Operando Opções: Melhores Períodos

ATENÇÃO: caso você ainda não esteja familiarizado com as Opções, no final deste texto, deixamos um link para o Curso Gratuito de Opções do Portal do Trader.

Você, certamente, já se perguntou se seria possível obter ganhos muito maiores do que os investimentos de renda fixa. Talvez já teve a curiosidade de saber se seria possível ganhar dinheiro com Ações, mas diminuindo consideravelmente os riscos do investimento.

E se você soubesse que é possível não perder dinheiro mesmo quando suas Ações diminuem consideravelmente de valor?

Tudo isso – e muito mais – é possível ser feito com a utilização de Opções.

Elas são um importante instrumento derivativo que permite a realização de inúmeras estratégias de investimento, proteção e especulação. São ativos bastante operados por grande parte de investidores e traders pessoa física e pela totalidade dos grandes players do mercado, como Bancos, Assets, Fundos de Pensão, etc.

A grande volatilidade das Opções costuma atrair traders que as operam como se fossem Ações de baixo valor – a chamada operação a seco. O problema desse tipo de estratégia é que as Opções não são Ações e, portanto, não movimentam seus preços linearmente com os papéis aos quais estão relacionadas.

Excetuando-se as operações a seco, as Opções se prestam à realização de inúmeras estratégias que se beneficiam de qualquer situação de mercado. É possível ganhar dinheiro na alta do mercado, na queda e, até mesmo, quando o mercado está de lado.

Para isso, o investidor pode efetuar estratégias que possuem nomes peculiares como Mesa, Borboleta, Trava ou Straddle. Essas estratégias consistem na compra e na venda combinada de diversas Opções, que, levadas até a sua data de vencimento, podem proporcionar lucros inimagináveis. Essas combinações também são conhecidas pelo nome de Operações Estruturadas.

A grande vantagem dessa estratégia é que os prejuízos, quando ocorrem, são definidos pelo próprio investidor antes mesmo de iniciar a operação.

Essas operações estruturadas são realizadas normalmente uma vez por mês e, portanto, o melhor período para operá-las é o mensal. Embora seja possível realizar operações mais longas do que um mês, o horizonte mais longo diminui a previsibilidade do comportamento dos ativos, o que, eventualmente, pode diminuir a taxa de acerto da operação.

Há, ainda, operações mais duradouras, que são as estruturas para hedging, ou seja, para proteger uma Ação ou uma carteira de Ações contra a volatilidade do mercado. Usada principalmente por investidores de longo prazo, essas operações podem durar vários meses dependendo dos humores da economia. Usadas dessa forma, as Opções funcionam como uma espécie de seguro contra perdas, mais ou menos parecido com o seguro que fazemos do nosso carro ou casa.

É possível realizar também operações de Day Trade com Opções, mas, pelas características já mencionadas, essa estratégia é bastante arriscada, podendo levar o trader a perder todo seu capital em alguns casos.

Assim, o melhor período operacional para se operar Opções é o Swing Trading.

Todas as estratégias mencionadas nesta aula estão explicadas em detalhes e com exemplos no Módulo de Opções do curso TNT. Convidamos você para que se junte a nós nessa jornada que o conduzirá a ser um investidor de sucesso.

Saiba mais

Se você ainda não conhece Opções, acesse o Curso Gratuito de Opções do Portal do Trader e aprenda a utilizá-las para obter lucro no mercado.

Acesse: https://portaldotrader.com.br/aprenda/introducao-as-opcoes-curso-gratuito