Time Frames

Para nós entendermos o mercado, captarmos os sinais que ele nos dá, é sempre necessário um determinado time frame ou tempo gráfico. Um gráfico de cinco minutos, por exemplo, tem cada candle ou barra que se desenvolve em cinco minutos de negociação do mercado. Os mais ansiosos utilizam o gráfico de 1 minuto, pois ele é mais "rápido" e poderia pegar movimentos menores, com stops menores também. Mas logo percebem que os sinais que o mercado dá (padrões gráficos, padrões de candles) não têm muita confiabilidade.

De fato, existe uma máxima na análise técnica de que quanto maior o tempo gráfico mais confiáveis os sinais e padrões, seja de continuidade ou reversão. Portanto, um sinal dado no gráfico de 5 minutos é mais relevante do que um sinal no 1 minuto. Um padrão no gráfico de 15 minutos tem mais força que um padrão no gráfico de 5 minutos, e assim sucessivamente.

Se pensarmos assim, podemos trabalhar com a ideia de que gráficos longos são melhores, certo? Não necessariamente! Trabalhar com um gráfico de 30 minutos, por exemplo, pode lhe dar ótimos sinais, confiáveis e para buscar alvos mais longos. Mas lembre-se sempre que estamos falando de daytrade, de operações para buscar movimentos curtos. Nesse sentido, um dia inteiro de negociações de contratos futuros teria apenas 9 candles de uma hora e 18 candles de trinta minutos, portanto não conseguiríamos abrir uma operação e fechar no mesmo dia.

Aqui se recomendam os time frames de 5, 10 e 15 minutos. Assim, conseguimos ter um equilíbrio entre sinais relativamente confiáveis, alvos concretos para daytrade e stop condizentes com nosso risco.

Mais do que isso, o tempo gráfico tem um impacto psicológico. A sua percepção de mercado e sua ansiedade são afetadas pelo tempo gráfico. No gráfico de 1 minuto, por exemplo, muitos são os sinais, alguns falsos outros verdadeiros, e você se sentirá frustrado quando identificar um sinal que se desenvolve e não entrar na operação. Além disso, a sucessão rápida de candles faz com que nós fiquemos ansiosos para operar, querendo comprar ou vender a toda hora, o que é extremamente prejudicial psicologicamente e também para seu capital!

Alguns traders mais experientes utilizam uma técnica que se chama scalp trade, de pegar rompimentos curtos, movimentos rápidos em determinada direção com entradas e saídas que têm intervalo de minutos, até segundos! Para tal, pode-se utilizar o tempo gráfico de 1 minuto, e muitos aliam o gráfico com a leitura de fluxo ou tape reading, que veremos mais para a frente em nosso curso. No entanto, de maneira geral, se você está começando, recomendamos a utilização de gráficos a partir de 5 minutos, que trazem excelentes oportunidades para fazer daytrade.