O que você quer aprender?

Ir

5 setups de Análise Técnica para Swing Trade

Você sabe quais setups utilizar para fazer Swing Trade? Nesse artigo vou falar dos meus 5 favoritos, todos muito fáceis de aplicar na prática.

Análise Técnica Fev 04, 2021

Nos últimos 5 ou 6 anos, a atividade de mercado que mais ganhou novos adeptos foi a de day trader, mas confesso que sempre tive muito mais facilidade de operar Análise Técnica fazendo Swing Trade ou Position Trade.

Acho os padrões mais claros e por isso queria compartilhar com você esses 5 setups que me ajudaram muito nos últimos tempos.

Mas o que são setups?

São um conjunto de condições que quando satisfeitas disparam um gatilho de abertura ou encerramento de uma operação no mercado.

Mas antes de entrar nos detalhes dos setups que escolhi para esse post, vamos entender o que é um swing trade qual a diferença entre o Swing Trader e o Day Trader…

  • Day Trader
    Opera gráficos mais ágeis que o diário, como os de 5 ou 15 minutos e sempre sai no mesmo dia da abertura da operação;
  • Swing Trader
    O swing trader se vale dos gráficos diários ou de 60 minutos e dura, em média, de dois a sete dias, mas podendo se estender por semanas.
  • Position Trader
    Opera gráficos semanais buscando movimentos mais longos, que levam de semanas a meses.

A intenção do Swing Trader é obter pequenos ganhos em várias operações com os ganhos médios por trade ficando na casa de 3% a 5%. Alguns traders realizam seus lucros ao atingir esta rentabilidade, enquanto outros preferem deixar correr, apenas ajustando seus stops de proteção de lucro e aceitando o que o mercado quiser entregar. Mas Swing Trade não é só isso, essa modalidade possui muitas vantagens que veremos abaixo.

Vantagens do Swing Trade

O Swing Trade possui muitas vantagens em relação a outras modalidades, só para citar algumas delas:

  • Vantagens em relação a Position Trade e Investimento de Longo Prazo
  • Retornos imediatos - em poucos dias você já terá saído de suas operações, muito mais rápido do que fazer compras de longo prazo no mercado.
  • Liquidez: ao sair das operações, o capital já fica líquido na sua conta em poucos dias.
  • Vantagens em relação ao Day Trade
  • Menor gasto com corretagem - estamos falando de fazer operações que demoram poucos dias, o gasto com corretagem e outros custos operacionais será mínimo.
  • Menor desgaste emocional que no day trade - no day trade você expõe seu emocional com muita frequência, e precisa acompanhar cada movimentação dentro do dia, a vida do swing trader é bem mais tranquila.

Vamos então aos meus 5 setups preferidos? O primeiro é um clássico que nunca sai de moda.

Importante: abaixo vou mencionar vários termos técnicos do universo da Análise Técnica, caso você ainda não esteja pronto para acompanhar, faça o nosso curso gratuito.

Setup 1: Breakouts

“Breakout” quer dizer rompimento. Pode ser um rompimento de resistência para uma compra ou rompimento de suporte para uma venda.

Vamos começar por uma operação de compra. No exemplo, VALE3. Após uma congestão, com os preços andando de lado, um candle (assinalado) rompe a resistência e gera uma compra. No trading, toda entrada requer um stop de proteção. Os stops ficam abaixo das mínimas dos candles anteriores e são ajustados a cada novo dia fechado.

Agora um exemplo de uma venda por breakout no contrato futuro de milho, com possível entrada no rompimento do suporte (também chamado de perda do suporte):

A venda foi no candle assinalado e os stops de proteção podem ser ajustados para a máxima do candle anterior, como demonstrado. No fim da queda, um candle verde aponta o final da operação de venda, rompendo a máxima do dia anterior e pegando o stop de proteção.

Achou legal? O próximo destaque é um coringa, vai bem em todos os tempos gráficos, em todos os ativos, e te faz ficar colado nos movimentos dos tubarões do mercado.

Setup 2: HiLo Activator

O HiLo Activator é uma ferramenta seguidora de tendência, que se baseia na média das máximas e mínimas dos últimos x períodos. Está presente nas principais plataformas gráficas. Numa tradução livre, podemos chamá-lo de disparador de altas e baixas. Por meio de um desenho de escada, o HiLo aponta em qual momento devemos estar comprados e em qual momento a melhor opção é ficar de fora ou vendidos. O HiLo pode ser usado como um disparador para uma ordem start de entrada e também stop de saída. Quando o preço está acima do HiLo, que se apresenta como uma escadinha verde, só pensaremos em compras. Quando os preços estiverem abaixo do indicador, com a escadinha vermelha, pensaremos em vendas.

