O que você quer aprender?

Ir

Tape Reading: O que É e Como Utilizar na Prática? (Guia)

Aqui você vai encontrar tudo que precisa saber sobre Tape reading, ou análise de fluxo, como alguns preferem chamar. Neste texto vou apontar os principais tópicos em relação a essa técnica, além de apontar caminhos para você se desenvolver nela.

Tape Reading Ago 27, 2021

O que é Tape Reading?

Numa tradução literal do inglês, Tape Reading significa leitura de fita, mas para esse termo fazer sentido precisamos voltar cerca de um século e entender os primórdios do pregão eletrônico.

Já se perguntou como os negócios eram registrados naquela época?

As primeiras iniciativas para automatizar o registro de negócios em bolsa de valores envolvia um aparelho parecido com um telégrafo que gravava informações dos negócios realizados numa fita de papel.

Isso tinha grande valor, como informação.

Se pararmos para pensar, um trader naquela época se atualizava através da página de finanças dos jornais. Contudo, o acesso ao registro de negócios do dia dava uma informação mais “fresca”, além de precisa. Outro ponto é que essa tecnologia podia viajar longas distâncias.

Assim, não tardou para que os investidores passassem a ler as informações de negócios registrados nessas fitas para tomar suas decisões.

Essa leitura passava uma ideia clara de onde havia fluxo com volume de compra ou venda de ativos.

Diferente dos gráficos, que estimam padrões de comportamento através de figuras, o Tape Reading passa uma informação muito mais precisa do que está acontecendo.

Por outro lado, essa leitura de fluxo hoje em dia, apesar de simples no conceito, é complexa na prática.

Eu mesmo comecei a fazer day trade usando essa técnica, que na época (2006) me foi apresentada simplesmente como leitura de fluxo.

Demorei cerca de 6 meses para começar a tirar resultados do mercado com ela. Agora, voltando ao contexto…

Será que o tempo transformou a dinâmica de fluxo nos antigos pregões?
Será que o tempo transformou a dinâmica de fluxo nos antigos pregões?

Com o desenvolvimento do mercado eletrônico nas décadas recentes, hoje o registro desses negócios se tornou muito mais eficiente e acessível.

A tecnologia transformou os meios de comunicação, mas a essência da técnica se manteve intacta.

Contudo, o volume de negociações cresceu absurdamente desde os primeiros registros em fita de papel.

Por isso, o desafio não está mais em obter os registros de negócios, mas sim tratar e interpretar esses dados adequadamente.

Portanto, o Tape Reading, nas definições atuais, significa ler e interpretar o fluxo de negócios através do registro de ordens no mercado eletrônico e essa aula pode te ajudar nesse entendimento.

Aprenda também:

Como funciona o Tape Reading?

Para entender como essa leitura de fluxo é feita no mercado eletrônico, você precisa conhecer as duas ferramentas utilizadas para isso: Book de Ofertas e Times & Trades.

Elas são minhas companheiras inseparáveis do dia a dia e sem elas não existe leitura de fluxo.

Aprenda a tomar decisões rápidas e precisas operando por Tape reading.

Como funciona o Book de Ofertas

O book de ofertas, também chamado de livro de ofertas (ou “Level 2”, no mercado norte-americano), é onde podemos ver as ofertas de compra e venda disponibilizadas pelos participantes nas negociações de um dado ativo.

Exemplo de Book de Ofertas: compradores à direita e vendedores à esquerda.
Exemplo de Book de Ofertas: compradores à direita e vendedores à esquerda.

Nele constam informações como: tipo da oferta (compra ou venda), preço, quantidade e instituição (corretora ou banco que está fazendo a oferta).

Ainda é possível obter outras informações, como a hora em que a oferta foi posicionada, mas de modo geral, são estes citados aqui.

Eu gosto de usar basicamente 2 tipos de Book de Ofertas: o tradicional, com as ofertas discriminadas por player; e o Super DOM que permite apregoar ordens em um Book organizado verticalmente, e com a quantidade total de lotes por preço é apresentada numa única linha.

Alguns operadores ainda se referem ao book como “pedra”, pois antigamente as informações das ofertas num dado ativo eram escritas a giz numa lousa de pedra.

A prática se foi há muito tempo, mas a gíria perdura até hoje.

As lousas de pedra foram os primórdios do Book de Ofertas.
As lousas de pedra foram os primórdios do Book de Ofertas.

Através das ofertas disponibilizadas no book é possível ter uma noção da “necessidade” de compra ou venda por parte dos negociadores, contudo, nem todas as ordens ali disponibilizadas são necessariamente executadas e é aí que esse jogo começa a ficar complexo.

Por exemplo, alguns players podem posicionar uma ordem de compra ou venda expressiva apenas com o intuito de gerar alguma impressão ou expectativa no mercado, mas sem intenção de executar essa ordem. Inclusive, é comum a ordem ser cancelada sem que o negócio seja fechado.

Os operadores costumam chamar isso de “blefe”, e eu já presenciei ordens muito grandes gerarem estímulos nos participantes do mercado e consequentemente movimentar o preço sem que elas (às grande ordens) fossem executadas.

Na prática, é como se você quisesse anunciar o seu carro para venda num site e antes que um comprador decida fechar negócio, você desiste da venda e retira o anúncio do ar, sem que a negociação de fato aconteça.

Portanto, o livro de ofertas sinaliza manifestações de intenção de negócios, sendo que algumas são reais e outras não. Então, para que a nossa leitura seja mais precisa, precisamos complementá-la com outra informação, usando outra ferramenta que explicarei a seguir.

