Melhores Táticas para Carteira de Ações

Uma carteira de ações pode ser montada com as mais variadas táticas e análises. O importante é que haja uma tática e um método, pois senão a carteira é simplesmente uma consequência de uma alocação mal feita. A maioria das pessoas utiliza pelo menos uma destas duas táticas para montar a carteira: análise técnica e análise fundamentalista. A análise técnica utiliza-se dos gráficos para obter informações que indiquem a existência de tendências e padrões de comportamento que ocorreram no passado e possam ocorrer novamente. A análise fundamentalista, por outro lado, utiliza-se da avaliação dos dados financeiros de uma empresa para encontrar uma oportunidade de compra de uma empresa que esteja "barata".

Pelo método de análise técnica, é possível utilizar diversos indicadores diferentes para basear a entrada de uma ação na carteira. Podem ser eles: Médias móveis, IFR, Hilo, Ondas de Elliott, MACD e muitos outros. Dessa forma, basta acompanhar o gráfico para saber quando entrar ou sair de uma ação dentro da sua carteira de ações.

Pelo método de análise fundamentalista, você vai ter que entender, pelo menos superficialmente, alguns dados da empresa, como: estrutura de capital, política de dividendos, o segmento que o setor está inserido e mais alguns. Nessa análise, é interessante que você desenvolva uma visão do macro (economia) para o micro (empresa), ou o contrário. Uma forma que pode facilitar o entendimento das empresas é a utilização de múltiplos financeiros. Nesse método, você pode comparar diversas empresas através de um mesmo indicador. Pela análise fundamentalista, a mudança na carteira vai ocorrer quando houver algum evento que não estava previsto ou quando sair o balanço trimestral da empresa, pois, dessa forma, as variáveis financeiras vão ser ajustadas.

Mas você já pensou que poderia utilizar as duas análises e fazer uma carteira ainda melhor? Que tal fazer um filtro fundamentalista e depois utilizar uma análise técnica para escolher o timing de entrada na carteira? Dessa forma, existe uma boa chance da performance da carteira de ações ser melhor do que com um tipo de análise só.

Qualquer que seja a sua forma de montar uma carteira, tenha um critério de escolha para entrar e sair, pois senão você pode se tornar refém de uma posição.