O que você quer aprender?

Ir

Ações small caps: O que são, Características e Como investir nas melhores (2021)

Ações small caps são ativos de empresas que têm menor valor de capitalização no mercado financeiro, entre R$300 milhões e R$2 bilhões. Elas são negociadas como as demais ações e possuem seu próprio índice na bolsa. Nesse post você vai entender tudo sobre elas, e como investir nesse tipo de ações!

Ações Ago 05, 2021

O que são ações small caps?

Ações small caps são aquelas que pertencem a empresas com uma capitalização menor do que as gigantes da bolsa de valores brasileira.

Em geral, elas podem pertencer a companhias mais jovens, em fase embrionária de crescimento, ou simplesmente estarem em um ramo que não tem valor de mercado tão alto.

Essas empresas geralmente são consideradas como opções com alto potencial de crescimento.

Muitas delas são disruptivas, tentando encontrar novas formas de atender às necessidades do mercado, e por isso podem ser muito valorizadas no futuro.

No entanto, não é toda empresa com ações small caps que entra nesse perfil. Algumas podem ser mais consolidadas e fazerem parte de um ramo não tão valorizado.

Ao mesmo tempo que o potencial de crescimento pode ser diferente dentro das empresas desse setor, o mesmo vale para o nível de risco. Empresas mais disruptivas podem dar errado e falir com mais facilidade, porém as mais consolidadas não enfrentam tanto esse problema.

Quer saber mais sobre como identificar os tipos de ações e em quais investir? Acesse nosso curso gratuito Investindo em Ações aqui no Portal do Trader para ficar por dentro de tudo.

Exemplos

Algumas das empresas que têm seus ativos classificados como ações small caps podem ser startups - empresas jovens, às vezes em fase experimental de seus produtos, e com grande potencial de crescimento -, como a Méliuz.

Essa startup brasileira tem o código CASH3 e é focada em serviços de cupons de desconto e serviços de cashback - retorno de valor pago por um item de volta para a conta - para clientes.

Mas, na B3 - a bolsa de valores brasileira - também é possível encontrar empresas mais tradicionais no mercado dentro da classificação de small caps.

Esse é o caso da Tupy, que é líder no ramo de fundição de ferro no Brasil, e tem o código TUPY3.

Outro exemplo de uma empresa mais consolidada e com ações small caps é a RNI - Negócios Imobiliários.

Com o código RDNI3, essa companhia do setor de imóveis vem se aproveitando da alta do seu mercado e se valorizando recentemente.

Qual a diferença entre as ações small caps, mid caps e blue chips?

Além das ações small caps, os ativos na bolsa também podem ser classificados em mais duas categorias: mid caps e large caps, também chamados de blue chips.

Esse último nome se deve a uma comparação que se faz entre as ações e o pôquer.

No jogo de poker, as fichas azuis - em inglês, blue chips - são as mais valiosas que se pode ter.

No mercado, as ações dessa categoria pertencem às empresas com maior valor de mercado.

A diferença entre cada uma das três categorias se refere à capitalização de mercado das empresas em cada uma delas.

Isto é, o valor somado de todas as suas ações na bolsa de valores.

As ações small caps têm uma série de características que são definidas por autoridades da bolsa de valores.
As ações small caps têm uma série de características que são definidas por autoridades da bolsa de valores.

Aprenda também sobre:

O que define uma ação como small cap?

Para que uma empresa tenha suas ações definidas como small caps, elas precisam cumprir algumas condições estabelecidas pela B3.

Além disso, a capitalização dessas companhias não pode ser maior do que R$ 2 bilhões.

Se uma empresa que hoje é classificada como small cap ultrapassar esse valor, ela chegará ao patamar de mid cap e depois blue chip.

As condições da B3 para que uma ação seja small cap são:

  1. Ser um dos ativos que, em ordem decrescente, está fora da lista daqueles que representam 85% do valor de mercado das empresas listadas na bolsa.
  2. Estar entre aqueles ativos que, durante a vigência das três carteiras anteriores, representam juntos em ordem decrescente 99% do Índice de Negociabilidade. Isto é, são ações de baixa liquidez no mercado.
  3. Precisa ter presença de 95% no pregão durante as últimas três carteiras vigentes.
  4. Não pode ser classificada como uma Penny Stock: ação que é negociada por valor inferior a R$ 1,00.

