O que você quer aprender?

Ir

Como operar Mini Dólar (WDO)? Principais Vantagens e Como Investir

O mini dólar é o nome popular que o mercado financeiro utiliza para se referir ao mini contrato futuro de dólar, negociado no mercado futuro da Bolsa de Valores. Neste post, você entenderá como operar Mini Dólar (WDO), as principais vantagens e riscos desse ativo e como ele funciona na prática!

Contratos Futuros Nov 05, 2021

O que vamos discutir neste post?

O que é mini dólar?

Antes de entender como operar Mini Dólar, vamos definir exatamente o que é este ativo.

Para entendermos o mini dólar, devemos entender o funcionamento dos contratos futuros que podem ser utilizados para negociar muitos ativos além do dólar.

Eles são basicamente um contrato onde ambas as partes se comprometem a comprar e vender determinado ativo em uma data futura, mediante um preço pré-determinado.

Te dou um exemplo:

Vamos supor que eu estou planejando minha viagem à Disney, que ocorrerá daqui um ano.

Levando em consideração todo o cenário econômico do Brasil - que convenhamos, não é dos mais estáveis - eu decido que vou me proteger da variação cambial do Dólar.

Como operar Mini Dólar: Não é segredo pra ninguém que quanto mais alta estiver a cotação do dólar, mais cara sairá uma viagem para a Disney. Nesse cenário, o mini dólar pode ser uma boa proteção
Como operar Mini Dólar: Não é segredo pra ninguém que quanto mais alta estiver a cotação do dólar, mais cara sairá uma viagem para a Disney. Nesse cenário, o mini dólar pode ser uma boa proteção

Para isso, vejo que posso negociar um contrato futuro de Dólar com vencimento para uma data próxima à minha viagem, pagando um preço pré-determinado.

Nessa situação, se a variação cambial for muito alta, e o Dólar subir muito, eu saí no lucro - mesmo que esse não fosse meu objetivo inicial - pois consegui certa quantia de dólares pagando um preço bem mais barato que o atual.

Por enquanto, não vamos entrar em valores desses contratos. Esse exemplo serviu apenas para que você entendesse como essa dinâmica funciona, a grosso modo.

Como você pôde ver, desses ativos nasceu a ideia de utilizá-los para proteger produtores, importadores e exportadores das oscilações de preços do mercado.

Um tempo atrás, esses contratos eram feitos um a um - e eram chamados de contrato a termo. Entretanto, para facilitar a liquidez, as Bolsas de Valores decidiram criar um contrato padrão.

Esse contrato é também conhecido como “dólar cheio”. Tal ativo possui algumas características específicas, tais como:

  • Cada contrato custa U$50 mil
  • São negociados em lotes mínimos de 5 contratos (U$250 mil)
  • 1 ponto equivale a R$50

Se quiser entender mais sobre as características do contrato padrão de dólar, assista a esse vídeo que nosso professor Caio Sasaki gravou para o canal do YouTube do Portal do Trader:

Entretanto, como você deve ter percebido, esse ativo tem um valor extremamente alto, inviável para a maioria dos pequenos produtores, importadores e exportadores, que estão constantemente expostos às variações do câmbio.

Pensando nisso, foram criados os Mini Contratos, que equivalem a 20% do contrato cheio.

E é sobre estes ativos que nós vamos discutir neste post.

Aprenda também:

Como funciona o mercado futuro?

O mercado futuro funciona de uma maneira muito simples.

Nesse ambiente, uma das principais funções do contrato futuro é a de proteção - também conhecida como hedge.

Como operar Mini Dólar: Muitas vezes, o principal objetivo de alguém que investe em contratos futuros é a proteção de seu patrimônio
Como operar Mini Dólar: Muitas vezes, o principal objetivo de alguém que investe em contratos futuros é a proteção de seu patrimônio

O investidor, querendo se proteger contra variações cambiais, crashes da Bolsa, e afins, pode recorrer ao mercado futuro em busca de algum contrato.

