O que você quer aprender?

Ir

Como investir em Bitcoin no Brasil? Passo a Passo para Começar com Segurança

O Bitcoin é uma das criptomoedas mais negociadas do mundo, e se tornou um verdadeiro fenômeno no mercado financeiro. Aprenda, neste post, como você pode investir nesse ativo na prática, com segurança e da maneira correta!

Criptomoedas Out 28, 2021

O que vamos discutir neste post?

O que é o bitcoin e como ele funciona?

Antes de responder como investir em Bitcoin no Brasil, é necessário saber do que se trata este ativo.

O Bitcoin nada mais é do que uma criptomoeda. Estas, por sua vez, são “moedas eletrônicas”, existentes apenas no meio digital.

Essas moedas, assim como o dinheiro comum, servem como meios de troca em transações comerciais e como reservas de valor.

Entretanto, há uma enorme diferença entre moedas, como o Real e o Dólar, e o Bitcoin: As criptomoedas são totalmente independentes e desreguladas.

Não existe nenhum Banco Central controlando a emissão de criptomoedas, muito menos um Estado que as regula.

O Bitcoin possui aspectos que o diferenciam completamente de moedas fiduciárias como o Dólar e o Real
O Bitcoin possui aspectos que o diferenciam completamente de moedas fiduciárias como o Dólar e o Real

Elas utilizam uma tecnologia extremamente interessante, chamada Blockchain. Tal sistema se trata de um enorme banco de dados criptografados, que garantem a segurança e o funcionamento da moeda.

Por outro lado, assim como qualquer moeda, o Bitcoin é escasso. Existe um certo número de Bitcoins existentes, portanto ela se aplica inteiramente à lei mais famosa da economia: oferta e demanda.

Seu preço varia diariamente - aliás, é um ativo consideravelmente volátil -, e ficou ainda mais conhecido por valorizar 300% em 2020!

Qualquer um pode comprar essa moeda, seja como reserva de valor, para proteger seu poder de compra, ou seja como investimento para curto, médio ou longo prazo. Existem corretoras especializadas nessas negociações.

Ao longo do texto vamos especificar todos esses pontos, então fique tranquilo.

O Bitcoin, apesar de não ser a única criptomoeda existente, é com certeza a mais conhecida e negociada dentre todas.

Com o acontecimento de sua primeira transação, cerca de 12 anos atrás, a criptomoeda se tornou uma verdadeira febre entre os investidores, atraindo cada vez mais olhos para si.

Por conta disso, é importantíssimo que você saiba onde está se metendo antes de colocar seu dinheiro em risco.

Trabalho há décadas com o mercado financeiro, e sei o perigo que é “seguir o fluxo”, ainda mais quando não se tem tanta experiência na Bolsa.

Para resolver isso, resolvi escrever esse artigo. Vamos ver tudo que é necessário para aprender a como investir em Bitcoin no Brasil, então fique comigo!

Por que investir em bitcoins?

Cada dia que passa, o Bitcoin vem se tornando uma opção mais interessante para muitos investidores.

Por não ser uma moeda governamental, o BTC não sofre as mesmas pressões que o Real, por exemplo.

Não existe um Banco Central ou um FED responsável pela sua emissão e nem pela sua utilização em uma política monetária.

Por conta disso, o próprio mercado a regula. Mais especificamente, a oferta e demanda determinam seus preços.

Dessa forma, muitos investidores aplicam seu capital em Bitcoin com o objetivo de proteger seu poder de compra diante do aumento da inflação.

A desvalorização das moedas fiduciárias é um grande incentivo para a alocação em Bitcoin
A desvalorização das moedas fiduciárias é um grande incentivo para a alocação em Bitcoin

Nesse cenário, dizemos que a criptomoeda serve como uma reserva de valor. A ameaça da desvalorização das moedas locais assusta muitos investidores, que podem perder seu poder de compra por motivos alheios à sua vontade.

Te dou um exemplo:

A pandemia do COVID-19, com certeza, pegou todos de surpresa. Os governos precisavam reagir rapidamente.

Muitos países escolheram disponibilizar à sua população uma espécie de renda básica, que no Brasil, por exemplo, chamamos de “Auxílio Emergencial”.

Mas todos aqui sabemos que o dinheiro - infelizmente - não cresce em árvores, não é mesmo?

Para que essa medida fosse posta em prática, bilhões de reais tiveram que ser colocados no mercado do dia para a noite.

