O que você quer aprender?

Ir

Entenda como operar arbitragem, principais vantagens e riscos

Já imaginou ganhar dinheiro na bolsa de valores sem ter um ativo em mãos? É isso que você pode fazer quando aprende a como operar arbitragem. Entenda neste artigo tudo o que você precisa saber sobre essa estratégia de investimento.

Trader Iniciante Set 23, 2021

Para que serve a arbitragem?

A arbitragem é um conceito que pode ser aplicado em diversas situações da vida. Ela consiste em extrair benefício econômico de discrepâncias temporárias de preço.

No mercado financeiro, ela se torna uma operação onde o investidor almeja realizar um lucro sem riscos, e, sempre que possível, sem a utilização do próprio capital.

A grosso modo, a operação de arbitragem consiste na compra e na venda de um mesmo ativo em diferentes mercados, com a intenção de ganhar o spread - diferença entre o preço de compra e o preço de venda - desse ativo.

Para que a operação se torne bem sucedida é necessário que haja uma distorção momentânea dos preços, vale ressaltar no entanto que com as evoluções tecnológicas e com a alta liquidez dos mercados, essas distorções acabam por ser cada vez mais raras e, quando acontecem, duram por pouco tempo.

A arbitragem teve sua origem no meio jurídico
A arbitragem teve sua origem no meio jurídico

Fora dos mercados, a arbitragem é um conceito que existe há bastante tempo. Essa definição surgiu inicialmente no processo de organização da cidade de Roma - por volta de 754 a.C - nessa ocasião, os romanos utilizavam do processo de arbitragem como forma de execução e aplicação das leis vigentes.

Em sua definição mais pura e simples, arbitragem é o processo de intermediação entre duas partes e, é por isso que ela é tão utilizada em diversas áreas do dia a dia.

Leia também:

Tipos de arbitragem

O trader pode operar arbitragem de diversas maneiras, então é necessário traçar a melhor estratégia para obter sucesso
O trader pode operar arbitragem de diversas maneiras, então é necessário traçar a melhor estratégia para obter sucesso

As operações de arbitragem costumam ser muito versáteis, como você já viu, elas se aplicam em diversos mercados e, também, fora deles.

Por isso, é importante saber quais são os principais tipos de arbitragem para ficar sempre atento às oportunidades que aparecem.

Bolsa a bolsa

Nesse modelo, você opera o mesmo ativo em um país diferente
Nesse modelo, você opera o mesmo ativo em um país diferente

Esse tipo de operação é caracterizado pela compra e venda do mesmo ativo em mercados diferentes, como por exemplo por meio dos certificados de depósitos de valores mobiliários.

Também conhecidos como BDR e ADR, esses ativos possuem a particularidade de serem negociados em bolsas de valores diferentes das quais a empresa está sediada.

O investidor pode comprar um BDR da Disney na bolsa brasileira e, um americano comprar um ADR da Petrobrás na bolsa americana.

Neste caso, como os papéis de uma mesma empresa são negociados em bolsas e moedas diferentes, pode haver distorções no preço dos ativos e, quando o investidor identifica isso, ele pode aproveitar e realizar um investimento de arbitragem, comprando Petrobrás no Brasil e vendendo nos Estados Unidos por exemplo.

No entanto, é de extrema importância que o investidor fique muito atento ao realizar essas operações, pois normalmente as distorções no preço são razoavelmente pequenas e, por se tratar de negociar em uma moeda diferente as taxas podem acabar consumindo o lucro da operação.

Cambial

Você pode realizar operações de arbitragem em diversas moedas diferentes
Você pode realizar operações de arbitragem em diversas moedas diferentes

A arbitragem cambial é caracterizada pela busca de realizar lucro com a discrepância no preço de moedas em praças financeiras diferentes.

Esse tipo de operação pode ser realizada de diversas maneiras, porém, a mais comum é chamada de arbitragem triangular.

Ela recebe esse nome pois é executada através de 3 moedas diferentes.

Digamos que o Dólar Americano está sendo cotado a R$5,00 no dia de hoje e, você em busca de oportunidades para realizar uma operação de arbitragem percebe que o Dólar Canadense está cotado a R$4,00.

No entanto, quando você compara o Dólar Canadense com o Dólar Americano o preço está de 1 para 1 - isso significa que a cada 1 dólar americano você pode trocar por 1 dólar canadense.