A entrada pode acontecer em dois momentos:

  • Preços vêm abaixo do HiLo e passam a ficar acima do HiLo (muda de vermelho para verde), gerando compra;
  • Preços vêm acima do HiLo e passam a ficar abaixo do HiLo (muda de verde para vermelho), gerando venda.

O ideal é esperar fechar o dia ou, ao menos, a parte da tarde para entrar. Para quem opera swing trade usando o gráfico de 60 minutos, basta esperar fechar o candle que produz a virada de vermelho para verde ou verde para vermelho.

Vai ficar mais fácil de entender com um exemplo usando o gráfico diário e com o HiLo de 6 períodos (ou 6 dias, no caso).:

E um exemplo no gráfico de 60 minutos do boi futuro:

Se quiser saber em mais detalhes como utilizar o HiLo a seu favor, recomendo este meu outro artigo sobre o assunto: HiLo Activator: como usar e aproveitar as tendências nos gráficos. E, a seguir, uma técnica secular oriunda de um trader que virou samurai.

Setup 3: Candles

O Candlestick foi inventado por Munehisa Homma no mercado de arroz de Osaka, no Japão do século XVIII. Eu explico em detalhes o candlestick nessa aula do Plano TNT, mas queria deixar aqui alguns padrões para operações com candles:

No exemplo acima, o Harami de baixa não se desenvolveu, ao contrário do Martelo e do Engolfo altista. Perceba que o Engolfo acontece após apenas dois dias de recuo nos preços. É o bastante para caracterizar um fundo, mesmo que seja menos relevante do que um fundo marcado depois de uma queda mais prolongada.

No exemplo acima, no primeiro círculo ocorreu um Martelo logo antes do Harami de alta, sem o rompimento da máxima do Martelo no candle seguinte. O trade só se desenvolveu após o Harami. No segundo círculo, um Engolfo de baixa que fez um curto e intenso movimento de queda.

Acima, dois padrões opostos, mas com características semelhantes. O Piercing acontece no fundo e entra em 50% do corpo do candle anterior, enquanto a Nuvem negra acontece no topo, também penetrando 50% no corpo do candle anterior.

Neste último exemplo de candles, uma Estrela cadente, que acontece em topos, e dois Engolfos de alta, que ocorrem em fundos.

O próximo setup foi desenvolvido por um campeão mundial de trading. Impressiona pela simplicidade e eficiência.

Setup 4: MME9 (Larry Williams)

Esta estratégia usa apenas uma média móvel exponencial de 9 períodos. Foi desenvolvido pelo norte-americano Larry Williams. Existem algumas variações para o setup como 9.1, 9.2, 9.3... mas vou abordar apenas o setup 9.1, que diz respeito à inclinação da média móvel em um gráfico diário.

Lembro que uma média móvel é a média dos preços de fechamento dos últimos x períodos. Chama móvel porque ao fechar um novo período, digamos um dia, inclui o último fechamento e  exclui o primeiro da série. Portanto, se os últimos fechamentos são de valores cada vez mais altos a média será inclinada para cima.

Se a MME9 apontar para cima, é um sinal de que deveremos estar comprados. Se apontar para baixo, deveremos estar de fora ou vendidos (para quem sabe como funciona abrir uma venda). As entradas ocorrem nas mudanças de direção da MME9. Se a média está apontando para baixo e passa a apontar para cima é sinal de compra. Se está apontando para cima e passa a apontar para baixo é sinal de venda.

Se a inclinação da média for lateral, manteremos nossa posição original. Por exemplo, se estivéssemos comprados antes de a MME9 ficar andando de lado, seguiríamos posicionados na compra.

A entrada na operação funciona assim: marca a máxima da barra em que verificamos que a MME9 inclinou para cima. A compra acontece no rompimento dessa máxima no candle seguinte. A alternativa é entrar no próprio candle que apontar essa mudança de direção. A primeira opção é mais prudente, mas corre-se o risco de o preço do ativo disparar e a entrada ideal ficar muito distante. A segunda opção é mais arrojada.

Devemos permanecer comprados enquanto a MME9 seguir apontada para cima.

No caso da venda, marca-se a mínima da barra em que verificamos que a MME9 inclinou para baixo. A compra acontece no rompimento dessa mínima no candle seguinte. A alternativa é entrar no próprio candle que apontar essa mudança de direção.