E seguindo a lei da oferta e demanda, a maior oferta de moeda no mercado a desvalorizou fortemente.

Nesse caso, dizemos que houve um aumento da inflação, e a moeda brasileira perdeu muito de seu valor.

É exatamente neste cenário que a Bitcoin (BTC) surge como uma opção interessantíssima.

Já que não sofre o mesmo tipo de pressão inflacionária, a criptomoeda foi muito utilizada para a manutenção do poder de compra de muitos investidores.

Além desse motivo, o retorno passado do BTC realmente é extraordinário. Apenas em 2020, ela valorizou 300%, um número impressionante!

Mas se você - assim como eu - acha esse resultado muito positivo, veja só sua valorização em um prazo ainda maior.

Há cerca de 5 anos, em 14 de outubro de 2016, 1 Bitcoin valia cerca de R$2.000,00. O que já era um valor considerável, se tornou um verdadeiro fenômeno:

Em um ano, saltou para R$17.000,00. No começo de 2018, já valia mais de R$64.000,00. E em 2021, atingiu sua máxima histórica: R$360.000,00.

Investir em Bitcoin nos últimos anos foi mais interessante do que guardar dinheiro no porquinho, não é?
Investir em Bitcoin nos últimos anos foi mais interessante do que guardar dinheiro no porquinho, não é?

Não, você não leu errado. Esse é o retorno histórico do BTC nos últimos anos. Por conta disso, se tornou uma febre entre os investidores.

Entretanto, é importantíssimo lembrar que retorno passado não é garantia de resultado futuro.

Não leve em consideração apenas esse histórico para tomar uma decisão de investimento, confie em mim.

Esse excelente desempenho é um indicativo de que o Bitcoin pode ser um investimento interessante para investidores acostumados com o risco e a volatilidade, principalmente se tiverem foco no longo prazo.

Em suma, os dois principais motivos para se investir em Bitcoin são: seu papel como uma eficiente reserva de valor e seu potencial de crescimento para os próximos anos.

Como investir em bitcoin no Brasil  (Passo a Passo)

Vamos ver, neste tópico, como investir em Bitcoin no Brasil de maneira simples, segura e rápida.

Muitos acham que esse processo é muito complexo, exige muito conhecimento de tecnologia e não é para todos. Entretanto, a realidade é bem diferente.

Você vai precisar, basicamente, apenas de 3 coisas: escolher uma boa corretora, conhecer suas taxas e escolher uma estratégia que vá de acordo com o seu perfil.

Com isso em mente, vamos ver agora um passo a passo de como investir em bitcoin no Brasil:

Escolha uma boa corretora de Bitcoin

Escolher uma boa corretora é o primeiro passo para investir em Bitcoin.

Escolher uma corretora responsável e profissional irá, sem dúvidas, te poupar muita dor de cabeça
Escolher uma corretora responsável e profissional irá, sem dúvidas, te poupar muita dor de cabeça

Se quiser investir diretamente na criptomoeda, e não através de fundos ou ETFs, isso é completamente necessário.

Existem diversas corretoras no mercado, como Binance, Foxbit, Mercado Bitcoin, NovaDAX e a BitcoinToYou.

Elas atuam exatamente como as corretoras da Bolsa de Valores. O investidor pode, através do grande portfólio de ativos de cada corretora, escolher no que deseja investir.

Criando sua conta na instituição de sua preferência e transferindo seu dinheiro para ela, você já está autorizado a ir às compras. Entretanto, vamos deixar isso como o último passo.

Conheça todas as taxas

Conhecer todas as taxas é essencial para qualquer investimento.

Não tenha preguiça de pegar sua calculadora e contabilizar todas as taxas envolvidas nas negociações, vai valer a pena
Não tenha preguiça de pegar sua calculadora e contabilizar todas as taxas envolvidas nas negociações, vai valer a pena

Entretanto, no caso das criptomoedas, como o Bitcoin, elas não tendem a ser um problema.

Recomendo que cheque com a sua corretora quais são as taxas envolvidas nesse tipo de negociação, para que não haja nenhuma surpresa na hora H.

Escolha uma estratégia

Esse é provavelmente o passo mais importante de todos.

Não basta comprar Bitcoin, armazená-lo em sua carteira virtual e apenas torcer para que ele valorize em algumas semanas para que você possa ganhar dinheiro rápido.