Ao analisar esses fatores, você identifica uma discrepância no preço dos ativos e, para aproveitar esses fatores você poderia imediatamente comprar 1000 dólares canadenses, trocá-los por dólares americanos e, em seguida, vender os dólares americanos em Real novamente.

Isso seria uma operação de arbitragem cambial perfeita.

Porém vale destacar que nem sempre acontece dessa maneira, na prática quando surgem essas oportunidades o spread costuma ser muito baixo e para obter um lucro considerável é necessário operar grandes volumes.

À vista contra a prazo

Neste modelo você pode vender um ativo com vencimento futuro por um preço mais baixo
Neste modelo você pode vender um ativo com vencimento futuro por um preço mais baixo

As operações de arbitragem à vista contra a prazo são autoexplicativas. Nesse modelo, o trader deve comprar um ativo no mercado a vista e vendê-lo no mercado futuro visando o lucro entre a diferença de preços.

Essa operação costuma ser muito segura e, em decorrência disso, as chances de aparecer uma oportunidade de arbitragem são mais escassas.

Para realizar esse tipo de operação, o trader poderia por exemplo comprar um ativo que replique o índice Ibovespa no mercado à vista e vender índice com contratos futuros para ficar com a diferença no preço.

Vale lembrar que já vai existir uma diferença na taxa de juros entre o ativo à vista e o futuro, e a arbitragem será o que o trader ganha além do juros.

Como funciona a operação de arbitragem?

A arbitragem está presente com frequência no mundo das vendas
A arbitragem está presente com frequência no mundo das vendas

A arbitragem é um conceito presente em toda a economia e, se você tem vontade de saber como operar arbitragem é necessário que você entenda primeiramente como funciona uma arbitragem perfeita.

Imagine a situação em que você ouve um rapaz dizer que está buscando adquirir um imóvel com 3 quartos, sala e cozinha.

E com essas condições o mesmo estaria disposto a pagar R$500 mil para adquirir o imóvel, caso encontrasse…

Ao escutar isso, você se lembra que tem um colega seu chamado Sérgio, que está se mudando da cidade e colocou à venda uma casa com as mesmas características que o rapaz está procurando.

Imediatamente você liga para o Sérgio para perguntar se ele já vendeu a casa e, caso não tenha, por quanto estaria disposto a vender.

Seu colega responde que está difícil encontrar compradores, porém ele precisa vender urgentemente o imóvel para se mudar de cidade, por isso baixou o preço na última semana e, está pedindo R$400 mil pelo imóvel.

Com as duas informações em mãos, você percebe que existe uma grande oportunidade de operar arbitragem em cima desta casa, pois você conhece um comprador disposto a dar 500 mil e, um vendedor que quer 400 mil, com isso, os 100 mil reais de diferença seria seu lucro.

Vale lembrar que exemplos como esse servem apenas para ilustrar o funcionamento da operação, para você que deseja aprender como operar arbitragem é fundamental que já fique ciente que arbitragens perfeitas como essa não vão acontecer no mercado financeiro.

Isso porque a própria existência da arbitragem faz com que ela mesma acabe, pois com o passar do tempo, as pessoas percebem essa discrepância e ao tentar aproveitarem também, os preços vão automaticamente se corrigindo.

Mesmo no ramo imobiliário o princípio da arbitragem é o mesmo: fazer o intermédio entre o comprador e o vendedor
Mesmo no ramo imobiliário o princípio da arbitragem é o mesmo: fazer o intermédio entre o comprador e o vendedor

Para continuar com o exemplo da casa, alguma outra pessoa poderia ficar sabendo desse negócio e, oferecer a mesma casa para o comprador por R$450 mil, com isso se você quisesse realizar negócio, teria que baixar seu preço e, oferecê-la a R$425.000, e assim os preços iriam cair até chegarem no valor de venda, que seria próximo aos 400 mil reais.

Agora que você já entendeu o funcionamento de uma arbitragem perfeita, vamos voltar aos conceitos de como isso ocorre na bolsa de valores. Mais adiante apresentarei um exemplo prático de como essa mesma operação ocorreria com ativos financeiros.

Conheça o melhor curso de ações gratuito do mercado. Comece agora as aulas do curso online “Investindo em Ações” do Portal do Trader.

Quais as vantagens da arbitragem?

As operações de arbitragem podem render grandes lucros aos investidores mais experientes
As operações de arbitragem podem render grandes lucros aos investidores mais experientes

A principal vantagem da operação de arbitragem é a isenção de risco por parte do ativo, uma vez que, você não está segurando nenhuma posição e, sim comprando em uma ponta e vendendo na outra.

