justamente quando você percebe que todo o fluxo de negócios corre a seu favor, certo? É como se você percebesse o início de um movimento de fãs atrás de um item raro de colecionador que você possui (nesse caso não faria sentido vender na primeira oportunidade que surgisse).

Na prática o movimento tendencial de fluxo é como uma corrida de bastão, especialmente nos contratos futuros, em que um único player não permanece no ativo por muito tempo, então é bastante comum que um grande movimento seja conduzido por um conjunto de players que atuam de forma combinada e alternada. Contudo, também é comum algumas pausas de atuação em que o ativo pode caminhar de lado ou até mesmo ter pequenos recuos (breves e com baixo volume e/ou pouca atuação de múltiplos players). Nesse momento é importante que você, tape reader, não se deixe dominar pela ansiedade e saia da operação precocemente. Aliás, existe uma forma de se blindar e relação a essas pausas de fluxo durante uma tendência.