Como funciona o Times & Trades

Enquanto o book de ofertas manifesta intenções de negócios, que não necessariamente serão concretizadas, o Times & Trades nada mais é do que o registro em tempo real de todas as ordens executadas.

Exemplo de Times & Trade, informando: hora, participantes, quantidades e preços.
Exemplo de Times & Trade, informando: hora, participantes, quantidades e preços.

O Times & Trades, também chamado de T&T, TT ou Times & Sales (nos EUA), é como se fosse o “diário oficial” onde são anunciados os negócios concretizados na bolsa de valores. Todos os negócios concretizados, necessariamente, passam por ele.

Então, se um determinado lote foi posicionado num certo preço no book de ofertas, mas tal ordem não apareceu no Times & Trades, posteriormente, isso significa que aquela ordem não foi executada. Aliás, ela provavelmente foi cancelada antes que sua execução acontecesse.

Inclusive, eventualmente, no T&T podem aparecer ordens que foram executadas, mas sem antes serem disponibilizadas no livro de ofertas.

É o caso dos “negócios diretos” - quando uma corretora ou banco fecham uma negociação internamente, sem que a oferta de compra/venda seja disponibilizada no book.

Neste caso, ainda que a ordem não tenha sido ofertada no mercado, ela precisa ser registrada e declarada no sistema, através do Times & Trades.

Contudo, é importante ressaltar que os diretos, por não participarem da dinâmica de negócios, não têm influência direta sobre o comportamento dos preços.

Sobre as minhas preferências, eu uso basicamente 3 configurações de T&T e aqui você tem uma aula explicando a minha tela:

  • Negócios, que mostra basicamente negócio por negócio realizado e quem foram às contrapartes.
  • Ordem original, que consolida numa única linha uma ordem maior do mesmo player, que atacou o preço (vendeu ou comprou a mercado).
  • Saldo de negócios, que mostra o saldo de quanto uma instituição comprou ou vendeu num dado intervalo de tempo.

Resumindo, enquanto o book sinaliza ofertas de compra e venda do ativo, o Times & Trades mostra a demanda por tais ofertas.

Exemplo de Book “Super DOM”, onde é possível apregoar ordens e ver o saldo recente de negócios já realizados.
Exemplo de Book “Super DOM”, onde é possível apregoar ordens e ver o saldo recente de negócios já realizados.

Esse conceito pode causar um pouco de estranheza porque na economia a oferta está ligada à venda de produtos e serviços enquanto a demanda é a ponta de compra.

Contudo, na bolsa de valores, é possível ofertar um ativo tanto na compra como na venda e a mesma ideia se aplica à demanda.

Aqui fica claro que o Book e o T&T devem ser trabalhados de forma conjugada e a utilização isolada de qualquer uma dessas ferramentas irá fornecer uma informação parcial da leitura de fluxo.

Principais Vantagens e desvantagens do Tape Reading

O Tape Reading é sem dúvidas uma técnica muito eficiente, contudo, é importante deixar claro que a sua aplicação se limita a alguns casos específicos.

Enquanto esse método surte efeitos significativos em algumas modalidades, em outras o seu efeito é praticamente nulo.

Eu, um operador de curto prazo, considero a técnica indispensável, mas a seguir vou apresentar um ponto de vista mais neutro.

Então, para te ajudar a decidir se vale a pena gastar tempo e energia estudando leitura de fluxo, vamos entender melhor os prós e contras da técnica.

Vantagens do Tape Reading

A leitura de fluxo possui diferenciais únicos que nenhuma outra técnica consegue detectar, mas para deixar tudo mais claro, abaixo segue uma lista de vantagens oferecidas pelo Tape Reading:

Causalidade

Os efeitos percebidos pela leitura de fluxo têm uma forte relação de causa e efeito. Por exemplo, se você notar uma demanda de compra de lotes maior que a oferta de venda, consequentemente, o resultado disso é um movimento de alta. Não tem como ser o inverso.

Conceito simples e lógico

Uma vez que se entende como funciona essa dinâmica entre as demandas e ofertas de compra e venda, a conclusão sobre um movimento resultante de alta ou baixa no mercado é uma consequência natural.

Precisão

Como os efeitos percebidos pelo Tape Reading têm efeito imediato, podemos dizer que os movimentos podem ser aproveitados rapidamente e dentro de um intervalo de preços muito pequeno ou até mesmo específico.

Ideal para curtíssimo prazo

Uma vez que a técnica permite uma atuação cirúrgica, é possível se aproveitar de oscilações muito pequenas, que normalmente passam despercebidas por outras técnicas.

Trade em leilões

Através da formação de preços no book de ofertas a leitura de fluxo permite operar estratégias de pré-abertura e outros tipos de leilão no mercado, que não são percebidos através de um gráfico, por exemplo.

A leitura de fluxo é a única possível para trades de leilão na bolsa de valores.
A leitura de fluxo é a única possível para trades de leilão na bolsa de valores.

É uma técnica reativa

Provocar movimentos de tendência no mercado requer atuar com lotes expressivos o suficiente para deslocar os preços.

Existem inúmeras estratégias complexas para se agir dessa forma, mas quem opera por fluxo não precisa se preocupar em provocar esse tipo de movimento, dado que, na maioria das vezes, o objetivo do operador é apenas identificar e “pegar uma carona” em quem está comandando os preços.

Em outras palavras, operadores de fluxo estão sempre se posicionando junto de quem está mandando nos preços.

É claro que a maioria dessas vantagens parte do pressuposto de que o operador domina a técnica, ou seja, nenhum método trabalha sozinho e os resultados que ele pode gerar dependem diretamente da habilidade de quem o coloca em prática.

