O que você quer aprender?

Ir

VWAP: O que é e Como Utilizá-lo em suas Operações de Day Trading?

O VWAP é um dos indicadores preferidos dos grandes players do mercado, calculando o preço médio de ativos dentro de um período ponderado pelo volume negociado. Entenda como ele funciona, como utilizá-lo e quais são suas principais limitações!

Análise Técnica Jan 18, 2022

O que vamos discutir neste post?

O que é o VWAP (Volume Weighted Average Price)?

Esse indicador leva em consideração o volume negociado, um elemento importantíssimo para a análise
Esse indicador leva em consideração o volume negociado, um elemento importantíssimo para a análise.

VWAP (Volume Weighted Average Price) nada mais é do que uma média móvel ponderada pelo volume das negociações de um ativo.

Esse indicador é um dos mais utilizados pelos grandes investidores – na sua maioria institucionais –, pois permite ampla visualização da liquidez e dos pontos de interesse do ativo em análise.

O volume é um dos elementos mais importantes para a análise de qualquer ativo. Inclusive, esse é um dos postulados da Teoria de Dow, uma das mais importantes teses sobre o mercado financeiro já criadas.

Charles Dow, seu criador, diz:

“O volume acompanha a tendência.”

Ou seja, seja lá qual movimento acontecer, ele será muito mais forte se for acompanhado de um alto volume.

E já que esse indicador, diferentemente de outras médias móveis, mede o preço médio de um determinado ativo financeiro dentro de um período ponderado pelo volume negociado, ele se torna extremamente importante para a compreensão dos movimentos e tendências do mercado.

O indicador também costuma ser muito utilizado por day traders, normalmente em minicontratos futuros.

  • Quer aprender a operar minicontratos, mas não sabe como e nem por onde começar? Assista já ao nosso Curso Gratuito de Minicontratos e comece a operar esse ativo com o pé direito!

Aprenda também:

Adianto desde já: particularmente, não sou um grande adepto do VWAP. Entretanto, isso não quer dizer que ele não funcione, ou que eu não o recomendo.

Acho que ele deve, com certeza, ser testado nas suas operações, já que cada trader opera de uma maneira diferente.

O fato de eu não ter me adaptado tão bem a ele não significa que o mesmo acontecerá com você.

Como é calculado o indicador VWAP?

Não se preocupe, você não vai precisar voltar aos seus tempos de ensino médio e calcular a média ponderada que esse indicador proporciona. É tudo automático!
Não se preocupe, você não vai precisar voltar aos seus tempos de ensino médio e calcular a média ponderada que esse indicador proporciona. É tudo automático!

Essa média móvel é calculada a partir de uma fórmula simples de média ponderada:

Na fórmula, P = Preço

Você provavelmente já deve ter visto essa fórmula alguma vez no ensino médio…

E o mais incrível: você não precisa fazer essa conta em momento algum: o próprio sistema cuida de tudo isso.

Por que o VWAP é tão importante para os traders?

Os grandes investidores costumam utilizar muito esse indicador em suas operações
Os grandes investidores costumam utilizar muito esse indicador em suas operações.

O VWAP, como já discutimos no começo do post, é um indicador muito interessante para certos perfis de traders, principalmente para os “peixes grandes”.

A região dessa média móvel é muito visada pelos grandes players. Isso acontece em função da forte disputa naquele patamar entre os compradores e os vendedores.

Nesse sentido, essa ferramenta serve como um imã para os preços, que se aproximam e se afastam do indicador.

Os preços podem retornar até a média – onde sempre existe uma grande concentração de ordens.

Além disso, existe uma outra forma de leitura: os preços, ao se descolarem desse ímã, ficam livres para altas e baixas.

Em resumo: as regiões dessa média móvel são muito relevantes para praticamente qualquer trader. Se trata de áreas disputadíssimas e cheias de oportunidades para operadores.