Sinto muito se alguém te persuadiu a acreditar nisso. A verdade é que, no mercado financeiro, não existem “atalhos” ou “hacks” que vão te fazer ter resultados consistentes sem esforço, estudo e muita dedicação.

Por isso digo com tranquilidade que o maior erro que um investidor iniciante pode cometer é comprar Bitcoin simplesmente por “estar na moda”.

Se você nos acompanha aqui no Portal do Trader, espero que já tenha compreendido isso muito bem.

Sua estratégia é sua maior aliada no mundo dos investimentos.

Escolha sua estratégia com cuidado, e tente se ater a ela o máximo possível
Escolha sua estratégia com cuidado, e tente se ater a ela o máximo possível

Se você é muito conservador, talvez seja mais interessante utilizar apenas uma pequena porcentagem do seu patrimônio em Bitcoin, ao invés de arriscar uma quantia considerável.

Se você já é um investidor mais experiente e arrojado, talvez seja possível colocar uma quantia menor, como reserva de valor ou até como um investimento de longo prazo.

Existem diversas possibilidades. Tudo vai depender do gosto do cliente.

Ir às compras!

Com todos esses passos concluídos, chegou a hora de ir às compras!

Agora você já está autorizado a ir às compras!
Agora você já está autorizado a ir às compras!

Dentro da sua corretora, você conseguirá comprar a quantidade que quiser de Bitcoins. É válido lembrar que você não precisa comprar 1 BTC, pode adquirir pequenas frações.

E para facilitar ainda mais a vida do investidor, recentemente tornou-se possível investir na valorização de criptomoedas a partir de ETFs disponíveis na Bovespa!

Nesse caso, não é necessário sequer ter uma carteira virtual, pois você estará simplesmente comprando um ETF na B3, algo que acontece diariamente neste ambiente.

No final das contas, a decisão de como investir cabe a você. Leve todos esses pontos em consideração para concluir qual é a melhor opção para o seu cenário.

Quais cuidados ter ao investir em bitcoin no Brasil?

Os cuidados que você deve ter ao investir em Bitcoin no Brasil são basicamente os mesmos que você deve ter em relação a qualquer ativo. Vamos ver alguns exemplos:

O mais importante para qualquer investimento é saber o que você está fazendo.

Não adianta investir porque seus amigos estão investindo, muito menos porque um guru da internet te falou que é o investimento do século.

Se você não sabe onde está se metendo, vai ter muitas dores de cabeça.

Além disso, sem uma estratégia bem definida, você estará completamente perdido

Não vai saber quando vender, quanto vender, até quando segurar, entre outras decisões que precisará tomar.

Não terá uma estratégia resiliente e muito menos emocional para aguentar a grande volatilidade do Bitcoin.

Esse é o principal cuidado que você deve ter: saber o que está fazendo e montar uma estratégia adequada ao seu perfil de investidor.

Investir em Bitcoins é seguro?

Com toda a certeza. Inclusive, a tecnologia adotada para o Bitcoin é uma das mais seguras do mundo: o Blockchain.

Esse sistema é completamente seguro e criptografado, e é considerado por alguns especialistas como impenetrável, sendo até discutido como uma tecnologia capaz de ser utilizada em sistemas eleitorais, por conta de sua confiabilidade.

O sistema Blockchain e sua criptografia garante a segurança da sua carteira e de suas transações
O sistema Blockchain e sua criptografia garante a segurança da sua carteira e de suas transações

Além do mais, as transações de criptomoedas não envolvem o uso de dados pessoais. Nem você e nem a outra parte de sua negociação poderão saber sequer o nome um do outro.

Todas as transferências são feitas digitalmente, com o envio de moedas de uma carteira para outra. E só.

E como se não bastasse, a tecnologia das carteiras virtuais - onde as criptomoedas são armazenadas - não possuem vínculo algum com nenhuma instituição.

A corretora pela qual você compra seus Bitcoins não tem poder algum sobre sua carteira, então não tenha medo quanto a isso.

Qual o valor mínimo para se investir em bitcoin?

Mais uma notícia boa para você que deseja saber como investir em Bitcoin no Brasil: o valor mínimo para investir em Bitcoin é mais baixo do que o preço de um lanche em qualquer fast food!

Isso mesmo. O BTC pode ser comprado em frações muito pequenas, de até 8 casas decimais, e são as corretoras que instituem os valores mínimos para se investir.