Pense num instrumento musical - por mais refinada que seja a sua construção e a qualidade dos materiais empregados, no fim das contas, o que determina o resultado final ainda é principalmente a habilidade do músico e a qualidade do instrumento em si fica relegada ao segundo plano.

É preciso deixar totalmente claro a responsabilidade do trader em saber exatamente o que está fazendo, justamente para evidenciar o desafio (e importância) que é dominar essa tática muito bem, como veremos a seguir.

Desvantagens do Tape Reading

O Tape Reading é uma das táticas mais eficientes para quem deseja operar no curtíssimo prazo (Day Trade e scalping) e os pontos positivos citados acima deixam isso bem claro. Contudo, como toda técnica, existem desvantagens, que iremos conferir abaixo:

É complexo

A leitura de fluxo é extremamente dinâmica, pois reflete o que acontece no mercado em tempo real e seus bons atributos requerem rápida leitura, interpretação e reação.

Além disso, essa leitura não é fácil e trivial para iniciantes, diferente do que acontece nos gráficos que são de assimilação mais fácil.

Requer treino

A dificuldade em assimilar a técnica de Tape Reading é inversamente proporcional à prática, ou seja, quanto maior a sua experiência melhor é o seu entendimento do mercado através da óptica do fluxo de negócios.

Por isso, não é algo que se aprende em questão de alguns dias, exige bastante tempo e dedicação, e ainda requer o uso de ferramentas específicas.

Como comentei, eu levei cerca de 6 meses para começar a obter resultados com a técnica.

Dominar o Tape Reading requer muito treino
Dominar o Tape Reading requer muito treino

Restrição ao curto prazo

Até existem formas específicas de monitorar a atuação dos players em prazos maiores, levando em consideração os conceitos de leitura de fluxo, contudo, a principal forma como se considera o tape reading é para a leitura de movimentos de curtíssimo prazo.

Escassez de material educacional

Por conta de sua aplicação restrita, não é uma técnica muito difundida, portanto, é difícil encontrar muitos materiais e livros, como veremos adiante.

Felizmente, dentro do Portal do Trader, você tem acesso 100% gratuito a materiais educacionais de qualidade sobre o assunto.

Requer boa liquidez

Como Tape Reading exige movimentação nos negócios, pois a leitura depende diretamente do fluxo de compras e vendas no ativo, a técnica perde eficiência em casos de pouca liquidez.

Não serve para precificar ativos

Conforme comentei, a técnica é ótima para detectar e seguir os players que mandam nos preços, contudo, não é um dos métodos feitos para projetar preços e liderar movimentos no mercado.

O leitor de fluxo está sempre na dependência do movimento de um player grande.

Agora que você já sabe das possibilidades e limitações da leitura de fluxo, que tal entender como esse conceito pode atender às suas necessidades?

Como os traders usam o Tape Reading?

Desde os primórdios, a leitura de fluxo serve para ajudar investidores a identificar atuações relevantes, geralmente feitas pelos big players do mercado.

Contudo, é importante deixar claro que o Tape Reading não busca desvendar o que se passa na cabeça dos estrategistas das grandes instituições.

Ao invés disso, a técnica propõe identificar e tirar proveito do “efeito colateral” das atuações expressivas no mercado.

A leitura de fluxo não propõe descobrir o que se passa na cabeça de outros estrategistas.
A leitura de fluxo não propõe descobrir o que se passa na cabeça de outros estrategistas.

Portanto, para mim, se foi percebido um fluxo expressivo de compra no mercado, pouco importa o que motivou esse movimento.

Na verdade, até importaria, isto é, se a técnica servisse para atender tal propósito, mas nenhum método serve para revelar as intenções dos players.

Não tem como saber através do Tape Reading se um fluxo atende um posicionamento de carteira, a realização de uma posição, o acionamento de um stop, um hedge, uma operação de day trade ou ainda a montagem de uma operação estruturada com outros ativos.

No exemplo acima, tudo que importa é que, ao gerar um fluxo expressivo de compra, os preços do ativo sofrerão uma pressão de alta e o trader pode pegar uma carona neste movimento.

Este é o conceito que se utilizava na época da leitura em fitas de papel, há um século, e continua sendo utilizado hoje através da leitura por Book de Ofertas e Times & Trades, ou seja, as ferramentas mudaram com o tempo, mas o conceito permanece o mesmo.

Agora que você já entendeu melhor como esse conceito de fluxo de negócios pode atender às suas necessidades, que tal partirmos para alguns exemplos de aplicações gerais no mercado por parte dos traders?

Como operar Tape Reading na Bolsa de Valores?

Existem diversas aplicações do Tape Reading na Bolsa de Valores, mas a forma como se utiliza a técnica pode variar de um ativo para o outro. Aqui tenho um exemplo de como funciona o fluxo no diário em futuros.

Por isso, vou citar alguns casos e como o conceito de leitura de fluxo pode pode ajudar.

De modo geral é importante ter em mente que inúmeros investidores, pessoa física e jurídica, de diversos tamanhos, com variados objetivos atuam dentro de uma mesma instituição.

Portanto, dentro de um dado período, é comum atuações com intenções distintas tanto na ponta compradora, como vendedora. Então, como a leitura de fluxo nos ajuda?

No meio da enxurrada de ordens negociadas a cada minuto, o nosso desafio é identificar predominância de ataques de compra ou venda que superem, em contrapartida, as defesas de compra ou venda.

Mas, afinal, o que significa essas definições de ataque e defesa?