Um produtor de milho, por exemplo, pensando em preservar seu patrimônio e sua produção, pode decidir por vender algum contrato futuro.

Se existe o risco do preço de sua safra cair, ele pode vender um contrato de milho pelo preço atual, determinado no momento da venda.

Após o vencimento, ele terá recebido toda a diferença entre o preço pelo qual vendeu o contrato de milho e o novo preço mais baixo, e pode pegar esse dinheiro para recomprar sua produção, dessa vez pagando mais barato.

Nesse caso, o produtor teve lucro, mas esse nem sempre é o principal objetivo do investidor.

Mas como assim, Edu? Como o objetivo do investidor não é o lucro?

Pois é, nem tudo na Bolsa se resume a lucro/prejuízo.

Como operar Mini Dólar: Nem sempre o investidor está atrás de mais dinheiro em toda operação...
Como operar Mini Dólar: Nem sempre o investidor está atrás de mais dinheiro em toda operação...

No caso dos produtores, eles querem apenas proteger o financeiro de sua produção contra as oscilações do mercado. Um fazendeiro, por exemplo, planta seu produto para colher dali alguns meses.

Para isso ele coloca um monte de dinheiro na frente. Imagine se, quando ele for colher, o preço do produto no mercado internacional cair. Ele receberá um valor que talvez seja insuficiente para pagar seus custos.

Então ele utiliza o contrato futuro para travar seu preço antecipadamente, garantindo assim sua remuneração e, portanto, seu lucro.

Para investidores em ações, por exemplo, uma estratégia bem delineada, em conjunto com uma carteira de ativos balanceada, possui bastante espaço para algum hedge.

Isso é muito comum entre os investidores maiores, com capital suficiente para manter tal estrutura.

Para quem tem o objetivo de preservação patrimonial, o mercado futuro pode ser uma ótima opção.

Entretanto, esse mercado também é interessante para o especulador, que é a contraparte de quem está buscando hedgear seu patrimônio.

Ambos são igualmente importantes para o funcionamento desse mercado, que serve muito bem a esses dois objetivos.

Quais as vantagens de investir no mini dólar?

Como operar Mini Dólar: Vamos ver agora algumas das principais vantagens que o mini dólar traz consigo
Como operar Mini Dólar: Vamos ver agora algumas das principais vantagens que o mini dólar traz consigo

Antes de responder, é necessário fazer um esclarecimento:

Ninguém investe em dólar. Existem pessoas que especulam com contratos de mini dólar e pessoas que utilizam esses contratos como um hedge em relação às suas exposições ao dólar.

Digo isso pois moeda não é um investimento, mas sim uma reserva de valor.

Essa distinção é muito importante para que ninguém saia por aí com conceitos errados na cabeça.

Mas mesmo assim, especular em mini contratos de dólar traz consigo algumas vantagens excelentes! Vamos conferir:

Liquidez

O mini dólar, sem dúvida alguma, é um dos ativos com maior liquidez do mercado futuro.

Por ser consideravelmente mais acessível que o contrato padrão, um número grande de pequenos investidores negocia este ativo, o que traz a ele um grande volume diário de negociações.

Assim como o mini índice, essa liquidez torna-o muito atraente para traders e especuladores, que podem ganhar nas movimentações do mercado durante todo o pregão.

Ganho na queda do mercado

Uma grande vantagem do mini dólar é que é possível ganhar mesmo com o mercado em queda. Mas como isso funciona?

Nessas situações, você pode operar vendido (short).

Dessa maneira, você estará vendendo o ativo mesmo sem tê-lo em mãos, e se comprometendo a comprá-lo no futuro.

Assim, se o ativo se desvalorizar, você terá vendido por um preço mais alto que o da recompra, e pode sair com lucro.

Chamamos isso de operar vendido, ou operar short. É uma tática muito comum no mercado futuro.

Ela também existe dentro do mercado de ações, mas de uma maneira diferente. Lá, o trader precisa recorrer ao aluguel de ações, caso a operação dure mais de um dia. No mercado futuro, o operador pode ficar vendido quanto tempo quiser, até o vencimento do contrato.