E lembre-se que você pode utilizar esse indicador para operar diversos tipos de ativos, como:

Como usar o indicador VWAP no day trading?

Existem diversas formas de usar esse indicador no day trade.

Como eu disse anteriormente, o day trade provavelmente é a melhor modalidade para a utilização desse indicador. Por isso, existem algumas estratégias e táticas muito interessantes que você pode aplicar nas suas operações.

Vamos conferir!

Afastamento e aproximação da VWAP

Neste caso, o indicador serve como uma média móvel.

Esse cenário ocorre quando há um distanciamento entre os preços – para cima (sobrecompra) ou para baixo (sobrevenda) – e a média móvel dos preços.

Caso os preços estejam muito esticados para cima, observa-se uma oportunidade de venda, buscando uma volta até a média.

No caso de os preços estarem esticados para baixo, observa-se uma oportunidade de compra, pois eles podem retornar à média.

Essa estratégia é chamada de “afastamento” ou também de “retorno à média”.

Exemplo de estado sobrecomprado (esticado para cima), sinalizando chance de um recuo nos preços
Exemplo de estado sobrecomprado (esticado para cima), sinalizando chance de um recuo nos preços.

Suportes e resistências

Esse indicador também pode ser utilizado como uma região de suporte e resistência dos preços.

Basicamente, essas regiões podem servir para segurar a queda dos preços (suporte) e bloquear as altas (resistências).

Entender essa dinâmica é importantíssimo para utilizar esse indicador na sua análise.

A seguir, um exemplo de como isso tudo funciona:

VWAP servindo como zona de resistência (primeiro círculo) e suporte (círculos seguintes)
VWAP servindo como zona de resistência (primeiro círculo) e suporte (círculos seguintes).

Cruzamento dos preços x VWAP

Também pode ocorrer a situação em que os preços rompem para cima a VWAP – neste caso, encarada como uma resistência – o que gera uma pressão compradora.

Caso o contrário aconteça, e os preços rompam para baixo – com o indicador atuando com suporte – é gerada uma pressão vendedora.

Nesse caso, o indicador funciona como um cruzamento de duas médias móveis, o que talvez seja o setup mais comum dentre todos.

Isso acontece porque esse cruzamento é muito visível, tornando fácil de perceber os gatilhos de entrada e saída.

Além disso, é um sistema trend following (seguidor de tendência), em que devemos estar sempre juntos dos grandes players. Se a pressão maior é a de compra, vamos buscar sinais de entrada na compra. Se é de venda, vamos ficar imediatamente vendidos.

Exemplo de cruzamento dos preços com a VWAP
Exemplo de cruzamento dos preços com a VWAP.

Como funciona o VWAP como benchmark de mercado?

E além de tudo isso, esse indicador também é utilizado como benchmark de mercado!

Caso você não saiba, benchmark é como se fosse um “referencial”. Ou seja, é utilizado para analisar determinados ativos ou operações em relação a esse ponto de referência.

Neste caso, o valor desse indicador no período de 1 dia é utilizado para avaliar a eficiência de compras e vendas em grandes volumes de determinado ativo financeiro.

A lógica utilizada é a seguinte:

A compra de um ativo com preço médio inferior ao benchmark indica uma compra eficiente e satisfatória para o trader.

A mesma lógica é utilizada para a venda: se a venda ocorrer a um preço médio maior que o benchmark, podemos considerá-la satisfatória!

Em grandes lotes – normalmente negociados por grandes players –, essa comparação é indispensável. É sempre importante ter plena consciência da qualidade de todas as operações.

Quais são as limitações do VWAP?

Infelizmente, nem tudo são flores neste mercado…

Esse indicador pode ser muito eficiente para algumas situações, mas, assim como todos os outros, também tem suas limitações.

Vamos conferir quais são as principais:

Movimentos laterais

Se você se deparar com um gráfico lateralizado, dificilmente esse indicador será de grande ajuda…

Quando não há um claro desequilíbrio entre compradores e vendedores – seja nos setups de afastamento ou cruzamento dos preços – essa ferramenta perde muito de sua eficácia.