Em compensação, essas operações têm ficado cada vez mais difíceis de serem realizadas, pois duram segundos e em mercados eficientes elas dificilmente aparecem.

Normalmente, para conseguir identificar as oportunidades de arbitragem e conseguir aproveitá-las, os traders utilizam programas específicos de análise para que sejam avisados com exatidão.

Exemplo prático de como operar arbitragem

Para operar arbitragem, o investidor precisa estar atento a todo momento, pois as oportunidades podem durar segundos...
Para operar arbitragem, o investidor precisa estar atento a todo momento, pois as oportunidades podem durar segundos...

Agora que você já entendeu como funciona a arbitragem, está na hora de te mostrar como operar arbitragem no mercado financeiro.

E antes de te mostrar um exemplo, volto a frisar que essas oportunidades aparecem e somem de maneira muito rápida no dia a dia, então para aproveitá-las é importante que você esteja sempre atento às oscilações diárias.

Além disso, existem diversas maneiras de se executar uma operação de arbitragem, porém o exemplo que vou te mostrar é no mercado de commodities.

Digamos que você perceba um movimento anormal no ativo do milho… O preço da saca está sendo negociado a 120 reais no mercado a vista e, ao mesmo tempo, o mercado futuro com liquidação para daqui a seis meses está negociando a saca de milho a R$140.

Diante dessas informações você verifica que existe uma oportunidade escancarada de executar uma operação de arbitragem, bastando apenas verificar quanto custará as taxas, impostos e o juros - pois talvez você tenha que carregar a operação até o vencimento - para saber o lucro ao final da operação.

Ao realizar essa arbitragem, você obteve um lucro considerável sem necessariamente ter o ativo e, sim fazendo o intermédio entre o mercado a vista e o mercado futuro.

No entanto, fique sempre atento aos riscos operacionais que essa operação envolve, para que não ocorra nenhuma situação inesperada durante a operação.

Um grande ponto para ficar de olho é a liquidez do ativo em questão.

Para que a operação de arbitragem seja executada com perfeição, é fundamental que o ativo seja executado com rapidez nas duas pontas - isso significa que você deve verificar se há realmente liquidez suficiente na venda e na compra do ativo - pois como já mencionado, as distorções no preço tendem a ser corrigidas em questões de segundos.

Arbitragem entre mercados de outros países

Alguns fatores internacionais podem gerar discrepâncias no preço dos ativos
Alguns fatores internacionais podem gerar discrepâncias no preço dos ativos

Como já citado anteriormente, a arbitragem entre países ocorre quando o mesmo ativo é negociado em dois países com moedas diferentes. E essa discrepância no preço é possível por diversos fatores, dentre eles: o câmbio e os feriados.

Como esses ativos estão sendo negociados em moedas distintas, caso o câmbio sofra uma forte variação o ativo pode não acompanhar esse movimento em um primeiro momento, gerando assim uma bela oportunidade de arbitragem.

Existe também a questão de datas comemorativas, pois a bolsa brasileira pode estar fechada em um determinado dia por decorrência de um feriado, enquanto a bolsa americana está a todo vapor com suas negociações.

O que acontece é que, quando a bolsa do Brasil retoma suas atividades, o ativo precisa corrigir o preço do dia em que ficou sendo negociado lá fora e, isso pode gerar um gap na abertura, abrindo assim margem para uma operação de arbitragem.

Arbitragem entre classes de ativos (ON e PN)

Ao comprar ações ON, você passa a ter os mesmos direitos que os controladores da companhia
Ao comprar ações ON, você passa a ter os mesmos direitos que os controladores da companhia

Se você alguma vez já fez um curso de investimentos, certamente já sabe o que são ações ON e PN, mas caso ainda não saiba, algumas ações possuem classes de ativos diferentes, dentre elas, as mais famosas são as Ordinárias (ON) e as preferenciais (PN).

Em resumo, as ordinárias dão direito ao voto nas assembleias da empresa, enquanto as preferenciais dão o direito de prioridade no recebimento de dividendos…

“Mas Edu, o que isso tem a ver com arbitragem?” Por serem ações de classes diferentes, elas podem apresentar preços e variações diferentes por causa de algumas variáveis como liquidez do ativo, dividendos e governança.

As ações da mesma empresa, mas de classes diferentes podem apresentar uma diferença significativa na liquidez, e isso pode ser peça chave para abrir uma janela de oportunidade para operações de arbitragem.