Não ficou muito claro? Vai ficar mais fácil entender com as sinalizações nos exemplos

Abaixo algumas operações no gráfico diário. Perceba que em três momentos a MME9 andou de lado, permanecendo a posição prévia, que era de compra. Tivemos uma única operação de venda, curta.


Abaixo, um pouco de zoom no mesmo gráfico e os gatilhos de entrada nas viradas de direção da MME9::

O gráfico abaixo demonstra a importância de respeitar a estratégia de permanecer comprado enquanto a MME9 apontar para cima. O trade teria dado um resultado de mais de 100% de lucro com esta regra simples.

Simples, né? O próximo setup é explosivo, normalmente gera movimentos muito intensos. Não repare no nome, vai te ajudar a memorizar.

Setup 5: Boca de Jacaré

Este setup envolve uma das ferramentas que mais gosto, as Bandas de Bollinger (BB). Criadas por John Bollinger na década de 80 a partir da técnica do envelope, incrementando um desvio padrão, as bandas medem a volatilidade. No mercado muito volátil as bandas se afastam. Pouco volátil, as bandas se aproximam. É possível calibrar os padrões em função do ativo ou tempo gráfico, mas eu uso o que vem de fábrica: bandas de 20 com desvio padrão de 2 períodos

No caso da Boca de Jacaré, as bandas precisam estar bem próximas, o que significa diminuição da volatilidade, com os investidores aguardando algum dado, notícia, balanço, indicador econômico etc. para se posicionarem. É o que eu chamo de “modo stand by”. Quando o evento ocorre, uma corrida para se posicionar ou zerar posições se inicia, portanto é sempre melhor aguardar para que lado as BB irão abrir. Ordens starts automáticas são indicadas, pois o movimento costuma ser potente.

Abaixo um longo movimento no boi no gráfico diário. O ativo vinha de uma longa consolidação nos preços e em seguida iniciou uma forte alta a partir da abertura para cima das bandas.

Ainda no boi, no gráfico de 60 minutos, tivemos a oportunidade de venda, com Bandas de Bollinger estreitando e abrindo para baixo desta vez. Este setup mostra a lateralização, compressão de preços e em seguida forte movimento para um dos lados (no caso, para baixo).

Concluindo

Estes setups são apenas alguns poucos dentro do enorme arsenal da Análise Técnica. Não são infalíveis, mas funcionam em boa parte das vezes, e o melhor, permitem surfar movimentos importantes quando a estratégia dá certo e encerrar rapidamente quando dá errado.

Gostou? Faça o teste você mesmo e depois me conte como foi e é claro, prepare-se com nosso Curso Gratuito de Análise Técnica.

Até o próximo post!

Categorias

Marcos Moore

Marcos Moore é trader desde 2004, empresário e foi sócio-diretor da XP. É também autor de livros sobre o mercado.

Espero que você aprenda com esse artigo.

Logo Plano TNT

QUAL SEU PLANO PARA OBTER CONSISTÊNCIA NO TRADING?

QUERO COMEÇAR O PLANO TNT

Por que milhares de traders frequentam o Portal diariamente?

Especialistas e Traders Profissionais reconhecidos no mercado e com mais de 10 anos de experiência. Esse é o time que elabora nosso conteúdo.

Plataforma de E-learning EAD completa com centenas de vídeos gratuitos, artigos, perguntas de fixação e discussão.

Comunidade de Traders e Investidores que enfrenta os mesmos desafios que você e está sempre disponível para ajudar todos os dias.

Análise Técnica, Price Action, Tape Reading, Fundamentalista e mais. Acreditamos na diversidade de técnicas para cada aluno encontrar o seu caminho.

Day Trade, Swing Trade, Position e Alocação de Carteiras. Aprenda técnicas para operar cada modalidade de acordo com seus objetivos.

Dólar, Índice, Ações, Opções, Forex e até Bitcoin. Nosso conteúdo educacional engloba todos os principais ativos do mercado.

Comece seus cursos gratuitos


Quais são as vantagens em fazer parte do Portal do Trader?

  • Aumente suas chances de sucesso na Bolsa de Valores com nossa metodologia proprietária.
  • Fuja das armadilhas e não perca dinheiro com erros básicos no mercado. Nossa proposta é séria, sem promessas milagrosas.
  • Aprenda as melhores estratégias utilizadas por investidores e traders profissionais através de um sistema educacional completo.
  • Converse com outros traders e investidores em todos os nossos canais.
  • Aulas, Transmissões, Notícias e Calendário Econônico Ao Vivo todos os dias.