É necessário que esse desequilíbrio seja considerável para que você consiga utilizá-la com toda a sua eficácia. Caso contrário, não será de grande ajuda.

Subjetividade

Como falamos anteriormente, a estratégia de afastamento e aproximação diz que devemos prestar atenção aos momentos em que o ativo está sobrecomprado ou sobrevendido. Entretanto, quais critérios devem ser usados para definir isso?

Existe algum ponto pré-determinado em que se pode dizer que determinado ativo está esticado demais? A resposta é: não, isso é um critério subjetivo.

E depender de critérios subjetivos não é lá uma das coisas mais recomendadas a se fazer no trading…

Para solucionar esse problema, é importante estabelecer regras claras para a saída da posição. Sem isso, você provavelmente encontrará algumas dificuldades nas suas operações.

Não tem tanta efetividade em prazos maiores

Esse indicador não costuma funcionar muito bem em prazos grandes.

Pela minha experiência, ele funciona muito melhor no Day Trade do que no Swing Trade e Position Trade, por exemplo.

E, além disso, ele costuma funcionar melhor ainda em operações de minicontratos, especialmente o minidólar.

Conclusão

Se você é um day trader, acredito que testar o VWAP nas suas operações pode ser de grande valia.

Entretanto, não espere milagres, pois, sem critérios objetivos de análise, ele se torna extremamente subjetivo e ineficiente.

Particularmente, não sou um grande usuário dessa ferramenta, mas isso não o impede de testá-la e descobrir se ela se encaixa com sua maneira de operar.

Se quiser entender mais sobre esses indicadores da análise técnica e muitos mais elementos importantíssimos para as suas operações, acesse já o nosso Curso Gratuito de Análise Técnica e entenda toda a base dessa ferramenta tão utilizada pelos grandes traders!

Espero que tenha entendido tudo, nos vemos no próximo post!

Imagem do autor - Eduardo Becker

quero aprender agora

Categorias

Marcos Moore

Marcos Moore é trader desde 2004, empresário e foi sócio-diretor da XP. É também autor de livros sobre o mercado.

Espero que você aprenda com esse artigo.

QUAL SEU PLANO PARA OBTER CONSISTÊNCIA NO TRADING?

QUERO COMEÇAR O PLANO TNT

Por que milhares de traders frequentam o Portal diariamente?

Especialistas e Traders Profissionais reconhecidos no mercado e com mais de 10 anos de experiência. Esse é o time que elabora nosso conteúdo.

Plataforma de E-learning EAD completa com centenas de vídeos gratuitos, artigos, perguntas de fixação e discussão.

Comunidade de Traders e Investidores que enfrenta os mesmos desafios que você e está sempre disponível para ajudar todos os dias.

Análise Técnica, Price Action, Tape Reading, Fundamentalista e mais. Acreditamos na diversidade de técnicas para cada aluno encontrar o seu caminho.

Day Trade, Swing Trade, Position e Alocação de Carteiras. Aprenda técnicas para operar cada modalidade de acordo com seus objetivos.

Dólar, Índice, Ações, Opções, Forex e até Bitcoin. Nosso conteúdo educacional engloba todos os principais ativos do mercado.

Comece seus cursos gratuitos


Quais são as vantagens em fazer parte do Portal do Trader?

  • Aumente suas chances de sucesso na Bolsa de Valores com nossa metodologia proprietária.
  • Fuja das armadilhas e não perca dinheiro com erros básicos no mercado. Nossa proposta é séria, sem promessas milagrosas.
  • Aprenda as melhores estratégias utilizadas por investidores e traders profissionais através de um sistema educacional completo.
  • Converse com outros traders e investidores em todos os nossos canais.
  • Aulas, Transmissões, Notícias e Calendário Econônico Ao Vivo todos os dias.