Esses valores não são altos, costumam estar entre R$10,00 e R$25,00. Como cada operação gera um custo para a instituição, se você comprasse apenas R$1,00 de BTC, provavelmente eles sairiam no prejuízo.

Mesmo assim, o valor mínimo para se investir é bem baixo.

Esse valor varia de corretora para corretora, então fique ligado quanto a isso antes de se cadastrar em uma destas casas.

Como funciona a variação de preço?

A variação do preço do Bitcoin, assim como de qualquer outro ativo, flutua de acordo com a lei da oferta e demanda. Vamos entender como isso funciona:

O mercado é composto de compradores e vendedores. As negociações são executadas quando uma oferta de venda e uma oferta de compra similares se encontram. Até aqui, todos concordamos.

Mas o que acontece é que, quando existe um desequilíbrio entre a oferta e a demanda de um ativo, ocorre uma flutuação de preços.

Os preços podem se manter, cair ou subir, de acordo com a oferta e demanda por um ativo. O mesmo acontece com o Bitcoin
Os preços podem se manter, cair ou subir, de acordo com a oferta e demanda por um ativo. O mesmo acontece com o Bitcoin

Se existem mais compradores do que vendedores disponíveis em um determinado patamar de preço, significa que a demanda está alta.

Consequentemente, o preço irá aumentar, já que muitas pessoas querem comprar uma quantidade escassa de ativos.

No caso do Bitcoin, se, por conta de algum acontecimento, a demanda aumentar vertiginosamente, veremos uma grande valorização da moeda em um pequeno espaço de tempo.

Por outro lado, se existem mais vendedores em um determinado preço, significa que a oferta está muito alta, e não há compradores suficientes no mercado.

Por isso, o preço irá diminuir, ou seja, uma desvalorização.

Esse é sempre o racional por trás da variação de preço do Bitcoin e de qualquer ativo.

O que torna essa criptomoeda um ativo especial é que são muitos os motivos que podem causar essas variações.

Enquanto um avanço tecnológico ou a aceitação do BTC como meio de pagamento pode levar a uma grande valorização da moeda, a tentativa de interferência ou regulação por parte de um Governo pode levar a uma grande desvalorização.

Esse, aliás, é um dos principais riscos do Bitcoin. O investidor deve sempre estar ligado às notícias do mundo das criptomoedas para entender o cenário em que está inserido, e como ele pode afetar em sua estratégia.

Mineração: entenda como funciona

O sistema de mineração é um dos mais interessantes dos últimos anos, pois traz possibilidades que até algumas décadas atrás não eram sequer levadas em consideração.

Basicamente, para que as transações de Bitcoins sejam devidamente registradas e executadas no sistema Blockchain, é necessária a utilização de grandes sistemas de computadores dedicados a isso.

As pessoas que utilizam seus computadores para realizar tal processo são remuneradas com Bitcoins em sua carteira.

Dessa maneira, é possível conseguir Bitcoins sem necessariamente ter de comprá-las.

A mineração é o processo que sustenta o sistema de transações de Bitcoin
A mineração é o processo que sustenta o sistema de transações de Bitcoin

A esse processo damos o nome de “mineração”.

Esse processo já foi muito popular e lucrativo para quem aproveitou seu início e ápice. Hoje, existem milhares de super computadores empenhados única e exclusivamente nessa tarefa, o que torna a prática muito menos atraente.

Além disso, o investimento na infraestrutura e tecnologia necessária para minerar criptomoedas é bem alto.

Qual a melhor corretora de Bitcoin do Brasil?

Existem diversas corretoras de Bitcoin no Brasil, cada uma com propostas interessantes para um determinado perfil de investidor.

Como já citei antes, temos a Binance, Foxbit, Mercado Bitcoin, NovaDAX e a BitcoinToYou como principais instituições no mercado.

Recomendo que você estude atentamente sobre cada uma delas, e preste atenção nos seguintes pontos para tomar sua decisão:

  • Qualidade do atendimento
  • Histórico de clientes satisfeitos
  • Portfólio de ativos
  • Qualidade da plataforma
  • Taxas cobradas

Tomando cuidado com estes pontos, você evitará a maioria das dores de cabeça possíveis.

Principais mitos sobre bitcoins

Com a popularização do Bitcoin, surgiram alguns mitos que rondam o imaginário de muitos investidores.

