O que você quer aprender?

Ir

Long & Short: O que é, Como Funciona, Riscos e Garantias

Quer saber o que é Long & Short? Neste artigo explico como fazer esse tipo de operação, utilizando a estratégia para tirar o máximo proveito de posições compradas e vendidas em ações.

Análise Técnica Jun 24, 2021

O que é Long & Short?

Os traders mais experientes na bolsa de valores, assim como empresas e hedge funds, costumam adotar uma estratégia chamada Long & Short.

Ela consiste em optar por posições chamadas ‘long’ em algumas ações e ‘short’ em outras.

Quando um investidor compra um ativo significa que ele está “long”, e quando vende está “short”.

No Long & Short, o trader faz essa operação considerando a existência de uma correlação entre essas duas ações.

Importante lembrar que o volume financeiro precisa ser igual nas duas pontas do L&S, ou seja, não pode comprar R$ 10 mil em uma ação e vender R$ 8 mil na outra ação.

Pronto para melhorar suas operações? Comece nosso Curso de Análise Técnica!

Começar grátis

Usando os termos do mercado, existe uma ponta comprada (a ação que você comprou) e uma ponta vendida (a ação que você vendeu).

O lucro vem da diferença da oscilação do preço entre as pontas.

É nas distorções do mercado que se obtém lucros neste tipo de operação.

Quando a análise aponta um exagero, algo fora do usual, na correlação entre dois ativos. Exemplo: quando uma ação subiu muito mais do que outra do mesmo setor.

Pode parecer complexo, mas é simples de executar. As empresas ou áreas de análise das corretoras emitem sugestões de operações de L&S.

Além disso, o operacional pode ser feito pela mesa de operações da corretora ou assessor de investimentos.

Por que o Long & Short é considerado uma estratégia de mercado neutra?

O Long & Short é uma estratégia de mercado neutra porque ela é independente dos rumos da bolsa de valores. Também é chamada de estratégia não-direcional.

Ou seja, é possível que você lucre mesmo quando a bolsa está em baixa, pois sua perspectiva de ganhos depende apenas da correlação entre as duas ações que você optou por comprar (long) e vender (short).

Por outro lado, você pode ter perdas, mesmo com a bolsa estando em alta. De novo, a bolsa subir ou cair não importa.

O que importa é se as ações da operação L&S subiram ou caíram da forma que sua análise apontava.

Vai ficar ainda mais claro em seguida.

Como funciona uma operação Long & Short?

A ideia por trás dessa estratégia é comprar uma ação - assumindo a posição Long - que você acredita que irá valorizar mais ou desvalorizar menos do que a outra que irá vender - assumindo a posição short.

Se o mercado subir e as duas ações valorizarem você lucrará se a ponta comprada valorizar mais que a ponta vendida.

E se a bolsa cair ainda é possível lucrar se a ponta vendida desvalorizar mais que a ponta comprada.

Se a ação da ponta long subir e a ação da ponta short cair, parabéns, você potencializou ao máximo sua operação.

Você atingiu o sonho de todo investidor que faz L&S.

Assim, seu ganho está em cima da especulação na bolsa de valores e na variação de preços das ações, mas sem depender dos rumos do mercado.

Olhe o exemplo abaixo de Long em ITSA4 e Short em ELET6:

Mesmo com a ponta comprada caindo, foi possível obter lucro com a forte queda na ponta vendida
Mesmo com a ponta comprada caindo, foi possível obter lucro com a forte queda na ponta vendida

Como operar Long & Short? (passo a passo)

Para conseguir operar Long & Short você precisa pensar em um par de ações. Qual a ação será comprada e qual ação será vendida.

Como comentei, o que buscamos é distorção na relação entre dois ativos.

Se um ativo parece ter subido muito mais do que outro, com base em histórico ou outro fator, se encaixaria na lista de possibilidades de L&S, buscando o retorno à normalidade.

Ratio é um termo usado no L&S e é calculado pela divisão do valor da ação comprada pelo valor da ação vendida.

Exemplo: Venda de ITUB4 a 32,00 e compra de BBDC4 a 26,00. O Ratio é 26/32 = 0,8125. Se ITUB4 caiu ou BBDC4 subiu e o Ratio passar para 0,8206, a operação terá resultado positivo de 1%.

O que se busca nos objetivos estabelecidos na operação é que o Ratio aumente, como no exemplo acima.

Para identificar a oportunidade é recomendado que seja feita uma análise que irá apontar o ativo comprado relacionado ao que será vendido.

Também se recomenda analisar o contexto atual do setor, do mercado e do que é esperado que aconteça no curto prazo.

Caso você ainda não tenha, será preciso criar uma conta em uma corretora de valores para começar a operar na bolsa e poder comprar ações.

Como disse antes, a operação pode ser feita direto com a mesa de operações da corretora ou escritório da corretora, partindo de um “call” de um analista credenciado.

Claro que você também pode fazer suas próprias análises e fazer a operação via plataforma pnt, por exemplo.

PNT significa Plug and Trade. Se trata de uma plataforma de negociação de ativos muito rápida que executa regras, os famosos algoritmos.