Cumprindo esses requisitos, uma ação entrará para o Índice Small Cap (SMLL), que age como uma carteira teórica de ativos que serve como referência para fundos de índice negociados em lotes na bolsa de valores.

Falo mais sobre um desses fundos logo abaixo.

O que é o fundo de índice SMAL11?

Um fundo de índice, também conhecido pela sigla ETF - do inglês, Exchange Traded Funds -, é um tipo de investimento que se realiza sobre uma carteira de ações.

Em geral, estes fundos utilizam um índice de referência para compor a coleção de ativos e a rentabilidade.

Ou seja, sempre que um trader investe em um desses fundos ele passa a ser dono das ações contidas na carteira sem necessariamente adquirir uma por uma.

Os ativos que compõem um ETF podem ser alterados pelo gestor ao longo do tempo, se ele julgar necessário.

No caso do SMAL11, esse é um fundo de índice de ações small caps que utiliza o SMLL da B3 como base.

Nele, 95% das ações contidas na carteira de investimentos estarão de acordo com o índice de referência.

Portanto, quem quiser começar a investir em ativos de empresas classificadas como small caps pode procurar por um fundo de índice como esse sem ter que buscar as ações individualmente. Menos custo e menos trabalho.

O alto potencial de valorização das small caps as tornam boas formas de ganhar dinheiro.
O alto potencial de valorização das small caps as tornam boas formas de ganhar dinheiro.

Aspectos para se atentar antes de investir em ações small caps

Em se tratando de ações small caps, elas funcionam de forma semelhante à maioria dos papéis de empresas na bolsa de valores.

Ainda assim, há algumas características que é preciso ficar atento antes de realizar esse tipo de investimento.

Então, agora eu irei mostrar para vocês alguns dos possíveis riscos que podem envolver as small caps e como se assegurar contra eles.

Com essas dicas, espero que consigam realizar investimentos com segurança e tendo a melhor rentabilidade possível.

Liquidez

Por se tratarem de empresas que não tem tanto valor em suas ações e muitas vezes são menos reconhecidas no mercado do que uma Petrobras, Vale, Ambev, entre outras, as small caps não possuem uma liquidez tão grande.

Ou seja, o número de operações de compra e venda de ações small caps é consideravelmente menor do que o de ativos nas outras duas categorias.

Isso pode ser um problema na hora em que você quiser vender os papéis de uma empresa e não consiga fazer isso imediatamente pois não encontra um comprador, e vice-versa.

Esse tipo de situação pode acarretar em perda de dinheiro através da desvalorização de um ativo enquanto não o vende.

Incerteza nos dados

No geral, a incerteza é uma das maiores ressalvas que um investidor ou trader deve ter com as small caps.

Apesar do alto potencial de valorização, seus resultados no mercado costumam ser bastante voláteis.

De certa forma, elas são imprevisíveis pois podem não sair do lugar ou desvalorizar assim como podem ter seu preço subindo muito rapidamente.

Isso é especialmente verdade para as empresas que acabaram de entrar na bolsa e não possuem um histórico que possa ser analisado com cuidado.

Quando falamos de dados de desempenho das empresas, essa questão da incerteza é ainda mais importante.

As companhias mais jovens no mercado podem não ter os indicadores necessários para apontar a melhor oportunidade de investimento.

Você pode ter mais trabalho para conseguir acesso aos balanços e resultados de algumas das empresas small caps, além de não saber se os dados divulgados são confiáveis.

Reserve parte do seu patrimônio em outros ativos

Essa dica é válida para todo tipo de investimento: faça uma reserva em outros ativos.

Uma estratégia que envolve a distribuição de seu patrimônio em diferentes fontes de receita é a mais segura que se pode ter.

