Estrela da manhã (Morning Star)

Candles, como você já sabe, contam histórias. Em cada um deles, encerra-se uma disputa entre compradores e vendedores, entre touros e ursos, lutando pela primazia de seus movimentos.

Tudo está ali, nada fica escondido. Olhar um gráfico é como ler um livro de história onde todos os passos e as decisões tomadas ficam anotados. Analisar esses padrões é conhecer essas histórias e, como a história se repete, podemos projetar movimentos possíveis a partir do desenho e dos padrões que os candles deixam no gráfico.

Se apenas um candle isolado mostra com precisão as forças que movem o preço, dois ou mais deles, em conjunto, podem revelar possíveis próximos passos de touros e ursos.

A quantidade de padrões diferentes é bastante grande. Conhecer todos requer dedicação ao estudo, testes no gráfico e alguma vivência de mercado.

Tanto a Estrela da Manhã (que forma fundos) quanto a Estrela da Noite (que formam topos) apresentam um desenho parecido: após uma tendência bem definida, surge um grande candle com pouco pavio ou mesmo sem pavio nenhum. Após esse candle, o preço forma um pequeno doji com pavios medianos (pode eventualmente haver mais de um doji, mas não mais do que dois ou três).

Em seguida, o preço desenha um grande candle com pouco pavio ou mesmo sem pavio nenhum na direção oposta à tendência anterior, caracterizando uma reversão bastante provável.

A Estrela da Manhã deve ocorrer necessariamente em um suporte, já que é um padrão altista. A Estrela da Noite (que é basicamente uma estrela da manhã invertida) deve ocorrer necessariamente em uma resistência...

Vejamos o exemplo de uma Estrela da Manhã – padrão de reversão altista (portanto, só pode ser encontrado ao final de uma tendência de baixa), formado neste exemplo por 3 candles e deve respeitar os seguintes parâmetros:

  1. - O primeiro deve ser um candle de baixa com corpo longo.
  2. - O segundo deve ter corpo curto e pode ser positivo ou negativo (podem aparecer no máximo três candles, mas preferivelmente um só).
  3. - O terceiro candle tem que ser um candle de alta com corpo longo.

A entrada se dá no rompimento do terceiro candle e o stop, na perda do fundo marcado pelo padrão.

Estrela da noite/ tarde (Evening Star)

Assim como o padrão Estrela da Manhã, este é um padrão de reversão, porém baixista e é encontrado em regiões de topo, ou seja, indica a possibilidade do fim do movimento de alta. Também é formado por três candles e sua configuração se dá exatamente oposta ao padrão descrito anteriormente. São esses os parâmetros:

- O primeiro candle deve ter corpo longo e ser positivo.

- O segundo deve ter corpo curto, não importa se positivo ou negativo.

- O terceiro deve ser um candle de baixa com corpo longo.

- O gatilho de venda se dá na perda da mínima do terceiro candle de formação do padrão, com stop loss no topo formado pelo padrão.

Estrela da Noite em VALE3, Setembro 2019