Todos aqueles que ingressam na área de trading passam pela fase em que buscam o Santo Graal, aquela técnica incondicionalmente vencedora.  Acreditam que o segredo do sucesso se limita ao encontro de um setup matador, aquele que funcionará para todo o sempre.

Além disso, praticamente todos os que passaram pela experiência de operar o mercado já aprenderam, muitas vezes a um custo muito alto, que não existe uma técnica vencedora. Alias, arriscaríamos dizer que toda e qualquer técnica dará certo em algum momento. Algumas, obviamente, possuem uma taxa de acerto um pouco maior que outras, mas isto não será suficiente para a obtenção de um resultado expressivamente melhor.

A questão é que se escolhermos uma única técnica e a utilizarmos para sempre, veremos que nem sempre ela funciona. Tomemos o exemplo da técnica de cruzamento de médias móveis. É certo que esta técnica funcionará muito bem nos períodos em que o mercado está em clara tendência. Entretanto, assim que o mercado entrar em congestão, ou seja, que o preço ficar lateralizado, o trader que opera cruzamento de médias correrá o risco de ter que devolver boa parte dos seus ganhos ao mercado porque esse tipo de técnica é adequando apenas para mercados em tendência e ela não funcionará em mercados laterais.

Em suma, se você é um trader exclusivamente seguidor de tendência, não terá muito o que fazer em períodos de lateralização do mercado. E se tentar utilizar sua técnica seguidora de tendência, poderá perder um bom dinheiro tentando.

Além disso, alguns ativos são muito mais voláteis que outros, alguns são mais direcionais, outros ainda são sazonais, o que faz com que sua operação exija técnicas distintas. A modalidade operacional também será um fator importante na escolha da técnica, já que alguns indicadores funcionam melhor em tempos gráficos maiores e se o trader decidir fazer scalp  trading e position trading, terá necessariamente que utilizar técnicas específicas para cada um.

Por isso é importante conhecer um grande número de técnicas para poder escolher aquela que melhor responde à dinâmica do mercado e do ativo que pretende operar. A este conjunto de técnicas dá-se o nome de repertório, ou seja, uma coleção de técnicas distintas que o trader deverá dominar para saber como escolher a técnica apropriada para cada situação de trade.

O mercado é dinâmico e muda com bastante frequência. Períodos de forte alta se intercalam com períodos de lateralização para, mais tarde, reverter ou mesmo continuar a subir. E isto pode ocorrer em qualquer tempo gráfico, do minuto ao mensal. Então o trader tem que saber utilizar a técnica apropriada para cada uma dessas fases. Versatilidade é a palavra.

Mas para ser capaz de determinar o tipo de técnica mais adequada para cada situação de mercado, o trader tem que conhecer profundamente cada uma delas – e são muitas.

Por isso a fase de aprendizado é tão importante, e é para isso que as contas demo servem. Conhecer uma técnica e todas as suas possibilidades, adquirir destreza operacional e fluência requerem um bom tempo de estudo até que o trader esteja familiarizado intimamente com cada técnica. Mas para isso, serão necessárias horas de estudo e semanas de prática.

Seria ingênuo acreditar que se pode aprender um setup em poucas horas, fazer um backtest e ganhar muito dinheiro na semana seguinte. A realidade é muito mais complexa que isto. Uma pessoa que pretenda fazer do trading a sua profissão deverá dedicar-se durante muito tempo até que adquira fluência operacional e consistência.

É por essa razão que cursos de finais de semana não formam traders profissionais. No máximo ensinam técnicas e dão algumas dicas sobre gestão de risco e psicologia. O Programa de Treinamento do Portal do Trader, o TNT, não tem este nome à toa. Trader Nível Três é aquele que domina todos os aspectos que compõe a realidade profissional de um trader.

Ser um trader nível três requer disciplina, força de vontade, paciência e capacidade de estudo. Não é diferente de outras profissões. Todas elas exigem que se adquira um conjunto fundamental de conhecimentos  teóricos, um repertório de técnicas distintas capazes de resolver diversos problemas, além de dedicação, muito tempo e esforço antes de se ganhar o primeiro centavo. Todas elas exigem treinamento, tentativa e erro, disciplina, paciência e investimento financeiro.

Por isso, todo trader deve esforçar-se para construir seu repertório particular, que possibilitará usar sua criatividade para responder aos diversos desafios que o mercado apresenta todos os dias. Pense nisso.