Podemos associar ataques e defesas ao futebol, onde compradores contrapõem vendedores.
Podemos associar ataques e defesas ao futebol, onde compradores contrapõem vendedores.

O ataque diz respeito a atuações de compra ou venda a mercado, ou seja, negociações imediatas no melhor preço disponível.

Ele também pode ser chamado de agressão ou tomador de liquidez (na compra ou venda).

Existem ainda casos específicos em que podemos dizer que um operador “tomou”, quando atacar uma compra, ou “bateu”, quando atacar uma venda.

O ponto mais importante disso tudo é entender que os ataques são os responsáveis pelo deslocamento do preço e eles são percebidos pelo Times & Trades.

Por outro lado, a defesa diz respeito a atuações de compra ou venda posicionadas no book de ofertas, ou seja, ordens que dependem de alguém comprar ou vender a mercado. Em outras palavras, a defesa é o contraponto do ataque num determinado preço.

Portanto, para todo ataque de compra, há uma defesa de venda na ponta oposta e para todo ataque de venda há uma defesa de compra.

Faz sentido? Com esses conceitos você entende, por exemplo, como funciona a absorção e exaustão no Tape Reading.

Importante dizer que as ordens de defesa também podem ser chamadas de doadoras de liquidez (em oposição aos tomadores de liquidez, citados há pouco), afinal, quanto mais ordens disponíveis para negociação nos diversos preços do book de ofertas, maior é a liquidez daquele ativo.

Assim, se por um lado os ataques promovem o deslocamento de preço, as defesas contribuem para que as oscilações não ocorram, ou pelo menos dificultam esse movimento.

Então, quanto maior as defesas no book, maior precisa ser o ataque para que o preço mude.

No fim das contas, a dinâmica dos ataques contra as defesas é a mesma da demanda versus a oferta. Eu gosto muito de usar o exemplo das feiras de hortifruti, em que essa dinâmica é bem nítida.

Nas feiras, a oferta de frutas mais escassas (como a pitaya ou physalis) torna o preço muito mais sensível à demanda.

Por outro lado, as frutas que possuem disponibilidade aos lotes (como banana e laranja) tendem a manter um preço mais estável em relação à demanda.

Em diversos pontos uma banca de frutas lembra a dinâmica de um pregão de bolsa
Em diversos pontos uma banca de frutas lembra a dinâmica de um pregão de bolsa

Resumindo, um movimento de alta ocorre quando os ataques de compra são mais fortes do que as defesas de venda e um movimento de queda ocorre quando os ataques de venda são mais fortes do que as defesas de compra.

Então, para finalizar esta questão, considerando que um ativo com boa liquidez possui diversos players diferentes atacando compra e venda, e defendendo compra e venda, o único papel do leitor de fluxo é fazer um balanço dessas atuações para descobrir a pressão resultante: se é de compra ou venda.

É neste ponto que reside a complexidade e dificuldade da técnica, mas acredito que posso facilitar seu entendimento um pouco mais com alguns exemplos de aplicações práticas.

Tape Reading para traders - Exemplos simplificados

Como a aplicação da leitura de fluxo pode ser muito ampla, vou citar dois exemplos específicos, usando os mercados mais comuns para traders pessoa física: um no mercado de ações e outro no mercado de mini contratos futuros.

Eu já utilizei (ou continuo utilizando até hoje) essas táticas específicas que vou abordar a seguir.

Aliás, nesta aula falo um pouco das aplicações do fluxo no day trade. Então, vale prestar atenção no conceito, pois elas seguem muito válidas atualmente.

Tape Reading em Ações

Eu costumo dizer que, da mesma forma que um elefante não consegue entrar numa piscina sem ser percebido, um grande player não consegue abrir ou fechar uma posição expressiva num ativo sem ser notado pelo fluxo de negócios.

Elefantes não passariam despercebidos ao entrarem numa piscina, assim como grandes players não passam despercebidos ao abrirem ou fecharem suas posições
Elefantes não passariam despercebidos ao entrarem numa piscina, assim como grandes players não passam despercebidos ao abrirem ou fecharem suas posições

Então, se um grande player (um tubarão) deseja comprar uma grande quantidade de uma ação, por exemplo, ele tem basicamente três caminhos:

1. Comprar atacando e consequentemente pressionando o preço para cima;

2. Comprar defendendo e consequentemente dificultando ou até mesmo impedindo a queda do preço;

3. Combinando ataques e defesas de compra, que vão pressionar a alta do ativo, contudo, com menos intensidade do que no primeiro caso.

Através do Tape Reading, as sardinhas pegam carona com os tubarões
Através do Tape Reading, as sardinhas pegam carona com os tubarões

Agora, repare que a percepção de qualquer uma das atuações acima lhe dá uma vantagem estratégica: você pode atuar na compra para pegar uma carona num potencial movimento de alta ou pelo menos pode se safar de atuar na venda, sabendo que neste caso estaria nadando contra uma correnteza.

Ainda com base no exemplo acima, vale ressaltar que este player (como qualquer outro que atue com grandes demandas) sofre um dilema ao tentar executar suas ordens.

Se por um lado atuar de forma intensa, ficando pouco tempo exposto à variação do mercado, provavelmente vai provocar uma alta brusca e pagar cada vez mais caro pelo ativo (então, ele próprio será o autor da variação nos preços).

Por outro lado, se fracionar suas ordens e atuar de forma gradativa, fica mais tempo exposto e sujeito às variações de humor do mercado.

Entretanto, essa segunda opção dilui a sua influência no mercado e chama menos a atenção, por isso, é como a maioria prefere atuar.