Vamos ver alguns dos principais mitos e questões relacionados ao Bitcoin
Vamos ver alguns dos principais mitos e questões relacionados ao Bitcoin

Vamos discutir alguns dos principais para sanar suas dúvidas:

Bitcoin é utilizado apenas para compras ilegais

Esse é um mito que é tido como verdade por muitos investidores e analistas contrários ao Bitcoin, mas a realidade não corresponde com essa afirmação.

Sim, existem criminosos que utilizam criptomoedas para transações online, principalmente em mercados ilegais, mas isso não é nem de longe a principal utilização da moeda no dia a dia.

Dentre todas as transações de BTC realizadas em um dia, menos de 0,5% são feitas em mercados ilícitos.

Ou seja, é uma quantidade extremamente pequena de transações. Isso não deve, de maneira alguma, preocupar o investidor.

Ademais, é de conhecimento geral que incontáveis transações ilícitas também são feitas, diariamente, com dólares e reais. Basta ligar a TV para constatar esse fato.

Bitcoin não tem lastro

Esse é mais um mito muito difundido principalmente por especialistas que não estão tão familiarizados com o mercado financeiro.

Para quem não sabe, lastro é uma “garantia” de um ativo. O lastro de uma multinacional é sua capacidade de geração de caixa, suas filiais e seu fluxo de operações, por exemplo.

Já no caso do Bitcoin, seu lastro é seu sistema altamente tecnológico de funcionamento, incluindo bancos de dados enormes, uma rede incrivelmente extensa de super computadores por todo o globo e sua segurança.

Todos esses fatores garantem que, sim, o Bitcoin tem um lastro, assim como qualquer outra moeda.

Bitcoin nunca vai ser utilizado no dia  dia

Está aí mais um mito que, a cada dia que passa, está se mostrando mais infundado.

A cada dia que passa, mais instituições aceitam o Bitcoin como meio de pagamento.

Inclusive, a gigante Paypal passou a aceitar o Bitcoin como meio de pagamento em seu sistema, que engloba dezenas de milhões de lojistas, comerciantes, empresários e consumidores ao redor do mundo todo.

É fato que o pagamento via BTC não é tão simples quanto o PIX, por exemplo, mas isso não o impede de ser uma opção viável, principalmente quando estamos falando de valores maiores.

Afinal, vale a pena investir em Bitcoin no Brasil?

A resposta para essa pergunta é simples: depende.

Será que investir em Bitcoin é um bom caminho para você?
Será que investir em Bitcoin é um bom caminho para você?

Depende do seu perfil de investidor, da sua experiência no mercado, dos seus objetivos, do seu capital disponível, e muito mais.

Mas para não te deixar de mãos abanando, posso dizer em que situações o investimento em Bitcoin me parece uma opção interessante:

Se você já é um investidor experiente, com uma carteira de investimentos balanceada e diversificada, e acostumado com o risco e a volatilidade, talvez seja interessante ter uma porcentagem do seu capital em Bitcoin.

Você pode usá-lo como reserva de valor ou mesmo como um investimento, porém sempre com responsabilidade.

Se for realizar esse aporte, deve fazê-lo por entender que é uma boa oportunidade, e não porque as criptomoedas estão na moda.

Por outro lado, se você é um iniciante, eu diria para ter mais cautela, e não se arriscar no mercado das criptomoedas ainda.

É melhor que você entre antes no campo de batalha, entenda a volatilidade do mercado, se acostume com os riscos e, só depois disso, busque ativos como criptomoedas.

Dúvidas frequentes (Guia rápido)

Espero já ter sanado a maior parte das suas dúvidas, mas sei que é normal ficar um pouco confuso enquanto estuda um novo assunto.

Para tentar resolver isso, vamos fazer um pequeno “Perguntas e Respostas”, com as dúvidas mais frequentes relacionadas ao Bitcoin. Vamos lá!

Bitcoin é legalizado?

Sim, o Bitcoin, no Brasil, funciona completamente dentro da lei. Nada impede que você, junto a uma corretora devidamente credenciada, compre e guarde Bitcoins em sua carteira virtual.

Existem países que restringem criptomoedas e até as proíbem, mas não é o caso do Brasil.

Existem infinitos Bitcoins?

Não! Existem 21 milhões de Bitcoins, e nada mais. Enquanto escrevo esse post, o número de Bitcoins minerados não atingiu a marca de 21 milhões ainda, mas isso deve ser atingido nos próximos anos.

Existem outras criptomoedas?