Alavancagem

A alavancagem, dentro do mercado futuro, significa que o trader pode operar com um dinheiro que não é seu.

Basicamente, cumprindo o requisito de uma margem de garantia, o operador pode negociar mini contratos sem ter a quantia equivalente em conta, e pode potencializar muito os seus lucros.

Isso acontece pois o ganho é calculado sobre o valor total do contrato, que é consideravelmente maior que o valor da margem de garantia.

Entretanto, nem tudo são flores.

Operar alavancado traz consigo alguns riscos também, e vou comentá-los no próximo tópico.

Principais riscos ao operar mini dólar

Como operar Mini Dólar: Os riscos também estão presentes em qualquer operação do mercado futuro….
Como operar Mini Dólar: Os riscos também estão presentes em qualquer operação do mercado futuro….

Infelizmente, o mercado financeiro, apesar de trazer grandes retornos financeiros, também traz alguns riscos.

E isso não é diferente com o mercado futuro.

Se quiser aprender como operar mini dólar, deve prestar muita atenção neste tópico.

Vamos conferir os principais riscos ao operar mini contratos de dólar:

Alta alavancagem

Como disse no tópico anterior, ao mesmo tempo em que é uma vantagem, a alavancagem também pode ser um risco.

Digo isso pois, ao operar com um dinheiro que não é seu, existe a possibilidade de tanto potencializar seus ganhos quanto potencializar suas perdas.

Então sempre tenha muita responsabilidade ao operar alavancado, pois a mesma operação que pode te trazer grandes resultados, pode te fazer acabar o dia no vermelho….

Alta volatilidade

A alta volatilidade do mini dólar é outro risco, principalmente para traders iniciantes.

Em dias normais, esse ativo já é volátil, e isso se agrava ainda mais em dias de eventos especiais, como leilões do Banco Central, a data de liberação do Payroll, a ata do FOMC, entre outros.

Nesses dias, o grande fluxo de informações e de ordens gera uma volatilidade extremamente agressiva, o que pode ser um verdadeiro caos para traders iniciantes.

Por isso, aqui no Portal do Trader, já recomendamos diversas vezes que os iniciantes mantenham distância no computador em dias com uma volatilidade fora do normal, como esses citados acima.

Desconhecer a dinâmica de movimentação do preço

Infelizmente, é muito comum que traders iniciantes acreditem que a dinâmica de movimentação do preço do mini dólar e do mini índice são semelhantes.

Isso simplesmente não é verdade.

Cada ativo possui um perfil de volatilidade, tendências distintas e players diferentes negociando.

Por isso, nem sempre técnicas que funcionam em um ativo irão funcionar em outro.

É muito importante que você tenha isso em mente. Antes de começar a operar, estude bem os dois ativos. Se você não souber no que está colocando o seu dinheiro, seu risco imediatamente se torna ainda maior.

Isso é algo que não sou eu quem diz, mas sim um dos maiores investidores de todos os tempos, Charlie Munger.

O bilionário já disse repetidas vezes que o risco está principalmente em não conhecer no que está aplicando o seu capital. Se você não consegue explicar exatamente no que está investindo ou especulando, como pode esperar algum retorno?

Para isso, recomendo que acesse os nossos Cursos Gratuitos de Trading e Investimentos na Área Aprenda do Portal do Trader. Lá, você terá Cursos de Trader Grátis e imperdíveis com nossos professores sobre os principais temas do mercado! Acesse já!

Como operar Mini Dólar na prática?

Como operar Mini Dólar: Vamos ver agora um passo a passo de como operar mini dólar na prática!
Como operar Mini Dólar: Vamos ver agora um passo a passo de como operar mini dólar na prática!

Agora que você já tem uma base sobre esses mini contratos, vamos para uma das partes mais importantes desse post!

