A prática das operações de mercado variam de acordo com o estilo operacional do trader. Isso inclui não apenas a técnica utilizada, os ativos que opera, as correlações desses ativos com outros ativos ou mesmo eventos do mercado financeiro, prazo operacional e tolerância a risco. Sim, até mesmo traders possuem aquela conhecida classificação de perfil: conservador, moderado e agressivo.

Mas, de um modo geral, todos os trader têm uma rotina comum que começa logo cedo, bem antes de abrir o mercado. Ele lerá as notícias do dia que poderão ter alguma influência em suas operações, revisará o(s) ativo(s) que irá operar no dia, marcando pontos relevantes de suporte, resistência, linhas de canal ou, caso seja um trader especializado em tape reading, deverá acompanhar o noticiário nacional e internacional para antever possíveis fluxos de compra e venda ao longo do dia, principalmente nos momentos em que notícias importantes ocorrem, como a divulgação dos dados de Petróleo, Payroll, Livro Bege, ata do FOMC e assim por diante.

Antes de entrar em uma operação, o trader deverá aguardar que o ativo que pretende operar alinhe-se com os critérios de seu sistema operacional. Deverá, ainda, olhar para tempos gráficos superiores em busca da confirmação do movimento esperado.

Quando estiver prestes a entrar na operação, o trader deverá marcar os pontos de entrada e saída (stop loss, stop gain, realizações parciais). Uma vez conhecido o stop, o trader deverá avaliar o tamanho da mão com que ele entrará na operação e isto estará necessariamente ligado ao seu gerenciamento de risco.

Uma vez acionada a operação, o trader deverá seguir o gerenciamento operacional que estabeleceu para si mesmo. Isso significa que poderá escolher entre deixar o stop no ponto original até o fim da operação, ou fazer uma realização parcial e mover o stop para o ponto de entrada, ou ainda, fazer um trailing stop baseado em algum indicador ou na mínima/máxima de cada candle.

O mais importante de uma operação é manter-se fiel ao seu sistema operacional e segui-lo à risca. pois só assim o trader conseguirá obter uma base de dados de qualidade que permitirá aferir e revisar seu método de trade.