Assim, caso alguma previsão ocorra de maneira diferente da esperada e você perca dinheiro em uma frente, outros investimentos podem compensar acidentes como esse.

Ao mesmo tempo, você não corre o risco de perder uma parte grande do capital por colocar todo o seu investimento em um único ativo que se desvalorize.

Para preservar seu patrimônio, é importante ponderar risco e retorno nesse tipo de investimento.
Para preservar seu patrimônio, é importante ponderar risco e retorno nesse tipo de investimento.

5 principais Small Caps do Índice SMLL

A seguir, vamos listar para você as 5 Small Caps com maior participação no Índice SMLL, de acordo com a classificação da B3:

1. PetroRio

A Petrorio (PRIO3) é uma empresa brasileira que atua no setor de produção de petróleo e gás.

Ganhou destaque nos últimos anos, hoje compondo quase 4% de todo o Índice SMLL, sendo uma das principais ações do indicador.

2. Embraer

A Embraer (EMBR3) é uma multinacional brasileira, fabricante de diversos tipos de aviões, desde simples aviões comerciais até aeronaves militares.

No Índice SMLL, a empresa possui uma participação de 3,7%, se destacando como um dos papéis com maior relevância neste grupo.

3. Azul

A Azul (AZUL4) é uma companhia aérea brasileira, fundada em 2008 e, hoje, uma das principais linhas aéreas do país.

Por conta de sua participação de 3,4% no Índice SMLL, é considerada uma das mais relevantes do indicador.

4. Locaweb

A Locaweb (LWSA3) é uma empresa brasileira de hospedagem de sites e de serviços digitais, sendo uma das líderes desse segmento no Brasil e na América Latina.

A empresa compõe quase 2,9% de todo o Índice SMLL, por isso está com certeza presente nesta lista!

5. Gerdau Metalúrgica

Por sua vez, a Metalúrgica Gerdau (GOAU4) é a holding  de uma das grandes líderes em produção de aço no Brasil, a Gerdau S.A. Esta é a maior companhia brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras deste material no mundo todo.

Com participação de quase 2,6% no Índice SMLL, alcança a 5ª posição nessa lista.

Quando saber se vale a pena investir em ações small caps?

Para saber se vale a pena ou não investir em ações small caps, é preciso entender seu perfil de investidor e o que você busca.

Além disso, é necessário conciliar suas preferências com as características das ações em si.

Ao mesmo tempo que o potencial de ganhos é alto, a escassez de dados de desempenho ou simplesmente dificuldade em obtê-los faz com que esse seja um investimento com risco maior do que a compra de ações de empresas blue chips.

Para determinar se vale a pena fazer esse tipo de operação, é preciso saber como essa proporção de risco versus retorno impacta seus trades.

Se isso não for problema pra você e estiver alinhado à sua estratégia, então siga em frente.

Como começar a investir em small caps?

Investir em small caps é simples, igual ao processo de compra e venda de ações de qualquer empresa na bolsa de valores.

Para isso, você vai precisar ter uma conta em uma corretora.

Após isso, é só entrar em sua plataforma de trading ou homebroker e pesquisar por ações small caps.

Você pode criar filtros de pesquisa para encontrá-las, buscando especificamente pelos papéis de empresas cuja capitalização seja de até R$ 2 bilhões, por exemplo.

Além dos filtros básicos, antes de escolher quais ações irá adquirir, é uma boa ideia realizar a análise técnica com base nos dados disponíveis sobre o histórico de preço dos ativos.

Ou optar pela análise fundamentalista das empresas.

Depois de comprar suas ações, eu recomendo que você acompanhe de perto as empresas escolhidas, se optar por estratégias de investimento a longo prazo.

Pode ser mais difícil ter acesso aos dados e relatórios financeiros das companhias, mas alguns balanços podem ser encontrados em sites institucionais em seções como a de relacionamento com investidores.

Caso prefira, ao invés de buscar pelos ativos individualmente você também pode optar por adquirir cotas de um fundo de investimentos focado em small caps, como é o caso do SMAL11.

