Na Análise Técnica, existe um campo chamado padrões gráficos (ou formações gráficas). São reflexos do comportamento dos diversos participantes do mercado e baseados nas ocorrências do passado. As figuras podem ser de continuação ou reversão. Nesta aula, falaremos das figuras de reversão.

Ombro – Cabeça – Ombro (OCO)

Esta figura se assemelha à cabeça de uma pessoa com os dois ombros que devem estar mais ou menos na mesma altura.

Precisa acontecer em topos, portanto, é um padrão de reversão baixista. Sai de uma tendência de alta para uma tendência de baixa.

É possível interligar os fundos da figura por uma reta que chamamos de neckline ou Linha de Pescoço. O padrão só se confirma quando os preços rompem a linha de pescoço.

Para definirmos o alvo da operação, marcamos a distância da linha de pescoço até a cabeça. Basta, em seguida, projetar essa distância para baixo a partir da linha de pescoço

Ombro – Cabeça – Ombro Invertido (OCOI)

Esta figura se assemelha à cabeça de uma pessoa com os dois ombros, que devem estar mais ou menos na mesma altura. 

Precisa acontecer em fundos, portanto, é um padrão de reversão altista. Sai de uma tendência de alta para uma tendência de baixa.

É possível interligar as resistências da figura por uma reta que chamamos de neckline ou Linha de Pescoço. O padrão só se confirma quando os preços rompem a linha de pescoço.

 Para definirmos o alvo da operação, marcamos a distância da da cabeça até a linha do pescoço . Em seguida, basta projetar essa distância para cima partir da linha de pescoço.

Apenas para reforçar, o OCOI precisa acontecer em fundos, portanto, é um padrão de reversão altista. Sai de uma tendência de baixa para uma tendência de alta.

Para facilitar a visualização, imagine uma pessoa pendurada pelos pés. A cabeça fica abaixo dos ombros.

O padrão também só se confirma quando os preços rompem a neckline ou Linha de Pescoço.

O alvo da operação é definido igual ao OCO.

Fundo duplo (ou W)

O Fundo Duplo ou W é uma figura de reversão altista. Os preços vêm em tendência de baixa e, em determinado ponto do gráfico, encontram um forte suporte. Neste ponto, acontece um movimento de alta nos preços, formando o primeiro fundo.

Os vendedores voltam a pressionar até que os preços retornem até o nível do fundo anterior. Mas a pressão de venda não é o suficiente para romper o fundo anterior, com os preços voltando a subir. Se a pressão de compra for o suficiente, os preços romperão a resistência, formando neste momento o fundo duplo.

O alvo da operação será exatamente a altura da figura.

Topo duplo (ou M)

O Topo Duplo ou M é uma figura de reversão baixista. Os preços vêm em tendência de alta e, em determinado ponto do gráfico, encontram uma forte resistência. Neste ponto, acontece um movimento de recuo nos preços, formando o primeiro topo.

Os compradores voltam a pressionar até que os preços retornem até o nível do topo anterior. Mas a pressão compradora não é o suficiente para romper o topo anterior, com os preços voltando a recuar. Se a pressão baixista for o suficiente, os preços romperão o suporte, formando, neste momento, o topo duplo.

O alvo da operação será exatamente a altura da figura.


Você gostou dessa aula? Ela faz parte do Plano TNT, o plano educacional do Portal do Trader desenvolvido para quem quer operar na Bolsa de Valores, mas já entendeu que não existem fórmulas mágicas nem soluções milagrosas para o mercado.

Se já ficou claro para você que o único caminho viável para resultados consistentes na Bolsa é através do conhecimento e do compromisso, então, chegou a hora de conhecer os benefícios do acesso completo ao nosso Plano.

O Plano TNT não possui paralelos em abrangência, profundidade, metodologia e experiência dos professores e oferecemos tudo isso por um preço extremamente acessível e sem fomentar ilusões. Se essa ideia faz sentido para você, descubra agora mesmo tudo o que o acesso completo ao Plano TNT oferece.

Avaliações da aula:
4,8 (448)
assista o vídeo até o fim para avaliar

Publicação: 25/09/2020 20:00
Atualização: 20/10/2020 11:18