O candlestick é o tipo de gráfico mais popular no mundo, usado por milhares de traders. Sabe como funciona?

Aqui você vai descobrir suas vantagens, principais padrões e como utilizá-lo em seus trades.

Leia também:

Afinal, o como funciona o gráfico de candles ou candlestick?

O que é um gráfico de candlestick?

O gráfico de candlestick (ou gráfico de velas) é uma representação gráfica do comportamento de determinado ativo ou índice.

Ele aponta os valores mínimos, máximos, de abertura e fechamento, em um determinado período de tempo em qualquer tipo de ativo, sejam ações, opções, contratos futuros ou fundos imobiliários.

Um candle é composto por corpo e sombras.

O corpo real do candle aponta a diferença entre o valor de abertura e o valor de fechamento do período que o candle representa.

As sombras indicam os valores máximos e mínimos que o ativo atingiu naquele período. Também podemos chamar a sombra do candle de pavio ou mesmo cabelo. 

Quando a sombra está acima do corpo chamamos de sombra superior. Quando está abaixo do corpo é chamada de sombra inferior.

Se o corpo do candle for branco (vazado), significa que a abertura foi abaixo do fechamento. Exemplo: o ativo abriu o pregão cotado a R$12, e fechou cotado a R$12,30. 

Se o corpo do candle for preto (preenchido), significa que a abertura foi acima do fechamento. Exemplo: o ativo abriu cotado a R$12, e fechou cotado a R$11,50.

Importante: a cor do candle não tem nenhuma relação com o fechamento do período anterior.

Apenas com a abertura e fechamento do próprio período que o candle representa.

Na imagem, fica mais fácil de entender um candle e sua diferença para um gráfico de barras.

Diferença entre o gráfico de barras e o candlestick

Por que os traders usam gráficos de candlestick?

A principal característica deste gráfico é mostrar os sinais de reversão ou continuação do mercado.

O gráfico de candles é muito mais rico em informações do que os gráficos de barras ou linhas.

A formação dos padrões de reversão / continuação ocorre devido a fatores psicológicos dos operadores do mercado.

Lembre-se que o mercado de ações é movido pelos sentimentos dos participantes do mercado, portanto, medo, euforia, indecisão etc. são expressados pelos candles.

Os candles servem para antecipar reversões de tendência, apontar suportes e resistências e mercados sobre comprados e sobre vendidos, ou seja, se subiram ou caíram além do normal.

Qual a origem do candlestick?

O gráfico de candles é originário do Japão do século XVIII, onde mercadores de arroz já o utilizavam.

Foi inventado por Munehisa Homma, de uma tradicional família negociante de arroz de Osaka.

Nesta época, as ordens de compra e venda eram transmitidas por meio de funcionários que ficavam nos telhados das casas com bandeiras de cores diferentes, enviando sinais de compra, venda e quantidade de contratos. 

Esta curiosa prática eliminava a necessidade de estar presencialmente na Bolsa de Osaka.

Pode ter sido o princípio da ideia das bolsas eletrônicas, que substituíram o pregão viva-voz.

Voltando à família Homma, reza a lenda que Munehisa fez 100 trades vitoriosos consecutivos.

Com tamanho sucesso, se transformou em consultor do governo japonês e recebeu o título de Samurai, uma distinção para poucos.

Munehisa Homma é o inventor do gráfico de candlestick

O gráfico de candles foi trazido para o ocidente na década de 1980 por Steve Nison, um operador de Wall Street, região da Bolsa de Valores americana, em Nova Iorque. 

Nison observou que um colega oriental usava um tipo de gráfico diferente do tradicional. A partir daí começou a importar livros sobre o assunto do Japão e pagar pelas traduções.

É do Steve Nison um dos melhores livros sobre o assunto: Japanese Candlestick Charting Techniques. 

Como é formado um candlestick?

Um candle pode ser formado por apenas uma barra ou mais barras. Exemplos de um candle que envolve apenas uma barra: martelo, estrela cadente, doji.

Exemplos de candles que envolvem duas barras: Engolfos, Harami (mulher grávida, em japonês). E há padrões com mais barras, como o Três corvos negros ou o Três soldados brancos.

Alguns padrões tem nomes curiosos. O padrão Haramim, por exemplo, é composto por dois candles: mãe e filho.

