Toda técnica possui seus prós e contras, de tal forma que a combinação de táticas diferentes pode ser muito bem-vinda para que uma cubra os “pontos cegos” da outra. Se duas táticas coincidem quanto ao ponto de entrada (definição de cluster), isso deve contribuir para uma tomada de decisão mais segura; por outro lado, se duas táticas discordam em relação a uma operação, talvez seja prudente ficar de fora. Contudo, antes de sair por aí misturando técnicas distintas de qualquer jeito, é importante que o trader domine cada uma delas de forma isolada, se não o resultado prático será muito mais confuso do que os possíveis esclarecimentos. Com relação à combinação entre análise técnica e tape reading, aqui vão alguns destaques.

Análise Técnica – com a variação de timeframe, é possível entender tendências de diversos prazos, além de traçar pontos de suporte e resistência e objetivos potenciais para as operações. Ela também pode contribuir para a tomada de decisão com indicadores técnicos e padrões de reversão e continuidade. Contudo, os padrões e indicadores nem sempre obedecem uma lógica de causalidade e muitos dos sinais podem ser gerados por mera coincidência de figuras com proporções bonitas. É aí que entra a análise de fluxo para refinar as suas execuções.