Quando as pessoas começam a se interessar pelo trading, em um primeiro momento, há um misto de euforia e confusão. Por um lado, o imaginário das pessoas é estimulado com base nos filmes hollywoodianos e em algumas propagandas ilusórias na internet (alimentadas pela famosa indústria do resultado imediato, presente em todo lugar, sempre vendendo soluções baratas e milagrosas).

Por outro lado, a quantidade de informações é gigantesca e, muitas vezes, controversa. Vivemos em uma era em que acesso à informação não é mais um problema – a dificuldade está em selecionar o que é relevante e confiável. Assim, uma dúvida muito comum e simples de ser sanada acaba ficando sem resposta: quanto dinheiro eu preciso para começar no trading?

Se o seu objetivo é enriquecer no longo prazo, pode começar com pouco, agora mesmo, investindo em boas empresas pagadoras de dividendos ou seguindo recomendações de analistas, por exemplo, e comprando lotes fracionários (quantidades inferiores a 100 ações).

Nesse caso, se uma ação custa R$20,00, é possível investir apenas essa quantia somada às taxas operacionais. Assim, com o tempo, é só refinar o conhecimento sobre o assunto e ficar de olho em boas oportunidades. No entanto, se o seu objetivo é viver de trading, o caminho é mais complexo e, antes de seguir com uma resposta, é importante ter alguns pontos em mente:

  • Esqueça qualquer projeção de ganhos baseada no seu investimento inicial. A lógica NÃO é a mesma da rentabilidade média, em percentual, aplicada no mercado de renda fixa e de fundos, por exemplo. O trading é uma atividade de alta performance, em que os ganhos variam drasticamente de uma pessoa para outra (em função de características pessoais, técnicas utilizadas, período de atuação, ativo operado, etc.);
  • Esqueça a ideia de ficar rico de forma fácil e rápida. Resultados expressivos são fruto de um processo em que serão desenvolvidos o seu conhecimento e suas habilidades técnicas, essenciais para o seu sucesso. Esse processo geralmente leva meses (às vezes anos, para quem insiste em trilhar esse caminho por conta própria) e exige muita disciplina, estudo e dedicação. Como o caminho é longo e árduo, muitos desistem no meio; portanto, também recomendo uma boa dose de perseverança e planejamento;
  • Traders iniciantes não ganham dinheiro (aceite isso!). O capital mais importante para um novato é o conhecimento teórico e prático; portanto, opere para aprender. Os ganhos financeiros serão apenas uma consequência de uma curva de aprendizado e virão com o tempo. Controle a sua ansiedade por ganhos financeiros rápidos e se concentre nos estudos e em seu progresso técnico, não financeiro;
  • Treine por um mês (pelo menos) em um simulador, e quando partir para o mercado real, limite-se a apenas um lote mínimo. Siga assim até obter consistência nas operações. A lógica é simples, se você não tem consistência com um lote mínimo, não terá consistência com lotes mais expressivos. Aumentar a mão antes da hora só vai fazê-lo quebrar mais rápido, portanto, entenda que você deve operar certo antes de querer operar pesado;
  • Não existe “a melhor técnica”. Em vez de ter uma solução milagrosa que se aplica a tudo, os traders consistentes utilizam um “repertório de técnicas” para se adaptarem às mudanças de dinâmica do mercado. Toda técnica tem a sua utilidade específica, mas quem se concentra em uma única tática se limita a apenas alguns cenários favoráveis. Versatilidade é um requisito indispensável;
  • O item mais importante na sua trajetória será a consistência nos resultados no longo prazo. Talvez você até possa obter ganhos expressivos por pura sorte no começo, mas, sem consistência, em poucas semanas, os seus resultados oscilarão como uma montanha russa e o seu estado emocional será abalado, afetando o seu racional. Isso gerará um ciclo vicioso de perdas, exatamente como acontece com aqueles jogadores compulsivos em Las Vegas. Portanto, não caia na ilusão dos ganhos potenciais sem olhar para as possibilidades de perdas.
  • Todo trader consistente depende de três recursos básicos: dinheiro, tempo e conhecimento. Contudo, tenha em mente que você terá que empregar muito mais tempo e conhecimento do que dinheiro propriamente dito.

Agora sim! Sabendo de todos esses pontos, trace um bom planejamento pensando em todos os seus recursos (não apenas financeiros, mas levando em consideração a disponibilidade de tempo e conhecimentos). Estabeleça um objetivo principal, metas intermediárias e prazos para cada etapa da sua evolução. Registre a sua rotina, avalie suas operações diariamente e aprimore os resultados (torne esse ciclo um hábito). Agora vamos à resposta final...

Não é necessário muito capital para se operar day trade. Com um salário mínimo, já é possível cobrir as margens exigidas para um minicontrato e ainda sobra uma boa “gordura” financeira (extremamente necessária) para se operar por um mês (ou até mais!), sem cometer loucuras, é claro.

Eu também preparei algumas aulas sobre trading plan (para índice, dólar e ações), em que, além de indicar o capital adequado, apresento um plano de metas e uma linha de evolução, justamente para que o trader não se perca no meio do caminho, arriscando mais do que deveria, ou colocando pouco dinheiro em jogo (a ponto de não cobrir as margens operacionais e desistir do mercado por falta de “fôlego”).

É importante ressaltar que, se você só tem essa atividade na vida, e enquanto o sucesso no trading não vem, o investimento mais pesado (e indispensável) será: 1. na manutenção de sua vida, por uns 12 meses, enquanto se dedica a essa atividade sem obter retorno financeiro; e 2. em conhecimento para se especializar e não encarar o mercado como um apostador (que costuma ter vida curta no trading).

Resumindo, em termos financeiros, os requisitos para se iniciar no trading estão ao alcance de praticamente qualquer pessoa. No entanto, se considerarmos as demais exigências (muita disciplina, estudo e tempo), temos uma explicação bem plausível do porquê poucos se mantém no mercado por mais de um ano. Por isso, não seja só mais um aventureiro e trate o trading com a seriedade que ele exige. Nesse caso, tenho certeza de que os resultados serão compensadores!