Desta forma, o investidor consegue capturar as diferenças ideais entre os pares de ações no L&S.

Um operador de mesa de operações consegue apresentar oportunidades e operacionalizar a estratégia, basta você entender os cenários em que terá lucro.

Abaixo um exemplo de uma operação sugerida pelos analistas da XP em MRFG3 x ABEV3, um L&S entre ações de setores diferentes.

Data

Long/Compra

Short/Venda

11/06

MRFG3

ABEV3

Ratio de Entrada

Ratio GAIN

Ratio STOP

0,9684

1,0201

1,0209

Estado

Última

Resultado %

Iniciado

1,0183

5,15%

É possível automatizar estes parâmetros, o importante é entender o conceito e os cenários onde se ganha e onde se perde.

Quais são os principais tipos de Long & Short?

É importante saber que há uma diferenciação entre os tipos de operações Long & Short.

Elas podem ser consideradas tanto como intrassetoriais quanto intersetoriais ou ocorrer entre ações ONs e PNs da mesma empresa.

Explico mais sobre cada uma delas agora:

Intrassetorial

O chamado Long & Short intrassetorial é aquele feito com dois ativos de um mesmo setor.

Por exemplo, vendendo e comprando ações de bancos, como o par ITUB4 (Itaú) x BBDC4 (Bradesco).

Esse tipo de operação é considerado uma versão mais conservadora do modelo L&S, pois esses ativos tendem a se comportarem de forma mais parecida.

Assim, diminui-se as possibilidades de perder dinheiro, com uma variação inesperada e negativa para você, mas também há menor chance de obter ganhos mais expressivos.

Intersetorial

A operação intersetorial é realizada com dois ativos de setores diferentes e que têm uma correlação menor entre si se comparado ao anterior.

Exemplo: PETR4 (Petrobras)  x VALE3 (Vale)

Por se tratarem de ramos diferentes, que podem subir ou descer como um todo e afetar somente um dos ativos dessa operação, é possível que haja uma discrepância maior entre a valorização de uma ação e a desvalorização de outra.

Ou seja, há um maior risco para o trader de que seu investimento perca valor nesse processo, mas também é possível que o seu ganho seja maior.

É uma operação boa para quem tem um perfil de investidor mais arrojado e toma maiores riscos.

ON x PN

Um Long & Short também pode ocorrer entre as ações ordinárias nominativas (ON) e preferenciais nominativas (PN) de uma mesma empresa.

Nesse caso, a venda e compra seria, por exemplo, de ações PETR3 e PETR4 da Petrobras.

Esse tipo de operação é o mais seguro da categoria mas também o que apresenta menor possibilidade de ganhos, pois como se tratam de ações da mesma empresa a variabilidade de preços de cada uma tende a ser muito semelhante, senão igual.

Uma última possibilidade de L&S seria entre um ativo e um índice.

Exemplo: CSNA3 x Ibovespa. A intenção é que a ação da CSN valorize ou desvalorize mais do que o Ibov.

Você precisa buscar as distorções ou seguir os analistas neste tipo de operação.
Você precisa buscar as distorções ou seguir os analistas neste tipo de operação.

Riscos e garantias de operar Long & Short

Falando em riscos, é importante entrar em mais detalhes sobre alguns deles quando o assunto é operar Long & Short e também falar sobre as garantias necessárias.

Em termos de risco, o maior deles é caso as projeções de valorização e desvalorização dos ativos aconteçam de forma contrária ao que você projetou e você acabe perdendo valor em seus investimentos.

Por exemplo: o ativo long que você comprou não subiu como esperado, ou até mesmo se desvalorizou, enquanto o short não perdeu valor ou, pior ainda, valorizou. Nesse caso, há uma perda financeira com base nos preços das ações.

As garantias se referem a algumas exigências que a B3 faz em relação a esse tipo de investimento, que faz com que as operações tenham que ser lastreadas. Pode-se fazer essas garantias através do depósito em dinheiro, títulos públicos, CDB ou ações.

No caso do L&S, também são exigidas garantias, mas a negociação pode ser feita com um valor pequeno na conta, pois o crédito da venda (short) pode ser usado na aquisição do outro papel (long) e o ativo long muitas vezes pode ser usado na garantia para cobrir a margem necessária para sustentar a posição short.

Dicas para obter bons resultados com a operação

Assim como em qualquer outra modalidade de investimento, o Long & Short exige que você tenha muito conhecimento do que está fazendo para aumentar seu possível lucro.

Como dois ativos diferentes estão sendo trabalhados e você dependerá de dois comportamentos distintos - principalmente com um L&S intersetorial - é necessário escolher quais ações usar nessa operação.

Fazer o estudo de cada ação individualmente e depois de como ambas se relacionam é importante, portanto recomendo que apenas traders com bom entendimento em análise técnica ou outras vertentes de análises façam investimentos L&S.

Uma correlação incorreta entre os ativos ou análise errada do comportamento de ambos em curto prazo pode lhe fazer perder dinheiro.