Sim, existem diversas criptomoedas, mas o Bitcoin é a mais famosa dentre todas. Muitas foram criadas com o objetivo de superar o Bitcoin em determinados aspectos, como velocidade e agilidade, e algumas hoje ocupam posições de destaque no mercado, como Ethereum e Cardano, por exemplo.

Quanto rende 1.000 reais em Bitcoin?

Não podemos saber exatamente quanto o Bitcoin estará valendo no futuro, mas podemos descobrir, com base nos resultados passados da criptomoeda, quanto esses R$1.000,00 renderam.

Em 2019, o Bitcoin fechou o ano valendo aproximadamente R$28.500,00. Se você tivesse investido R$1.000,00 nesse período, teria cerca de 0,035 BTC em sua carteira.

Em 2020, a criptomoeda fechou o ano valendo R$150.000,00, com uma valorização absurdamente grande. Se nesse período você vendesse tudo da sua carteira virtual, teria cerca de R$5.260,00 em mãos.

Ou seja, teria multiplicado seu capital em mais de 5x!

Isso foi o que 1.000 reais em Bitcoin renderam nesse período, e de maneira alguma é uma garantia de que isso se repetirá.

Inclusive, é plenamente possível que a moeda se desvalorize, como qualquer outro ativo.

Nunca é demais lembrar: retorno passado não é garantia de resultado futuro.

Hoje, em outubro de 2021, 1 Bitcoin vale mais de R$220.000,00. Isso não quer dizer que esse valor se manterá ou aumentará, por mais que seu histórico seja positivo.

Tenha sempre isso em mente quando for investir.

Conclusão

Neste post, você entendeu como investir em Bitcoin no Brasil, do que se trata essa criptomoeda, quando vale a pena aplicar seu dinheiro nela e, além de tudo isso, explicamos melhor alguns dos maiores mitos sobre este ativo.

Em suma, é um investimento muito interessante. Conta com uma tecnologia surpreendentemente avançada e segura, tem um histórico de valorização impressionante e é um dos ativos preferidos de muitos investidores.

Entretanto, antes de sair se aventurando nos ativos da moda, é necessário conhecer mais sobre o mercado.

Para isso, estamos disponibilizando para você diversos cursos de trader grátis sobre investimentos em ações, day trade, mercado financeiro, psicologia para traders e muito mais na ÁREA APRENDA do Portal do Trader!

Lá, você terá acesso a um conteúdo imperdível, feito com muito empenho pelos nossos professores do Portal, com décadas de experiência no campo de batalha.

Você aprenderá as bases necessárias para começar a investir com o pé direito!

Espero que tenha te ajudado com esse conteúdo, e até a próxima!

Categorias

Marcos Moore

Marcos Moore é trader desde 2004, empresário e foi sócio-diretor da XP. É também autor de livros sobre o mercado.

Espero que você aprenda com esse artigo.

Logo Plano TNT

QUAL SEU PLANO PARA OBTER CONSISTÊNCIA NO TRADING?

QUERO COMEÇAR O PLANO TNT

Por que milhares de traders frequentam o Portal diariamente?

Especialistas e Traders Profissionais reconhecidos no mercado e com mais de 10 anos de experiência. Esse é o time que elabora nosso conteúdo.

Plataforma de E-learning EAD completa com centenas de vídeos gratuitos, artigos, perguntas de fixação e discussão.

Comunidade de Traders e Investidores que enfrenta os mesmos desafios que você e está sempre disponível para ajudar todos os dias.

Análise Técnica, Price Action, Tape Reading, Fundamentalista e mais. Acreditamos na diversidade de técnicas para cada aluno encontrar o seu caminho.

Day Trade, Swing Trade, Position e Alocação de Carteiras. Aprenda técnicas para operar cada modalidade de acordo com seus objetivos.

Dólar, Índice, Ações, Opções, Forex e até Bitcoin. Nosso conteúdo educacional engloba todos os principais ativos do mercado.

Comece seus cursos gratuitos


Quais são as vantagens em fazer parte do Portal do Trader?

  • Aumente suas chances de sucesso na Bolsa de Valores com nossa metodologia proprietária.
  • Fuja das armadilhas e não perca dinheiro com erros básicos no mercado. Nossa proposta é séria, sem promessas milagrosas.
  • Aprenda as melhores estratégias utilizadas por investidores e traders profissionais através de um sistema educacional completo.
  • Converse com outros traders e investidores em todos os nossos canais.
  • Aulas, Transmissões, Notícias e Calendário Econônico Ao Vivo todos os dias.