Agora, para nós, traders autônomos, é importante entender que os grandes players podem atuar de maneira discreta, porém jamais imperceptível (lembre-se do elefante entrando na piscina).

Para isso, um bom leitor de fluxo consegue captar e aproveitar essas atuações.

Separei aqui uma aula sobre como operar ações pouco voláteis.

Tape Reading em Mini Contratos

Diferentemente do mercado de ações, os mercados futuros são extremamente alavancados, além de atenderem diversos propósitos além da simples compra ou venda de um ativo.

Por exemplo, os contratos futuros também servem para operações estruturadas ou de proteção de portfólio (hedge).

Isso confere a estes mercados muito mais liquidez, que por sua vez permite atuações com posições bem mais pesadas.

Na prática, isso significa que uma grande ordem pode ser executada em poucos minutos nos contratos futuros, mas o mesmo valor financeiro poderia levar semanas no mercado de ações.

Portanto, enquanto os grandes players tendem a atuar de maneira mais gradativa nas ações, suas entradas e saídas nos mercados futuros são mais abruptas, inclusive no caso dos mini contratos e caso queira saber mais sobre o assunto, recomendo este curso gratuito sobre Mini Contratos.

Apesar da atuação mais brusca, o efeito colateral nos mini contratos é bem menos expressivo.

Contudo, muitas vezes tem peso suficiente para que um leitor de fluxo perceba e tire vantagem da situação.

Quer saber como? Vamos a um exemplo específico que eu mesmo uso com bastante frequência em minhas operações.

Durante a formação de preço, no leilão de abertura, eventualmente surge algum player com a necessidade de executar um lote expressivo no mercado.

Para facilitar a explicação, vamos considerar que seja uma ordem de compra.

O fato é que, ao introduzir uma ordem expressiva de compra no book de ofertas, esse player desloca o preço para cima, inclusive podendo provocar um deslocamento expressivo em relação ao contrato padrão, que é referência deste mini contrato (ou seja, ambos devem custar o mesmo preço).

Portanto, uma vez que o leitor de fluxo identifica esta atuação expressiva, porém fora do contexto, ele pode atuar com uma posição oposta ao grande lote, com o intuito de aproveitar o movimento de correção, assim que o mercado abrir.

Aqui tem uma aula sobre como operar Day Trade no pré open do mercado.

Eu já executei essa operação uma série de vezes e posso dizer que ela costuma ser muito precisa e muito rápida, da ordem de segundos (ou até fração de segundos).

Quem me acompanha nas lives matinais já testemunhou algumas vezes a meta do dia sendo batida nos primeiros instantes do mercado.

Portanto, se você quer entender como essas oportunidades funcionam no detalhe, recomendo fortemente estudar,  entender e praticar a lógica do Tape Reading.

Análise Técnica vs Tape Reading: Qual melhor método de análise?

Não existe “o melhor método de análise” e se alguém te convenceu disso, tome muito cuidado, pois estas opiniões enviesadas quase sempre escondem intenções pessoais ou completo desconhecimento em relação ao assunto.

É bastante comum as pessoas iniciarem uma busca (muitas vezes sem fim) pela “melhor técnica”.

Nessa jornada, as diversas comparações entre os mais variados métodos são inevitáveis. Mas será que não existe um melhor método, mesmo?

Será que existe a melhor ferramenta?
Será que existe a melhor ferramenta?

Hoje em dia, com tanta informação disponível na internet, o maior problema de quem busca conhecimento não é o acesso a ele, mas sim a seleção do que realmente importa. É muito difícil encontrar informações que não sejam guiadas por interesses pessoais.

Então, tome muito cuidado com os “especialistas” que dizem que uma técnica é melhor que a outra, mesmo que de forma indireta, pois na maioria das vezes eles estão apenas tentando vender o próprio método como o melhor.

Então, qual técnica buscar?

Mais uma vez, reforço o que já disse neste texto, nenhuma técnica trabalha sozinha e mais importante do que o método em si é a habilidade de quem a usa. Não tem como comparar um bom leitor de fluxo com um grafista ruim, e vice-versa.

Aliás, caso também tenha interesse nos gráficos, tenho aqui um curso de Análise Técnica gratuito.

Mas de modo geral, passando a minha visão pessoal sobre o assunto, a análise técnica ajuda muito a definir gatilhos e extensões das operações, enquanto o fluxo auxilia no timing.

O Tape Reading também colabora em decisões de abortar uma operação, nos casos de fluxo contrário ao trade identificado pelo gráfico, inicialmente.

Ele também pode ajudar a confirmar uma entrada identificada pela análise gráfica.

Todas as técnicas são importantes e para quem as domina, elas podem (e devem) ser usadas de maneira complementar, não excludente.

Por isso, pense no seu leque de habilidades em termos de repertório técnico, ou seja, quanto mais técnicas você dominar, maior será o número de problemas que você conseguirá resolver (e com melhor qualidade).

Imagine que você tem uma imensa caixa de ferramentas, porém vazia. Logo, quanto mais ferramentas você colocar dentro desta caixa, maior será a quantidade de soluções que você conseguirá criar.

Que soluções você pretende reunir em sua caixa de ferramentas?
Que soluções você pretende reunir em sua caixa de ferramentas?

Por outro lado, para quem só conhece um martelo, todo problema vai se parecer com um prego.

Então, para fechar este tópico com chave de outro, aqui vai mais uma ferramenta para incrementar a sua caixa: Curso de Price Action Gratuito.

O que é preciso para começar a operar com o Tape Reading? [DICAS PARA INICIANTES]

Eu também já fui iniciante nesse negócio e sei bem dos desafios para dominar a técnica, então, se você está interessado em começar a operar por tape reading é muito importante ter em mente o que esta técnica vai exigir de você.