Como analisar quais as melhores ações small caps?

Além de saber as estratégias, é importante também conhecer o procedimento de como escolher as melhores ações small caps.

Um jeito de fazer isso é observando o SMLL.

O Índice Small Cap apresenta uma média do desempenho das ações e units de empresas de baixa capitalização. É possível pensar nele como um termômetro para esse mercado.

Quando as ações small caps vão bem, ele reflete esse resultado também. Portanto, quem deseja investir nesse setor precisa sempre acompanhar o índice SMLL para saber os rumos do mercado.

Para ter ainda mais informações importantes sobre como e quando investir, aprender mais sobre a bolsa de valores e conceitos de day trading você também pode acompanhar o Blog do Portal do Trader.

Aqui no blog eu e outros traders profissionais do Portal damos algumas dicas para investidores periodicamente, abordando diversos assuntos.

Você pode investir em ações small caps em seu home broker, da mesma forma que compra e vende outros ativos.
Você pode investir em ações small caps em seu home broker, da mesma forma que compra e vende outros ativos.

Conclusão

Então, podemos ver que as ações small caps não são muito diferentes de qualquer outro ativo negociado na bolsa de valores. De fato, suas operações ocorrem nas mesmas plataformas.

O que muda é em relação às características das empresas dessas categorias, como a proporção de risco e retorno, a liquidez e a volatilidade, além de algumas outras peculiaridades.

Se você deseja investir nessa categoria de ativos, acredito que depois de ler este artigo então esteja mais capaz de fazer isso com segurança e maximizando seus potenciais ganhos.

Se você se interessa nesse tipo de produto financeiro, tenho uma oportunidade sensacional para você.

No Portal do Trader, estamos disponibilizando GRATUITAMENTE nosso curso Investindo em Ações, em que você aprenderá absolutamente tudo sobre esse tipo de investimento, de uma maneira pensada para iniciantes.

Não fique pra trás dos outros investidores, invista seu tempo na sua formação, e colha os frutos com seus resultados no mercado financeiro!

É isso que queremos que você consiga com nosso curso completo.

Vou ficar por aqui e desejo a todos muito sucesso em seus trades. Um abraço!

Categorias

Marcos Moore

Marcos Moore é trader desde 2004, empresário e foi sócio-diretor da XP. É também autor de livros sobre o mercado.

Espero que você aprenda com esse artigo.

Logo Plano TNT

QUAL SEU PLANO PARA OBTER CONSISTÊNCIA NO TRADING?

QUERO COMEÇAR O PLANO TNT

Por que milhares de traders frequentam o Portal diariamente?

Especialistas e Traders Profissionais reconhecidos no mercado e com mais de 10 anos de experiência. Esse é o time que elabora nosso conteúdo.

Plataforma de E-learning EAD completa com centenas de vídeos gratuitos, artigos, perguntas de fixação e discussão.

Comunidade de Traders e Investidores que enfrenta os mesmos desafios que você e está sempre disponível para ajudar todos os dias.

Análise Técnica, Price Action, Tape Reading, Fundamentalista e mais. Acreditamos na diversidade de técnicas para cada aluno encontrar o seu caminho.

Day Trade, Swing Trade, Position e Alocação de Carteiras. Aprenda técnicas para operar cada modalidade de acordo com seus objetivos.

Dólar, Índice, Ações, Opções, Forex e até Bitcoin. Nosso conteúdo educacional engloba todos os principais ativos do mercado.

Comece seus cursos gratuitos


Quais são as vantagens em fazer parte do Portal do Trader?

  • Aumente suas chances de sucesso na Bolsa de Valores com nossa metodologia proprietária.
  • Fuja das armadilhas e não perca dinheiro com erros básicos no mercado. Nossa proposta é séria, sem promessas milagrosas.
  • Aprenda as melhores estratégias utilizadas por investidores e traders profissionais através de um sistema educacional completo.
  • Converse com outros traders e investidores em todos os nossos canais.
  • Aulas, Transmissões, Notícias e Calendário Econônico Ao Vivo todos os dias.