E agora, quais são os próximos passos?

Parabéns, você acaba de completar mais uma etapa na sua jornada no mundo dos investimentos. Contudo, diferente de muitos outros ativos, a decisão de investir no mercado de ações é inevitável. Você não deve refletir SE vai investir em ações, mas sim QUANDO e COMO, independentemente do seu perfil de investidor. Ainda tem dúvidas sobre isso? Se sim, vamos entender um pouco mais sobre esta questão.

Se você é um day trader, o mercado de ações pode não ser muito interessante para essa modalidade, pois a liquidez não é tão alta, a alavancagem é baixa e os custos operacionais não são tão interessantes quanto nos contratos de futuros financeiros (índice bovespa e dólar). Contudo, conforme um day trader ganha dinheiro ele precisa alocar seu patrimônio em outros investimentos, tanto de renda fixa como variável, e é aí que o mercado de ações cairia como uma luva. Boa parte das táticas que o curto prazo exige podem ser replicadas com ligeiras adaptações no longo prazo. Além disso, no mercado de ações é possível alocar patrimônios elevados - indo além de milhões - o que já não é possível (nem necessário) nas operações intra diárias. Isso por si só explica porque os maiores investidores do mundo, como Warren Buffett ou Luiz Barsi, investem no longo prazo e não no day trade. Contudo, se você gosta do curto prazo, não precisa abandonar esta modalidade - apenas tenha em mente que o mercado de ações é uma excelente alternativa para diversificar seus investimentos.

Agora, se você tem um perfil mais conservador, ainda assim o mercado acionário merece uma fatia dos seus investimentos. Neste caso, saiba que existem formas de investir em ações, mas sem correr riscos muitos altos. Para isso, basta escolher empresas que são historicamente boas pagadoras de proventos ou que possuem boa solidez. Além disso, você também pode dosar seu risco através do quanto você decide alocar neste nicho de investimentos. Outro fator importante é que você pode usar alguns instrumentos para reduzir sua exposição ao risco, mas mantendo boa parte das qualidades dos investimentos em ações, que são os ganhos mais expressivos. Por exemplo, você pode usar as opções para estruturar operações com risco controlado ou potencializar o retorno de seus investimentos. Além das opções, também é possível explorar proteções com contratos futuros de índice ou ainda se beneficiar com o aluguel de ações.

Seja lá qual for o seu perfil de investidor, tenha em mente que uma carteira de ações se encaixa no seu portfólio. Porém, vale ressaltar que você precisa "fazer a lição de casa" como em qualquer outra modalidade de investimentos, ou seja, os bons ganhos dependerão diretamente da sua eficiência como investidor - ainda que gerir uma carteira de ações não exija tanto tempo e atenção como fazer day trade em dólar, por exemplo. Para começar você pode até assinar relatórios e seguir as recomendações de especialistas, contudo, com o tempo recomendamos que você tenha pelo menos uma base de conhecimento para poder selecionar as melhores oportunidades. O melhor beneficiado com esta atitude será você mesmo. A esta altura, talvez você esteja em dúvidas sobre o que fazer, certo? Não se preocupe, pois encerraremos este texto apontando caminhos para seus próximos passos.

Em primeiro lugar, dentro da área APRENDA do Portal do Trader você encontrará uma série de materiais gratuitos para responder dúvidas do tipo: como e onde você pode desenvolver um repertório de técnicas tanto para tomadas de decisão, quanto gestão de risco e psicologia do investimento? Pelo menos o básico sobre estes assuntos são abordados em nossos cursos, mas caso você queira se aprofundar, saiba que há alguns anos criamos o treinamento mais completo sobre o mercado de renda variável e desde então seguimos constantemente aprimorando a nossa metodologia. Estamos falando do Programa trader Nível Três (ou simplesmente TNT).

Não se trata de um cursinho de uma semana (até mesmo porque nenhum investidor consistente se forma assim). Nossa metodologia envolve um time de especialistas com assuntos distribuídos em 12 módulos, somando mais de 100 horas de conteúdos organizados numa plataforma proprietária de e-learning, pelo menos 3 aulas ao vivo semanais, e uma intensa gestão de networking de investidores qualificados. Isso explica porque conseguimos formar traders dos mais diversos perfis, pois oferecemos conhecimento aprofundado em todas as frentes do mundo trader, como se fôssemos uma universidade.

Portanto, sobre se tornar um aluno TNT, o que você precisa pesar em sua balança de decisões são os seguintes dilemas:

  • As táticas abordadas no TNT (análise técnica, fundamentalista, e operações estruturadas com derivativos) poderiam preencher seus gaps de conhecimento?
  • Que tipos de resultado você teria com essas pendências sanadas?
  • O contato diário e direto com outros investidores no TNT, além da assessoria dos profissionais do Portal, poderia alavancar seus resultados?
  • Quanto tempo e dinheiro você gastaria para se aprimorar nestas frentes por conta própria? Aliás, você acredita que conseguiria cumprir essa missão por conta própria?

Entendemos que o TNT não é simplesmente um bom punhado de conteúdos. Mais do que isso, um investimento nesse treinamento se traduz como um atalho e economia de tempo para o desenvolvimento de conhecimentos sólidos sobre trading. A única coisa que exigimos é comprometimento com seus próprios objetivos no mercado e, partindo disso, seu sucesso será uma mera consequência. Deixamos claro que a sua evolução se dará de forma gradativa e com os pés fixados na realidade do mercado, pois não oferecemos nenhuma fórmula mágica e milagrosa (aliás, sempre desconfie de quem fizer isso!). Então, partindo destes pontos, a decisão de trilhar essa jornada ao nosso lado é sua e caso decida entrar para esse time, será um prazer ser parte das sua história de sucesso no mercado!