Os resultados são realmente fantásticos e muitos pontos desta estratégia não podem ser substituídos por outros métodos, mas aprender a ler fluxo tem seu preço.

Por isso, vou listar abaixo quais são os principais recursos que você vai precisar para começar a operar com Tape Reading:

Plataformas

O primeiro ponto é que você precisa de uma plataforma que ofereça recursos de replay de mercado e simulador.

Plataformas com diversas versões de book de ofertas e Times & Trades não é essencial, mas é desejável. Eu gosto muito do Profit.

Preparamos um artigo em que falamos exclusivamente sobre o Profit. Recomendo que você leia para se aprofundar mais no assunto.

Ferramentas

Uma tela extra no seu computador pode ajudar bastante, assim você consegue, por exemplo, combinar o fluxo com gráfico.

Ah, e nem pensar em operar com Tape Reading pelo smartphone, pois você não terá todas as informações que precisa naquela telinha. Com relação a sua internet, é importante que seja estável e cabeada, pois WiFi pode gerar instabilidade.

Conhecimento

É importante você fazer um curso sobre o assunto, pois muitos dos tópicos desta técnica não são triviais.

Se puder, participe das Lives do Portal do Trader, assim você poderá tirar dúvidas e aprender na prática.

Tempo

Este talvez seja um dos pontos mais importantes. Tape Reading exige bastante prática, pois mais do que o conhecimento teórico, você precisa de habilidade operacional.

Então, já considere o fato de que você vai levar meses treinando (sem obter resultados financeiros) até conseguir ler, interpretar e reagir aos movimentos do mercado.

Ainda sobre tempo, você vai precisar se dedicar exclusivamente a isso, portanto, não rola operar por fluxo na hora do almoço no trabalho.

Aspectos comportamentais

Com os desafios de desenvolvimento que a técnica exige, é preciso dizer que não é todo mundo que consegue se adaptar a ela.

Ler fluxo requer muita concentração e paciência, tanto no sentido de acompanhar o mercado por horas, quanto passar meses praticando diariamente.

Você já tem um plano de ação?
Você já tem um plano de ação?

Levando em consideração os tópicos acima, faça um planejamento contemplando todos os pontos. Agora, que tal falarmos sobre material de estudo?

Principais livros sobre Tape Reading

Se você está procurando por livros ou materiais por escrito sobre Tape Reading eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar.

Será que os livros sobre Tape Reading ajudam?
Será que os livros sobre Tape Reading ajudam?

A boa notícia é que praticamente tudo que você precisa saber e pode ser absorvido através de um texto você encontra neste material aqui, de forma objetiva, direto ao ponto, sem rodeios.

A má notícia é que se você faz questão de ter um bom livro sobre o assunto, sinto dizer, isso não existe.

Como a leitura de fluxo é uma atividade dinâmica, em que se analisa o mercado em movimento, os livros não são materiais muito indicados para se aprender isso.

Você já viu algum livro que ensina a jogar futebol, andar de skate ou bicicleta? Pode até haver algum material sobre o assunto, mas é fato que essas atividades dinâmicas se aprendem melhor através de vídeos e principalmente prática.

Portanto, se concentre em aprender Tape Reading através de cursos e vídeos, lembrando que aqui no Portal do Trader você vai encontrar tanto treinamentos específicos, como lives diárias em que os traders fazem uso dessa técnica e comentam suas aplicações ao vivo.

Ainda assim, se você for um grande entusiasta de livros e faz questão de ter alguns títulos em sua prateleira, vou citar a seguir duas obras que tenho na minha prateleira e que, embora levem “Tape Reading” em suas capas, têm pouca aplicação prática no nosso mercado nos dias de hoje.

Tape Reading & Market Tactics (Humphrey B. Neil)

Este livro, que só possui versão em inglês, foi escrito em 1931 a partir de uma coletânea de publicações de um pequeno jornal da época.

É interessante notar que, já naquela época, ele apontava três pontos de relevância: método para tomada de decisões; familiarização com as regras de negociação e características do ativo que o trader opera; aspectos mentais e auto conhecimento.

Contudo, em termos de leitura de fluxo, não espere encontrar informações sobre Book de Ofertas e Times & Trades.

Aliás, boa parte das abordagens técnicas lembra muito a análise técnica clássica, na verdade.

Os capítulos tratam de: volume crescente durante uma tendência, reversão com alto volume, reversão com baixo volume, definições de topo e fundo, o perigo das “dicas” e outros tópicos sobre preço e volume.

Se não fosse pelo título, seria facilmente considerado um livro de análise técnica, inclusive por conta das ilustrações gráficas.

Portanto, mesmo se ignorarmos o fato de que se trata de um livro de um século atrás, sobre o mercado americano, ainda assim, não tem muita relevância sobre o assunto Tape Reading como a maioria dos traders brasileiros busca.

Techniques of Tape Reading (Vadym Graifer & Christopher Schumacher)

Esta obra também não se encontra em língua portuguesa - aliás, nunca vi um livro em português sobre o assunto.

Embora a sua publicação seja mais recente (década de 80), não se trata de um livro novo.

Ao longo de suas páginas você vai encontrar pontos importantes como: primeiros passos, questões comportamentais, gestão de risco e planejamento.

Contudo, quando chega na parte técnica, para quem espera aprender a ler fluxo através do Book de Ofertas e Times & Trades, é uma completa frustração.

Assim como no livro anterior, as abordagens são gráficas e lembram muito mais a análise técnica.

