Setups

Após termos entendido as técnicas gráficas de abordagem do mercado e, antes de entrarmos na famosa técnica de tape reading ou leitura de fluxo, vamos entender como os setups são vitais não só para a sobrevivência do trader como também para seu desenvolvimento como operador consistente.

Setup é um conjunto de regras que determina a entrada da operação. Essas regras podem ser as mais diversas: podem ser o cruzamento de médias móveis, níveis de indicadores, rompimento de níveis de suporte ou resistência, padrões de candles, padrões gráficos, todos com aumento de volume ou sem. Esse conjunto de regras é muito importante para que nós criemos um padrão de nossas operações. Se não tivermos critérios para entrar e sair do mercado, qualquer sinal ou qualquer movimento mais volátil pode fazer com que nosso emocional nos diga que é hora de entrar, quando, na verdade, não há nada que nos aponte para tal.

Mais do que entrada, quando entramos em uma operação na compra ou na venda, é fundamental já traçar nossos alvos e nosso stop. Alvos determinados nos ajudam a realizar o lucro e garantem que uma operação vencedora que não foi finalizada possa, eventualmente, tornar-se uma operação perdedora. Temos que ter plena ciência de que tipo de movimento buscamos em nosso operacional.

O stop é o nível de risco máximo que aceitamos em determinada operação. Caso o preço atinja nosso stop, é imperativo sair, pois a situação pode piorar, e muito. Lembre-se: o stop fere o ego ao termos que admitir nosso erro, mas preserva nosso bolso e nossa expectativa positiva de relação risco e retorno. Temos que sempre jogar as possibilidades em nosso favor, e setups bem elaborados fazem isso muito bem.

Além de tudo, como comentamos, os setups são muito importantes também pelo fator psicológico. A atividade do trader pode ser estressante e pode haver uma mistura de emoções durante as operações ou mesmo fora delas. Quando nós criamos regras de entrada e saída do mercado, limitamos – e isto é um exercício contínuo – que as emoções influenciem nosso operacional. É importante ter um abordagem mais fria e calculista quando estamos falando de day trade, e isso vamos abordar quando falarmos de mindset

Conclusão: nenhum setup é o Santo Graal do trader. É importante testar várias estratégias através de um período considerável de tempo para saber se traz para nós uma relação interessante de risco e retorno. Como se diz no mercado: "Setup é setup", ou seja, se houve um sinal, deve-se entrar com confiança, caso não dê certo, saia no nível de stop e tente em nova oportunidade.