Por outro lado, quando isso é bem feito há boas possibilidades de lucro.

Com estudos e suporte suficiente, é possível fazer operações L&S com sucesso.
Com estudos e suporte suficiente, é possível fazer operações L&S com sucesso.

Exemplo de uma operação Long & Short

Para você realmente aprender o que é Long & Short, mostro aqui um exemplo de como realizar esse tipo de ação no mercado de ações brasileiro.

Neste exemplo usarei o tipo intra setorial da operação.

Com isso torna-se necessário escolher um setor, que pode ser o de alimentos processados.

Eu posso tomar uma posição short vendendo ações da MRFG3 (Marfrig) e comprar ações da BRFS3 (BRF) para fazer o long.

Após isso, para saber se essa operação me deu bons rendimentos é só ver a variação no preço das duas no curto prazo.

Se ambas cresceram, mas a BRFS3 cresceu mais, tenho lucro. Se ambas caíram, mas minha posição em MRFG3 desvalorizou mais, ainda saio ganhando.

Agora, o melhor dos mundos é quando a ponta Long valoriza e a ponta Short desvaloriza. Isso é mais comum de acontecer entre ações de setores diferentes.

E o pior dos mundos seria o Long cair e o Short subir.

É comum que ambos ativos tanto em short quanto em long subam ou caiam juntos em uma operação intrassetorial, pois todo o setor costuma seguir uma mesma tendência.

Na intersetorial, é mais comum que uma ação valorize e a outra desvalorize. Nesse caso, os resultados podem ser mais relevantes tanto positivamente quanto negativamente.

Day trade e Long & Short combinam?

O Long & Short combina com o day trade no sentido de que o investidor também consiga outra forma de valorização de sua carteira de investimentos.

Mas fazer L&S no Day Trade é muito mais complicado.

Essa técnica é especialmente interessante para aqueles que buscam uma maneira de lucrar sem depender das movimentações do mercado.

Assim, você não fica destinado a perder dinheiro só porque um setor ou a bolsa de valores inteira enfrentou uma desvalorização.

Conclusão

Adotar a estratégia Long & Short junto à sua rotina de trading é uma boa ideia para diversificar os investimentos e ter mais uma possibilidade de obtenção de lucro.

Com isso, torna-se possível ter mais ganhos em renda variável mesmo que não ocorra valorização de ativos na sua carteira.

Mas, por se tratar de uma operação que também envolve risco, é importante estar bem preparado antes de realizá-la.

Deve-se entender muito bem sobre o mercado, o setor em que irá agir e estudar o histórico de comportamento das ações para tentar prever um padrão que possa se repetir.

Para isso, recomendo que todo trader interessado em L&S faça o nosso curso gratuito de análise técnica do Portal do Trader.

É através dele que você aprende a realizar as análises necessárias para entender como esses ativos se comportam na bolsa.

Com esses estudos você será capaz de olhar para os gráficos, históricos e tendências do mercado para decidir quais ativos incluir em sua estratégia Long & Short.

Fora isso, continue acompanhando o blog, a área ao vivo e seção ‘Aprenda’ do Portal do Trader para mais novidades e aprendizado importante para sua carreira de investidor.

Até a próxima!


Categorias

Marcos Moore

Marcos Moore é trader desde 2004, empresário e foi sócio-diretor da XP. É também autor de livros sobre o mercado.

Marcos Moore

Espero que você aprenda com esse artigo.

Logo Plano TNT

QUAL SEU PLANO PARA OBTER CONSISTÊNCIA NO TRADING?

QUERO COMEÇAR O PLANO TNT

Por que milhares de traders frequentam o Portal diariamente?

Especialistas e Traders Profissionais reconhecidos no mercado e com mais de 10 anos de experiência. Esse é o time que elabora nosso conteúdo.

Plataforma de E-learning EAD completa com centenas de vídeos gratuitos, artigos, perguntas de fixação e discussão.

Comunidade de Traders e Investidores que enfrenta os mesmos desafios que você e está sempre disponível para ajudar todos os dias.

Análise Técnica, Price Action, Tape Reading, Fundamentalista e mais. Acreditamos na diversidade de técnicas para cada aluno encontrar o seu caminho.

Day Trade, Swing Trade, Position e Alocação de Carteiras. Aprenda técnicas para operar cada modalidade de acordo com seus objetivos.

Dólar, Índice, Ações, Opções, Forex e até Bitcoin. Nosso conteúdo educacional engloba todos os principais ativos do mercado.

Comece seus cursos gratuitos


Quais são as vantagens em fazer parte do Portal do Trader?

  • Aumente suas chances de sucesso na Bolsa de Valores com nossa metodologia proprietária.
  • Fuja das armadilhas e não perca dinheiro com erros básicos no mercado. Nossa proposta é séria, sem promessas milagrosas.
  • Aprenda as melhores estratégias utilizadas por investidores e traders profissionais através de um sistema educacional completo.
  • Converse com outros traders e investidores em todos os nossos canais.
  • Aulas, Transmissões, Notícias e Calendário Econônico Ao Vivo todos os dias.