Ele vai, até que uma hora volta

Diz a Teoria de Dow, em seu sexto princípio, que a tendência será mantida até que surjam sinais de reversão.

Se o que caracteriza uma tendência de alta ou de baixa é, respectivamente, o movimento de preços formando topos e fundos ascendentes ou descendentes, então qualquer quebra nesse padrão será suficiente para descaracterizar a tendência.

Embora existam críticas à Teoria de Dow, ela tem funcionado e servido de base para toda a análise técnica de ações ao longo de décadas, devendo, portanto, ser profundamente estudada por todo trader que pretende dedicar-se com seriedade ao estudo da análise técnica.

Ondas de Elliot

Junto com a Teoria de Dow, esse é outro dos pilares que fundamentam a análise técnica. Criada por Ralph Nelson Elliot na virada do século XX, ela fundamenta-se na psicologia do mercado, propondo que os preços desdobram-se ao longo do tempo em padrões específicos, formando ondas, fato que ajudou a popularizar esse princípio pelo nome de Ondas de Elliott.

Segundo essa teoria, os investidores, coletivamente, movem-se em função do otimismo ou do pessimismo em sequências naturais ao longo do tempo, obedecendo a uma espécie de psicologia de massa.

Independentemente do tempo gráfico considerado, os preços movem-se em ondas impulsivas e corretivas. Assim, em uma tendência de alta, os preços sobem até certo ponto, retrocedendo um pouco para, em seguida, retomar a tendência anterior, desenhando, então, ondas em formato de zigue-zague no gráfico. Esse movimento continua até que a sequência é revertida.

Para facilitar o reconhecimento de cada fase de desdobramento dos preços, Elliott atribui nomes às ondas. Dessa forma, uma onda impulsiva seria subdividida em ondas 1, 2, 3, 4 e 5 tomadas em conjunto. Isoladas, as ondas 1, 3 e 5, seguiram a favor da tendência principal e as ondas 2 e 4 seriam ondas de correção dentro dela.

Após este ciclo, o preço da tendência principal se corrige, realizando uma reversão que também é dividida em ondas: A e C a favor da reversão, e onda B, como correção da onda A.

Visualmente temos:

Fonte: "The Basis of the Wave Principle," October 1940, R.N. Elliott.

A partir da imagem anterior, podemos perceber que as ondas de Elliott formam um padrão fractal que se repete indefinidamente qualquer que seja o tempo gráfico considerado.

A ideia por trás desse conceito é que, se soubermos identificar corretamente a fase de desenvolvimento dos preços, saberemos antecipar seu próximo movimento.

Esse princípio também ajuda a compreender porque, mesmo em uma tendência de alta, podemos realizar trades lucrativos contra a tendência.


Os especialistas do Portal do Trader desenvolveram um plano completo para você evoluir seu operacional, seja começando do zero ou aprimorando suas técnicas preferidas. Aprenda hoje mesmo com aulas que já estão liberadas: Comece o Plano TNT.

Avaliações da aula:
4,8 (8.694)
assista o vídeo até o fim para avaliar

Publicação: 08/06/2018 22:30
Atualização: 11/06/2021 13:56