Os elementos do candlestick

Período

Um gráfico de candles pode ser utilizado em qualquer período de tempo, porém os padrões são mais efetivos em tempos operacionais mais longos.

Um candle no gráfico de 60 minutos é mais relevante que outro no gráfico de 15 minutos, por exemplo.

De qualquer forma, podemos nos atentar para alguns padrões mais poderosos. E claro, sempre unir o estudo dos candles aos princípios da Análise Técnica, como suportes, resistências e tendências.

Formato

O formato é sempre padrão, constituído por corpo do candle e sombras, podendo ser sombra inferior ou superior.

O que muda é o tamanho dos corpos e das sombras dos candles e as interpretações em função dos padrões.

Cor

Só existem duas variações para os candles: ou ele é preto ou branco. Também é comum usar a cor vermelha para os candles pretos e a cor verde para os brancos.

É este padrão colorido que eu uso nos meus gráficos, mas nada impede que seus candles positivos sejam azuis e os negativos amarelos, por exemplo.

Lembre que um candle branco nos diz que o fechamento foi acima da abertura. Em outras palavras, abriu embaixo e fechou em cima.

Já o candle preto quer dizer que o fechamento foi abaixo da abertura, ou seja, abriu em cima e fechou embaixo. 

Candle branco: fechamento acima da abertura, candle preto: fechamento abaixo da abertura.

Principais padrões de candlestick

Existem dezenas de padrões de candles, mas se focar em poucos, que são mais comuns e mais importantes, já está de ótimo tamanho.

Abaixo minha lista com os que mais gosto e procuro nos meus gráficos.

Candle de força

Um candle de força acontece quando há uma vitória incontestável de um lado da briga entre os compradores (touros) e vendedores (ursos).

Um ótimo exemplo é o Marubozu (homem careca, em japonês).

O Marubozu é um candle com corpo grande e nenhuma sombra superior ou inferior. Pequenas sombras não descaracterizam o padrão. 

Padrão de candles marubozu: corpo grande e sem sombra

Este padrão demonstra forte pressão pela continuidade do movimento.

Candle Martelo

O Martelo é um dos meus candles favoritos. Faz parte do padrão guarda-chuva, com longa sombra inferior e corpo pequeno no alto do candle.

Pode ser tanto branco como preto.

É um candle de alta e de reversão, ou seja, após um movimento de queda aparece um martelo que pode interromper a queda e reverter para alta.

acontecem em fundos. Se este padrão acontecer em um topo leva o nome de Enforcado.

Padrão de candle Martelo ou Hammer - só acontece em fundos.

Candle Estrela cadente

A Estrela cadente também faz parte do padrão guarda-chuva, só que com longa sombra superior e corpo pequeno na parte de baixo do candle.

Pode ser tanto branco como preto.

É um candle de baixa e de reversão, ou seja, após um movimento de alta aparece uma Estrela cadente que pode interromper a alta e reverter para baixa. Só acontecem em topos. Se este padrão acontecer em um fundo leva o nome de Martelo invertido.

Padrão de candles estrela cadente ou shooting star: indica reversão

Candle engolfo de alta

O Engolfo de alta é uma padrão de dois candles, onde o segundo candle envolve o primeiro candle.

O segundo candle precisa ser branco e basta envolver apenas o corpo do primeiro candle, não precisa envolver também as sombras.

É um candle de alta e de reversão, ou seja, após um movimento de queda acontece um Engolfo de alta que pode interromper a queda e reverter para alta. Só acontecem em fundos

Candle Engolfo de Alta: só acontece em fundos e indica reversão

Candle engolfo de baixa

O Engolfo de baixa é uma padrão de dois candles, onde o segundo candle envolve o primeiro candle.

O segundo candle precisa ser preto e basta envolver apenas o corpo do primeiro candle, não precisa envolver também as sombras.

É um candle de baixa e de reversão, ou seja, após um movimento de alta acontece um Engolfo de baixa que pode interromper a alta e reverter para queda. Só acontecem em topos

Padrão de candles engolfo de baixa: só acontece em topos e indica reversão.

Doji

Dojis são candles de indecisão. São candles bastante comuns, onde abertura e fechamento acontecem aproximadamente no mesmo nível, mostrando que houve equilíbrio entre os compradores e os vendedores. 

