Melhores Táticas de Swing Trade em Ações

O Swing Trade é um modo de operação que dura entre dois e sete dias, em média. Normalmente, é usado o tempo gráfico diário ou 60 minutos. O objetivo é obter pequenos ganhos, em vários trades com objetivos curtos. O Swing Trade é um meio termo entre o Day Trade e o Position Trade, que envolve gráficos semanais, mais longos.

Uma das vantagens do Swing trade é a agilidade de entrar e sair das operações, se expondo menos ao risco de uma operação mais longa. Como a distância dos pontos de entrada para os stops é mais curta, o trader poderá alocar mais capital do que no position trade. Em relação ao Day Trade, existem alguns destaques, como menor gasto com corretagem, pois haverá uma quantidade menor de entradas. Outro ponto é o menor nível de estresse, pois não é necessário passar o dia olhando a tela do computador. Olhar duas ou três vezes ao dia é o bastante.

No Swing trade, não há a alavancagem do Day Trade, mas é possível operar contratos futuros como índice, dólar e agrícolas, que já são ativos alavancados. Só atenção para as chamadas de margens mais altas que no Day Trade.

Chamo a atenção para algumas táticas de Swing trade. Lembro que é muito importante o trader saber operar tanto na compra como na venda. Uma operação de venda em ações que não se encerre no mesmo dia recebe o nome de venda a descoberto. Elenco quatro táticas que gosto muito para operações de Swing trade:

  1. Breakout. É o famoso rompimento. Seja de uma resistência para compras ou de suporte para venda. No entanto, é importante ser criterioso na escolha do rompimento. Rompimentos muito longos, quando o ativo já vem de uma sequência de altas ou baixas, eu prefiro esperar um eventual pullback, que é o movimento de retorno.

Gráfico1

Gráfico2

  1. HiLo Activator. Ou disparador de altas ou baixas. Para mim, é o melhor rastreador de tendências que existe. As entradas e saídas ocorrem nas viradas do HiLo. Se o indicador, que parece uma escadinha, está vermelho e passa a ficar verde, oferece uma oportunidade de compra. Se o HiLo está verde e passa a ficar vermelho, surge uma oportunidade de venda. A calibragem do HiLo depende de cada ativo e do perfil de trader, mas eu gosto muito de usar o parâmetro de 4 períodos.

    Gráfico3

  1. Boca de Jacaré. Se vale das Bandas de Bollinger, que medem a volatilidade do ativo. Se as Bandas passam a se aproximar, ficando muito estreitas, significa que a volatilidade caiu muito, com os investidores preferindo aguardar algum evento, como um indicador, balanço ou decisão econômica. Se as bandas abrem para cima, gera-se um sinal de compra. Se abrem para baixo, um sinal de venda.

Gráfico4

Gráfico5

  1. Suporte e resistências. Comprar em suporte após um candle de alta ou vender em uma resistência após um candle baixista é se aproveitar de correções dentro da tendência. Correções são rápidos movimentos contra a tendência predominante, que não se altera, mas permite entrar a preços mais interessantes.

Gráfico6

Gráfico7

Com essas quatro técnicas para Swing trade, você terá um repertório bastante interessante para encarar os mercados, inclusive, em tendência de baixa.

Bons trades!