Portanto, posso dizer que este livro é ótimo, porém, não para aprender o Tape Reading que utilizamos nos dias de hoje, no mercado brasileiro.

Perguntas frequentes sobre Tape Reading

Já avançamos em diversos tópicos importantes, porém creio que ainda temos algumas questões pendentes. Por isso, separei aqui algumas dúvidas mais frequentes que eu recebo no dia a dia.

Ainda restam dúvidas?
Ainda restam dúvidas?

Tape Reading pode ser utilizado com quais outras técnicas?

Eu gosto de combinar a análise de fluxo com diversas outras técnicas. Aliás, depois de muito tempo operando, hoje eu nem presto muita atenção na distinção entre elas e essa combinação de métodos acontece de maneira natural.

Por se tratar de uma técnica que visa interpretar o comportamento do ativo no momento, sem a pretensão de uma previsão de até quando esse comportamento vai durar, o Tape Reading é ideal para prazos extremamente curtos.

A partir deste ponto, outras técnicas são mais eficientes, como as diversas ramificações da análise gráfica que podem complementar o Tape Reading muito bem.

Também é muito importante a análise de tudo que está ligado a precificação e estrutura de funcionamento do ativo, como formação de preços em leilão, arbitragens, distorções em relação a pares ou ainda distorção em relação ao mercado à vista, no caso de derivativos.

Como a aplicação do Tape Reading pode variar em função do que se opera, é importante fazer algumas considerações pontuais.

Por exemplo, no mercado de mini contratos o volume é muito mais alto por conta de robôs de alta frequência (HFTs) e os provedores de liquidez ao varejo das corretoras (RLPs).

Além da dinâmica diária entre o contrato padrão e o mini contrato, existe um comportamento específico a ser explorado em dias de vencimento.

De modo geral, as combinações são ilimitadas e podem ser levadas ao universo das operações estruturadas e estratégias quantitativas, por exemplo.

Contudo, quando pensamos no longo prazo, o Tape Reading para intraday não tem tanta utilidade.

Mas o conceito de leitura de fluxo se mantém válido para o longo prazo, então, é perfeitamente possível combinar o acompanhamento de contratos futuros em aberto, de acordo com cada tipo de participante, e aspectos da análise fundamentalista, por exemplo.

Por isso, mais uma vez, convido você a pensar nesta técnica como uma dentre muitas ferramentas que você pode (e deve!) combinar.

Em nenhum lugar existe uma regra dizendo que você não pode usar um alicate e uma chave de fenda, ou um martelo e um serrote, ou um pincel e uma trena etc.

Não limite sua caixa de ferramentas!
Não limite sua caixa de ferramentas!

No fim das contas, seu principal  propósito no mercado é ganhar dinheiro, então, se isso for melhorado com a combinação de técnicas, por quê não fazer uso disso?

Agora, que tal falarmos das principais modalidades em que a análise de fluxo se aplica?

Day Trade e Scalper Trader, o que são?

O Tape Reading é uma técnica para curtíssimo prazo, por isso ela é muito utilizada por Day Traders e Scalpers (é o meu caso, aliás). Mas afinal, o que esses termos significam?

Day Trade são operações abertas e encerradas dentro de uma mesma sessão no mercado. Essa modalidade de operação vem chamando cada vez mais atenção por conta do baixo custo operacional, exigência de pequenas margens financeiras e alta alavancagem.

Em outras palavras, o day trade possibilita retornos muito altos sobre o capital operado, contudo, essas qualidades muitas vezes acabam ofuscando um contraponto muito importante: operações intra diárias tratam-se de uma modalidade de altíssimo risco.

Por isso, a maioria dos que se aventuram sem preparo quebram e este ponto já levantou muitas desconfianças. Mas felizmente você pode tirar todas as suas dúvidas a respeito do assunto neste artigo: Day Trade é furada?

Você gosta de operações rápidas?
Você gosta de operações rápidas?

o Scalping é um tipo específico de Day Trade, em que o trader busca uma variação muito baixa das cotações, porém repetidas vezes e/ou com lotes grandes.

Como o assunto é bem extenso, separei outro artigo que vai te ajudar: Scalpers: Quem são, Como Operam e Principais Técnicas.

Tenho certeza que ao ler esses materiais você vai saber tudo que precisa a respeito dessas modalidades de operação de curto prazo.

O Tape Reading pode ser aplicado somente para ações?

Hoje em dia a maior parte das minhas operações de Day Trade são feitas no dólar futuro, tanto mini contratos como contratos padrão.

Contudo, o que nem todo mundo sabe é que eu comecei a fazer day trade operando Tape Reading em ações.

Existe um mar de possibilidades no mercado de ações, pois diferentemente do dólar, que só existe um no nosso mercado, as ações são diversas e todo dia apresentam alguma novidade.

Então, se um determinado setor está parado, com certeza vai haver outro com boa movimentação.

A variedade pode ser uma excelente aliada!
A variedade pode ser uma excelente aliada!

Portanto, sim, o Tape Reading pode ser aplicado no mercado de ações. Contudo, há algumas peculiaridades:

  • Não existem tantos robôs de alta frequência (HFTs) nem provedores de liquidez ao varejo (RLPs), como acontece nos mini contratos.
  • O volume de negociação é naturalmente menor e os players trabalham menos alavancados.
  • O custo operacional é maior, o que pode complicar operações de scalping trade.
  • Sem os HFTs e RLPs a leitura de fluxo é mais “limpa” e muitas vezes os fluxos que geram tendências são mais facilmente percebidos.

Como toda atuação de day trade, caso você decida atuar em ações, tenha em mente que isso exige foco e concentração, ainda mais na leitura de fluxo.