Confira como operar Mini dólar na prática:

Abra conta em uma corretora

O primeiro passo é escolher uma corretora de sua confiança e abrir uma conta junto a ela.

Apesar de parecer simples, é um dos passos que mais necessita de atenção.

Digo isso pois existem inúmeras corretoras no mercado, e você deve escolher a que mais se encaixa com as suas circunstâncias e necessidades atuais.

Recomendo que você preste atenção nos seguintes pontos:

  • Taxas cobradas
  • Qualidade do atendimento
  • Clientes satisfeitos
  • Nome no mercado
  • Qualidade da plataforma
  • Portfólio

Levando todos esses pontos em consideração, suas chances de escolher uma boa corretora aumentam muito.

Tome cuidado especialmente com as taxas cobradas, pois elas podem atrapalhar seu resultado final de cada operação.

Transfira o valor a ser dado como garantia

O segundo passo para operar mini dólar é transferir o valor a ser dado como margem de garantia para a conta da sua corretora.

Num tópico mais à frente iremos falar mais sobre a margem de garantia, mas saiba que você precisará transferir algum valor para conseguir operar.

Isso funciona, como diz o próprio nome, como uma garantia para a corretora, e por isso é tão necessária.

Escolha o minicontrato e envie a ordem

Por último, chegou a hora de escolher o mini contrato.

Dependendo da sua modalidade de investimentos e estratégia, existem diversas opções.

Preste muita atenção no ativo que está comprando e na sua data de vencimento.

Preencha as informações necessárias na plataforma e envie a ordem.

Depois disso, quando sua ordem for executada, você já estará operando mini dólar!

Como funcionam os vencimentos?

Como operar Mini Dólar: Vamos entender como funcionam os vencimentos dos mini contratos de dólar!
Como operar Mini Dólar: Vamos entender como funcionam os vencimentos dos mini contratos de dólar!

Os mini contratos de dólar indicam, em seu código, o seu vencimento.

Essa é provavelmente uma das informações mais importantes para qualquer trader, e pode ser entendida de uma maneira muito simples.

A primeira coisa que você deve saber é que o contrato de dólar tem vencimento mensal, e pode ser negociado até o último pregão do mês anterior ao seu vencimento.

O código do mini dólar é composto dos seguintes elementos:

  • 3 letras que representam o ativo (WDO)
  • 1 letra que representa o mês de vencimento
  • 2 dígitos que indicam o ano de vencimento

Essa letra do meio é a que você mais deve prestar atenção, e ela é atribuída de acordo com a seguinte tabela:

Vencimento

Código

Janeiro

F

Fevereiro

G

Março

H

Abril

J

Maio

K

Junho

M

Julho

L

Agosto

Q

Setembro

U

Outubro

V

Novembro

X

Dezembro

Z

Dessa forma, podemos fazer um exemplo para fixar tudo isso:

Um mini contrato de dólar, com vencimento em setembro de 2025, terá o código:

WDOU25

Simples, não é mesmo?

Ajuste diário: como fazer?

O ajuste diário é um mecanismo de proteção, que tem como principal objetivo evitar quaisquer inadimplências.

De maneira resumida, ele é um mecanismo acionado automaticamente, calculado no final de cada pregão e extremamente importante para quem aplica seu dinheiro no mercado futuro.

O ajuste é calculado sempre com base no preço de ajuste de cada pregão. Se em um dia o preço de ajuste foi maior que o preço no qual você comprou um contrato, a diferença será creditada na sua conta. Caso tenha prejuízo nesse dia, o valor será debitado.

Quando você recebe um crédito, ele fica livre para você aplicá-lo como desejar. Você pode fazer novos investimentos, deixar o dinheiro lá ou transferi-lo para sua conta corrente.

Por que é importante ter uma margem de garantia?

Ter uma margem de garantia não é necessariamente importante, mas é simplesmente obrigatório, e por um motivo bem convincente.

Já sabemos que você pode operar alavancado, ou seja, com um dinheiro que não é seu.

Você já se perguntou o que acontece se você tiver um prejuízo?