A diferença de preço também pode ser ocasionada pelo pagamento de dividendos.

Hoje em dia, os dividendos tanto para ONs quanto para PNs costumam ser muito semelhantes, mas, dependendo do estatuto da empresa, pode ser que haja alguma diferença que resulte em uma leve discrepância no preço do ativo.

Por fim, a governança exerce papel importante nesta classe, pois ela pode emitir ordens de compra das próprias ações e, isso acaba por impactar no preço dos ativos, abrindo também uma possibilidade de operar arbitragem nesses momentos.

Afinal, operar com arbitragem vale a pena?

Vale a pena operar com arbitragem?
Vale a pena operar com arbitragem?

Sem sombra de dúvidas, as operações de arbitragem já valeram muito a pena para os investidores que tinham certa experiência no mercado.

No entanto, com a evolução tecnológica dos mercados, cada vez menos oportunidades desse tipo aparecem.

Isso ocorre pois os preços são corrigidos de maneira muito mais rápida, eliminando em segundos essa discrepância de preços.

Isto, por sua vez, acaba por tirar o “custo benefício" dessa operação, uma vez que para executá-la você precisa estar munido de bons softwares para te ajudar a identificar as oportunidades e ser muito preciso na hora de realizar a operação.

No entanto, é fundamental que você conheça esse tipo de operação para sempre estar atento às oportunidades que aparecem e, com isso, construir o seu repertório dentro do mercado.

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu os principais conceitos e as principais maneiras de como operar arbitragem.

É muito importante que você entenda o funcionamento dessa estratégia e também entenda o motivo pelo qual ela acontece, pois se você conseguir identificá-la, pode conseguir bons lucros com um risco relativamente baixo.

O conhecimento acerca de como operar arbitragem é importantíssimo para todos os tipos de traders, pois, um bom trader precisa conhecer muitas estratégias do mercado. Mesmo que não opere com frequência, é muito importante conhecê-las.

Agora, a missão é continuar seus estudos a respeito de estratégias no trading para que seu repertório continue evoluindo, impulsionando assim os seus resultados.

E como nossa missão é levar conhecimento  de graça e com muita qualidade, deixo aqui a minha recomendação para o nosso curso gratuito de investimento em ações, que tem por objetivo fazer você evoluir cada vez mais com professores que estão a anos no mercado e tem experiência de sobra para transmitir a você.

Acesse agora mesmo o curso "Investindo em Ações" e dê mais um passo rumo ao seu sucesso nos investimentos

https://portaldotrader.com.br/viver-de-mercado-financeiro-2021?lastAction=banner-viver-de-mercado-financeiro-2021

Categorias

Eduardo Becker

Físico de formação e trader desde 2005, atuando principalmente com Price Action. É professor da B3 e da FECAP.

Espero que você aprenda com esse artigo.

Logo Plano TNT

QUAL SEU PLANO PARA OBTER CONSISTÊNCIA NO TRADING?

QUERO COMEÇAR O PLANO TNT

Por que milhares de traders frequentam o Portal diariamente?

Especialistas e Traders Profissionais reconhecidos no mercado e com mais de 10 anos de experiência. Esse é o time que elabora nosso conteúdo.

Plataforma de E-learning EAD completa com centenas de vídeos gratuitos, artigos, perguntas de fixação e discussão.

Comunidade de Traders e Investidores que enfrenta os mesmos desafios que você e está sempre disponível para ajudar todos os dias.

Análise Técnica, Price Action, Tape Reading, Fundamentalista e mais. Acreditamos na diversidade de técnicas para cada aluno encontrar o seu caminho.

Day Trade, Swing Trade, Position e Alocação de Carteiras. Aprenda técnicas para operar cada modalidade de acordo com seus objetivos.

Dólar, Índice, Ações, Opções, Forex e até Bitcoin. Nosso conteúdo educacional engloba todos os principais ativos do mercado.

Comece seus cursos gratuitos


Quais são as vantagens em fazer parte do Portal do Trader?

  • Aumente suas chances de sucesso na Bolsa de Valores com nossa metodologia proprietária.
  • Fuja das armadilhas e não perca dinheiro com erros básicos no mercado. Nossa proposta é séria, sem promessas milagrosas.
  • Aprenda as melhores estratégias utilizadas por investidores e traders profissionais através de um sistema educacional completo.
  • Converse com outros traders e investidores em todos os nossos canais.
  • Aulas, Transmissões, Notícias e Calendário Econônico Ao Vivo todos os dias.