A arbitragem de filas do livro de negócios se aplica a mercados (ou comportamentos sazonais) muito específicos. Essa foi a primeira técnica que eu, Caio Sasaki, aprendi no trading, em meados de 2006. Não foi uma questão de escolha, aliás, foi o único caminho que eu tinha na época, pois os traders que me treinaram eram espanhóis que, por sua vez, aprenderam a técnica com um grupo de traders holandeses, que só atuavam no mercado dessa maneira. O foco deles era basicamente atuar em ativos com boa liquidez, mas comportamento lateralizado, o que, na maioria das vezes, significava operar ativos com preço abaixo de $4,00.

Em uma ação de $4, uma variação de 1%, oscilação típica em um dia comum, significa 4 centavos. A partir daí, já é possível ter noção do comportamento gráfico dessas ações. Contudo, para quem analisa do ponto de vista de fluxo, há muita coisa que se pode fazer nesses casos, especialmente quando há boa liquidez, com robôs VWAP e TWAP (falamos disso umas aulas atrás) fazendo compras e vendas gradativas ao mesmo tempo que outros players vão renovando (posicionando mais) lotes de compra e venda nas filas (conhecidas como ordens escondidas ou ordens Iceberg).

Na prática, essa estratégia consiste em posicionar (na maior parte do tempo) compras e vendas para ganhar o spread (diferença entre a melhor compra e a melhor venda) de 1 centavo. Pode não parecer muita coisa, mas é o tipo de operação que se faz com lotes de 5k, 10k, 20 e repetidas vezes. Façamos as contas: 10k x 0,01 = R$100,00 brutos. O trabalho analítico do trader se concentra em identificar qual fila anda mais rápido (que está recebendo mais agressões dos robozinhos), ou qual fila está mais forte (possui lotes sendo renovados).

Assim, ao perceber que sua ordem está na ponta (fila) mais fraca, o trader pode zerar a operação no mesmo preço que entrou. Por exemplo: comprou posicionado a 2,35, mas o preço deve cair e este preço (comprador até o momento) deve se tornar o preço de venda. Então, antes de o preço “virar”, o trader agride a venda no preço que comprou, saindo no preço de entrada, com stop zero, pagando apenas os custos operacionais.

Se estiver fora da operação, pode escolher agredir a fila mais fraca, favorecendo a virada de preço para o próximo nível. Por exemplo: compra a 2,35 e venda a 2,36, mas a fila compradora está mais fraca (com menos lotes e com agressores de venda a mercado agindo), então, o trader pode vender a 2,35, o que seria muito vantajoso se houvesse uma ordem de compra sua bem posicionada no preço abaixo, em 2,34. Pensando nisso, muitos traders costumam posicionar lotes previamente nos próximos 3 centavos para cima e para baixo, assim garantem um bom posicionamento nas filas de compra/venda e podem agredir o mercado forçando as viradas de preço.

Note que se trata de um estilo e mindset operacional completamente diferente das demais escolas, mas completamente lógico e puramente guiado pela dinâmica de fluxo. Esse entendimento pode parecer simples, mas demora algum tempo para ser absorvido na prática, então, sugiro que observe bastante alguns dias de mercado, mesmo que não opere, especialmente porque os papeis com essas características nem sempre estão disponíveis nos bancos de dados para se usar o replay de mercado. No entanto, caso resolva operar apenas um lote mínimo (100 ações), não se preocupe, pois os ganhos e perdas não serão notáveis (neste caso, tome mais cuidado com os custos operacionais).

Como alternativa, você pode gravar a tela (eu uso um programa chamado OBS Studio) e assistir mais tarde. Aliás, muitos traders “old school” ainda usam essa forma de estudo até hoje, então, faça você também um bom proveito dessa técnica.


Você gostou dessa aula? Ela faz parte do Plano TNT, o plano educacional do Portal do Trader desenvolvido para quem quer operar na Bolsa de Valores, mas já entendeu que não existem fórmulas mágicas nem soluções milagrosas para o mercado.

Se já ficou claro para você que o único caminho viável para resultados consistentes na Bolsa é através do conhecimento e do compromisso, então, chegou a hora de conhecer os benefícios do acesso completo ao nosso Plano.

O Plano TNT não possui paralelos em abrangência, profundidade, metodologia e experiência dos professores e oferecemos tudo isso por um preço extremamente acessível e sem fomentar ilusões. Se essa ideia faz sentido para você, descubra agora mesmo tudo o que o acesso completo ao Plano TNT oferece.

Avaliações da aula:
4,9 (109)
assista o vídeo até o fim para avaliar

Publicação: 26/09/2020 09:30
Atualização: 21/09/2020 12:16