É para isso que existe a margem de garantia. Ela garante que, se você tiver um prejuízo com as oscilações dos contratos, parte disso já estará pago.

Qual é o horário de negociação para operar mini dólar?

Em dias úteis, os mini contratos podem ser negociados das 9:00h às 18:00h.

Existem alguns períodos que são mais propensos ao trading, como o período da manhã, por exemplo.

Como operar Mini Dólar: O período da manhã tende a concentrar uma maior liquidez e volume de negociação
Como operar Mini Dólar: O período da manhã tende a concentrar uma maior liquidez e volume de negociação

Nesse período há maior liquidez e volume de negociações, o que pode ser excelente para um Day Trader, por exemplo.

Se quiser saber mais sobre, acesse nosso artigo sobre os melhores períodos para negociação na Bolsa de Valores!

Além disso, a B3 disponibiliza todos os horários de negociação dos contratos de dólar neste link!

Para qual perfil investidor é mais recomendado operar?

Agora que você já sabe como operar Mini Dólar, é necessário que você pare para fazer a seguinte pergunta a si mesmo:

“Será que tenho esse perfil?”

Esse é um questionamento que todo trader deve se fazer ao menos algumas vezes, para discernir se estão indo pelo caminho certo ou não.

Os mini contratos de dólar futuro são instrumentos especulativos e de hedge, e não investimentos.

Portanto, podemos concluir que quem aplica seu capital nesse ativo quer ganhar dinheiro com as oscilações de preço - tanto na alta quanto na baixa.

E se você está mais familiarizado com o mercado, sabe que isso é um tanto quanto arriscado.

Especular é uma estratégia que exige certo preparo, tanto técnico quanto emocional, e por isso não é recomendado para investidores avessos ao risco.

Com isso em mente, fica fácil discernir que o mini dólar é um ativo recomendado para investidores arrojados, que sabem lidar bem com o risco inerente a essas operações.

Para saber qual é o seu perfil, leia o post do nosso professor Augusto Andrea sobre perfil suitability!

Principais custos ao operar mini dólar

Infelizmente, nem tudo é de graça nessa vida.

Existem alguns custos embutidos nas operações de mini dólar, e que você deve estar ligado para que não prejudiquem a sua rentabilidade.

Vamos conferir os dois principais, a taxa de corretagem e o ISS:

Taxa de Corretagem

A taxa de corretagem é um valor cobrado pelas corretoras a cada vez que você opera.

Esse valor pode variar de R$2 a R$15, em média, mas hoje em dia muitas vezes sequer é cobrado.

Por isso ressalto o quão importante é que você tome muito cuidado na escolha da corretora. Esse valor pode acabar abocanhando grande parte da sua rentabilidade, então fique esperto.

ISS

O ISS (Imposto Sobre Serviço) é outra taxa comumente cobrada nas operações de mini dólar.

Normalmente é uma porcentagem que incide sobre a taxa de corretagem, e por isso pode ser zerada, caso a corretora não cobre tal taxa.

Além disso, a Bolsa de Valores cobra os chamados emolumentos, que servem como uma remuneração à B3 pelos serviços prestados, e equivalem a 0,00302% do valor financeiro de cada operação.

Algumas instituições também costumam cobrar uma taxa de custódia, mas muitas isentam o cliente deste custo.

Como operar mini dólar com a moeda em alta?

Como operar Mini Dólar: O dólar em alta traz muitas oportunidades aos especuladores, principalmente day traders
Como operar Mini Dólar: O dólar em alta traz muitas oportunidades aos especuladores, principalmente day traders

No mercado futuro, como já discutimos, é possível operar tanto comprado quanto vendido.

Por conta disso, operar com o dólar em alta não é tão diferente, pois qualquer um que opera com este ativo, o faz para os dois lados.

A alta da moeda traz boas oportunidades para os especuladores, principalmente day traders, que podem se aproveitar de uma volatilidade e liquidez.

Com uma boa análise técnica, o trader é capaz de aproveitar esses momentos com maior tranquilidade.

