Análise Técnica e suas dificuldades

O aprendizado de qualquer técnica terá graus distintos de dificuldade a depender da pessoa que tenta aprender aquela técnica. Para uns, aprender a pilotar uma motocicleta é algo rápido e fácil – para outros, nem tanto. Para uma pessoa dominar as intrincadas estratégias do jogo de xadrez pode parecer coisa de aluno de pré-primário, já para aquele outros aprender xadrez parece uma tarefa quase impossível.

Então, diante da pergunta: “é difícil aprender análise técnica?”  a resposta sempre será um sonoro – e frustrante – depende.

E depende de habilidades naturais que todos trazemos conosco ao nascer. Se tivermos essas habilidades de forma nativa, será mais fácil. Se não as tivermos, mais difícil será aprender.

O estudo da análise técnica compreende um conjunto de saberes bastante distintos, porém complementares. A começar pela própria análise gráfica. Antes de você aprender indicadores e setups, terá que dominar os movimentos do preço e a reconhecer padrões gráficos. Assim, aqueles que já têm a habilidade de reconhecer padrões, principalmente visuais, terão mais facilidade que aqueles que não têm essa habilidade desenvolvida.

Mas, se lhe falta alguma habilidade, a boa notícia é que poderá desenvolver qualquer habilidade que queira, desde que não possua limitações biológicas ou fisiológicas. Só terá que aplicar um pouco mais de esforço.

A primeira coisa que devemos estudar em análise técnica são os elementos de base que compõe um gráfico, como, tipos de gráfico (candle, barra, linha, ponto e figura), formação de candles, barras, ponto e figura, suportes, resistências, tendências e figuras gráficas.

Indicadores

Depois, será necessário conhecer os indicadores, seus tipos e suas fórmulas. Saber como é construído o indicador OBV (On Balance Volume), por exemplo, o ajudará a utilizar esse indicador com muito mais precisão e propriedade.

Depois disso tudo, você terá que passar horas — vou repetir: HORAS — diante da tela até reconhecer todos os padrões de forma automática. Aprender um padrão gráfico e imediatamente sair utilizando-o, fará você se frustrar e, no pior dos casos, perder dinheiro.

Não tenha pressa em ganhar dinheiro. Quanto mais rápido for sua passagem da fase de estudos para a fase operacional (que no começo também é estudo), maior a quantidade de dinheiro e de tempo que você empregará na sua jornada.

Então, faça a lição de casa bem feita, sem pressa e estudando cada elemento individualmente e em conjunto até entender de forma quase intuitiva como tudo funciona.

Entenda que, embora o aprendizado da análise técnica seja intelectualmente simples, compreender seus conceitos e utilização é algo que pode demorar bastante porque exigirá muito de você.

Portanto, foco, paciência e determinação são as chaves que levarão você ao sucesso como trader.