Esta aula fala justamente sobre como manter seu foco no lugar certo.

Por isso, quem opera por Tape Reading costuma se concentrar em categorias específicas como ações, mini contratos ou opções, por exemplo.

Agora, como funciona a leitura de fluxo no Forex?

Como operar Tape Reading no Forex?

Forex significa Foreign Exchange (Câmbio estrangeiro) e esse mercado chama muita atenção por funcionar de maneira ininterrupta.

Além disso, por se tratar de moedas, as oscilações não costumam ser direcionais no longo prazo e isso favorece operações de curto prazo.

Contudo, se trata de um mercado descentralizado, ou seja, existem diversas pequenas bolsas de forex espalhadas pelo mundo, portanto, o fluxo do dinheiro não costuma se concentrar num único lugar e isso faz toda a diferença para quem opera por Tape Reading.

O mercado de câmbio serve para quem opera por fluxo?
O mercado de câmbio serve para quem opera por fluxo?

Além disso, não existem centrais de liquidação dos contratos, então, como o Times & Trades exibe os registros de contratos negociados, no caso do Forex, essa ferramenta simplesmente não faz sentido.

Portanto, não é possível operar Forex usando Tape Reading. Agora, será que é possível analisar o mercado de criptomoedas por fluxo?

Como operar Tape Reading em Bitcoin e criptomoedas?

De forma análoga ao Forex, no universo das criptomoedas temos bolsas (exchanges) descentralizadas e sem um registro unificado de todos os negócios e ofertas.

Por isso, apesar de as ferramentas existirem, não é simples monitorar o fluxo de negociações. Portanto, não é recomendável fazer a análise de fluxo em criptomoedas.

Por outro lado, é possível aplicar a técnica em bolsas internacionais como Nasdaq e Nyse. E se você quiser aprender tudo sobre Tape Reading, tenho certeza que o próximo tópico vai te ajudar.

Curso sobre Tape Reading

Conforme comentei, os livros sobre Tape Reading não são uma boa fonte de aprendizado, pois a técnica é muito dinâmica e o entendimento através de ilustrações estáticas e palavras pode ser bem difícil.

Eu gosto de fazer uma comparação dizendo que enquanto a análise gráfica apresenta fotografias, cuja mudança da imagem depende do período dos candles, na análise de fluxo temos um filmes de ação, em que um minuto sem acompanhamento pode fazer toda a diferença.

Por onde começar?
Por onde começar?

Se você quer aprender tape reading, recomendo assistir todas do nosso Curso 100% Gratuito de Tape Reading!

Recapitulando sobre Tape Reading

Com toda a abordagem feita até agora, acredito que você tem tudo que precisa para decidir se vale dedicar mais tempo e energia para aprender a ler o fluxo de negócios do mercado, ou se esta técnica não se enquadra em seus objetivos e é melhor focar em outros métodos.

Caso decida mergulhar de cabeça no Tape Reading, não se esqueça de se planejar, pois como já foi mencionado, o aprendizado desta técnica é uma jornada e requer um certo cuidado para que o seu tempo e esforço não sejam desperdiçados.

Para finalizar, reforço que dentro do Portal do Trader você encontra tudo que precisa para se tornar um trader completo, tanto com relação ao uso do fluxo em suas análise, como outras técnicas de operação.

Espero que a minha experiência no assunto tenha contribuído para o seu aprendizado!

Aqui no Portal nós nos preocupamos com a sua formação, e é por esse motivo que estamos disponibilizando GRATUITAMENTE o nosso Curso Completo de Tape Reading, para que você, mesmo sendo um iniciante, possa aprender tudo que é necessário sobre esta técnica!

Torço para que tenha gostado do conteúdo, e nos vemos na próxima!

Categorias

Caio Sasaki

Especialista em Fluxo e Tape Reading e uma das maiores referências do mundo trader no Brasil.

Espero que você aprenda com esse artigo.

Logo Plano TNT

QUAL SEU PLANO PARA OBTER CONSISTÊNCIA NO TRADING?

QUERO COMEÇAR O PLANO TNT

Por que milhares de traders frequentam o Portal diariamente?

Especialistas e Traders Profissionais reconhecidos no mercado e com mais de 10 anos de experiência. Esse é o time que elabora nosso conteúdo.

Plataforma de E-learning EAD completa com centenas de vídeos gratuitos, artigos, perguntas de fixação e discussão.

Comunidade de Traders e Investidores que enfrenta os mesmos desafios que você e está sempre disponível para ajudar todos os dias.

Análise Técnica, Price Action, Tape Reading, Fundamentalista e mais. Acreditamos na diversidade de técnicas para cada aluno encontrar o seu caminho.

Day Trade, Swing Trade, Position e Alocação de Carteiras. Aprenda técnicas para operar cada modalidade de acordo com seus objetivos.

Dólar, Índice, Ações, Opções, Forex e até Bitcoin. Nosso conteúdo educacional engloba todos os principais ativos do mercado.

Comece seus cursos gratuitos


Quais são as vantagens em fazer parte do Portal do Trader?

  • Aumente suas chances de sucesso na Bolsa de Valores com nossa metodologia proprietária.
  • Fuja das armadilhas e não perca dinheiro com erros básicos no mercado. Nossa proposta é séria, sem promessas milagrosas.
  • Aprenda as melhores estratégias utilizadas por investidores e traders profissionais através de um sistema educacional completo.
  • Converse com outros traders e investidores em todos os nossos canais.
  • Aulas, Transmissões, Notícias e Calendário Econônico Ao Vivo todos os dias.