Esta demonstração de indefinição se acontecer em topos pode ser um sinal baixista. Se acontecer em fundos pode ser um sinal altista.

Padrão doji de candles indica indecisão.

Nesta aula eu também apresento os principais padrões.

Importância do Gráfico candlestick na análise técnica

É possível usar a Análise Técnica sem usar o gráfico de candles, usando o gráfico de barras, por exemplo.

Porém, o candlestick é tão rico em informações que seria um desperdício não usá-lo.

O mercado se movimenta pelo comportamento dos participantes e os candles tentam analisar o que eles estão sentindo naquele momento.

Para que seja mais efetivo o sinal, seria importante uma confirmação dos padrões, como romper a máxima do candle anterior em uma compra ou a mínima do candle anterior em uma venda. São os chamados gatilhos de entrada.

Os candles podem dar pistas sobre os próximos movimentos dos preços.

Como interpretar o gráfico de candlestick, afinal?

Não é necessário decorar todos os padrões de candles, basta saber interpretar alguns poucos padrões mais conhecidos.

Porém, existem algumas regras básicas que ajudam a entender o que o candle quer nos dizer.

Basicamente, tem a ver com tamanho do corpo, das sombras e onde os padrões ocorreram, se em fundos ou topos ou no meio do caminho. Vamos a algumas dicas:

  • Quanto maior o tamanho do corpo do candle, sem sombras ou com sombras bem pequenas, maior a força do movimento. Não existiu praticamente disputa entre os compradores e os vendedores. 
  • Se o candle é positivo (branco ou verde) significa que os comprados venceram a disputa do início ao fim. Se é negativo (preto ou vermelho), os vendidos ganharam com folga a batalha.
  • Da mesma forma, quanto mais sombras nos candles maior a indecisão do mercado. As forças estão em equilíbrio. Corpos pequenos também apontam um empate técnico entre touros e ursos. E sombras grandes significam que o momento é de aumento da volatilidade no ativo.

Com o tempo, o olho fica treinado. Mesmo sem lembrar o nome do padrão é possível entender os sinais que estão por trás.

Quais são as limitações do gráfico candlestick?

Expliquei anteriormente que quanto maior a periodicidade, mais confiável é o padrão de candles.

Um candle no gráfico diário tem um poder preditivo muito maior que no gráfico de 5 minutos. Não que não seja possível extrair informações úteis nos gráficos mais curtos, mas não espere o mesmo desempenho do que em períodos maiores.

Podemos pensar em como potencializar nossos recursos disponíveis. Um padrão de candles funciona muito melhor junto com outras ferramentas da Análise Técnica.

E sempre teremos que ter os stops de proteção, caso as coisas não aconteçam como gostaríamos. O stop é a ferramenta suprema da Análise Técnica.

Candlestick para iniciantes: Aprenda tudo sobre gráficos neste Curso de Análise Técnica

Seguindo neste curso, você vai encontrar outros padrões gráficos muito importantes para operar com a Análise Técnica, falaremos de Suportes e Resistências, Linhas de Tendência, Gaps e muito mais.

Para se aprofundar ainda mais, você precisa se matricular no Plano TNT, onde explico esse assunto com ainda mais detalhes nesta aula.

Conclusão

Candles são ótimas ferramentas junto com um entendimento mais amplo do mercado.

Ele se torna muito mais eficiente se junto a suportes e resistências, dentro de tendências claras, entre outras situações.

O gráfico de candlestick pode ser utilizado em todos os períodos operacionais, em qualquer ativo ou mercado.

São ricos em informações que podem ajudar a tomar decisões de compra e venda.

São passíveis de erros, obviamente, como qualquer coisa dentro do mundo dos investimentos, mas o seu estudo pode elevar o nível das suas operações.

Nos vemos na próxima aula do curso!


Os especialistas do Portal do Trader desenvolveram um plano completo para você evoluir seu operacional, seja começando do zero ou aprimorando suas técnicas preferidas. Aprenda hoje mesmo com aulas que já estão liberadas: Comece o Plano TNT.

Avaliações da aula:
4,9 (313)
assista o vídeo até o fim para avaliar

Publicação: 08/06/2018 22:30
Atualização: 11/05/2021 16:54