E é por isso que estamos disponibilizando gratuitamente o nosso Curso de Análise Técnica, em que você aprenderá toda a base necessária para aplicar esse método de análise na prática, e tornar suas operações mais seguras, eficientes e lucrativas!

Contratos futuros e ações: Quais as diferenças entre as negociações?

As principais diferenças entre contratos futuros e as ações aparecem em operações mais longas, como o swing trade.

Nessa modalidade, as ações não são alavancadas, o que obriga o trader a dispor de seu próprio capital para operar, enquanto, para operar futuros, a exigência é de apenas uma margem de garantia.

Nas negociações intraday, ambas as classes podem ser alavancadas, embora as ações possuam um grau de alavancagem menor.

Para que você tenha uma noção, uma ação com alta liquidez, como a Vale, por exemplo, poderá ter alavancagem no day trade de até 25 vezes! Mas é claro que isso pode variar de corretora para corretora. Por outro lado, um contrato futuro pode ter uma alavancagem de mais de 100 vezes!

Do ponto de vista dinâmico, os futuros de mini dólar são bastante agitados. Ou seja, o Times & Trades e o Book de Ofertas apresentam movimentos frenéticos durante todo o pregão.

Já no caso das ações, essa dinâmica é bem mais lenta.

Conclusão

Neste post, você aprendeu como operar Mini Dólar na prática, e ainda entendeu as principais vantagens e riscos que estão presentes ao operar este ativo.

O mini contrato futuro de dólar pode ser uma opção interessante para traders com certa familiaridade com o risco, e que entendam como o mercado futuro funciona.

Para entender melhor o funcionamento do Mini Dólar e outros ativos, nós, do Portal do Trader, preparamos um material exclusivo e 100% gratuito para você:

Ao fazer nosso curso sobre Mini Contratos, você estará operando com mini contratos com muita prática e segurança. Você será introduzido ao universo dos contratos futuros, como mini dólar e mini índice, e aprenderá a operar com os melhores professores do mercado!

Espero que este conteúdo tenha sido útil para você, e nos vemos no próximo post!

Categorias

Eduardo Becker

Físico de formação e trader desde 2005, atuando principalmente com Price Action. É professor da B3 e da FECAP.

Espero que você aprenda com esse artigo.

Logo Plano TNT

QUAL SEU PLANO PARA OBTER CONSISTÊNCIA NO TRADING?

QUERO COMEÇAR O PLANO TNT

Por que milhares de traders frequentam o Portal diariamente?

Especialistas e Traders Profissionais reconhecidos no mercado e com mais de 10 anos de experiência. Esse é o time que elabora nosso conteúdo.

Plataforma de E-learning EAD completa com centenas de vídeos gratuitos, artigos, perguntas de fixação e discussão.

Comunidade de Traders e Investidores que enfrenta os mesmos desafios que você e está sempre disponível para ajudar todos os dias.

Análise Técnica, Price Action, Tape Reading, Fundamentalista e mais. Acreditamos na diversidade de técnicas para cada aluno encontrar o seu caminho.

Day Trade, Swing Trade, Position e Alocação de Carteiras. Aprenda técnicas para operar cada modalidade de acordo com seus objetivos.

Dólar, Índice, Ações, Opções, Forex e até Bitcoin. Nosso conteúdo educacional engloba todos os principais ativos do mercado.

Comece seus cursos gratuitos


Quais são as vantagens em fazer parte do Portal do Trader?

  • Aumente suas chances de sucesso na Bolsa de Valores com nossa metodologia proprietária.
  • Fuja das armadilhas e não perca dinheiro com erros básicos no mercado. Nossa proposta é séria, sem promessas milagrosas.
  • Aprenda as melhores estratégias utilizadas por investidores e traders profissionais através de um sistema educacional completo.
  • Converse com outros traders e investidores em todos os nossos canais.
  • Aulas, Transmissões, Notícias e Calendário Econônico Ao Vivo todos os dias.