O que você quer aprender?

Ir

Price Action: Como usar o setup Breakout e fazer trades ganhadores

Aprenda a encontrar oportunidades para seus trades com este poderoso setup de Price Action. Identificar os Breakouts é muito simples, mas é preciso ficar atento a alguns pontos fundamentais!

Price Action Fev 12, 2021

Quer aprender um Setup clássico da Análise Técnica, que nunca sai de moda?

Estou falando de um setup muito simples, e ao mesmo tempo, muito eficiente: o Breakout. Faz parte do arsenal do Price Action e usei centenas de vezes nos meus trades, com ótimo retorno.

Se quiser dar uma revisada no que trata o Price Action, dá uma olhada neste curso gratuito, que acabou de sair do forno.

Voltando aos breakouts, eles são usados tanto no Day Trade como Swing ou Position Trade. E servem para ações, mini contratos futuros de dólar ou índice etc.

Mas além de mostrar a estratégia, vou fazer um passo a passo na hora de escolher o trade. Me acompanhe!

Por que eu gosto de usar o setup de Breakout do Price Action

Quando eu estava começando a investir em ações e contratos futuros achava que existiam segredos secretos, como uma espécie de fórmula mágica, guardada a sete chaves pelos traders de sucesso.

Com o tempo descobri que o simples, na imensa maioria das vezes, funciona melhor do que sistemas mirabolantes e setups com diversos indicadores.

Quando falo de simples significa não inundar sua tela de computador com indicadores, linhas e estudos coloridos. Isso pode te confundir mais do que ajudar.

Lembre-se que o mais importante é o movimento dos preços dos ativos ou Price Action.

O Price Action, que é uma vertente da Análise Gráfica, ficou famoso principalmente por um trader chamado Al Brooks.

Aqui você consegue ver um pouco do seu extenso trabalho.

Dentro do Price Action, um dos setups mais utilizados desde sempre é o dos rompimentos, ou Breakout, em inglês.

O que é o Setup de Breakout?

O setup de Breakout envolve comprar ao romper (ultrapassar) uma resistência e vender ao romper (perder) um suporte. Simples assim.

Suportes e resistências são zonas de preços onde existem barreiras criadas pela memória do mercado, ou melhor, dos participantes do mercado. E estas regiões são muito importantes de se olhar.

Os investidores, por uma série de motivos, entenderam que os preços das ações naqueles patamares eram considerados caros ou baratos. Dessa forma, se tornavam compradores ou vendedores.

Quando os preços rompem essas regiões pode significar que houve algo significativo em relação à percepção de valor das ações da empresa, que a fizeram mudar de patamar de preços.

Ok, agora que já expliquei os conceitos de um breakout, vamos à prática.

Preste atenção nestes pontos para operar com este Setup de Price Action

Devemos ser criteriosos no momento de operar. Quanto mais indícios de um bom rompimento, maiores as chances do trade dar certo. Isso é bem importante.

Esses são os pontos que eu analiso para definir se entro ou não numa operação de Breakout:

Tendência do ativo e do mercado

Se o ativo está em tendência de alta o ideal seria o rompimento de uma resistência, ou seja, uma compra. Se está em tendência de baixa, o ideal seria uma venda ao perder um suporte.

Um padrão muito mais poderoso acontece quando ativo e mercado estão alinhados. Por exemplo, uma compra quando o Ibovespa está em tendência de alta e o ativo também em tendência de alta.

No gráfico abaixo um rompimento de suporte em um ativo em clara tendência de baixa:

Breakout: exemplo de topos e fundos descendentes: tendência de baixa.
Breakout: exemplo de topos e fundos descendentes: tendência de baixa.

Extensão da congestão

Quanto mais longa a congestão, mais poderosa a entrada no rompimento. Congestão (ou consolidação) significa que os preços estão contidos em uma faixa (range).

Um outro ponto interessante é a largura da congestão. Quanto mais estreita a congestão, mais forte poderá ser a ruptura desta região de preços.

Exemplo de gráfico com Longa lateralização dos preços, fortalecendo o rompimento.
Exemplo de gráfico com Longa lateralização dos preços, fortalecendo o rompimento.

Número de toques na resistência / suporte

Um grande número de vezes que os preços testaram a região de barreira que segura os preços faz com que este patamar tenha grande importância na memória dos investidores.

Ao romper esta barreira, aparentemente intransponível, faz com que os traders percebam alguma mudança, seja porque os números da empresa vieram acima da expectativa ou por boas perspectivas.

Gráfico com vários testes da resistência e por fim, o rompimento.
Gráfico com vários testes da resistência e por fim, o rompimento.

Volume em relação à média

O indicador de volume negociado pode dar indícios de presença de grandes players entrando naquele ativo. Um breakout acompanhado de aumento do volume médio negociado “grita” para entrarmos.

Sempre coloco uma média móvel de 20 períodos no indicador de volume para ter a noção de que os participantes institucionais estão interessados em assumir posições naquele ativo.

Volume bem acima da média, sinal de entrada dos grandes players

Existe um setup chamado Power Breakout, batizado pelo trader Oliver Velez, que trata da extensão da congestão e posterior rompimento.

Se forem mais de 10 candles nesta lateralização de preços, ele chama de Power Breakout, um rompimento mais poderoso. Um jeito de “chamar de seu” um padrão que envolve algumas das premissas acima sobre as melhores congestões para se operar.

Power Breakout: Congestão com mais de 10 candles.
Power Breakout: Congestão com mais de 10 candles.

O Oliver Velez tem vários livros publicados, vale uma olhada.

Qual é o ponto e o momento certo de fazer a entrada no mercado?

Uma dúvida comum é se vale entrar na operação assim que romper a resistência / suporte ou esperar fechar o candle.

Se por um lado, o intuito é conseguir extrair o maior lucro possível, por outro não queremos correr o risco de entrarmos cedo demais, sem a confirmação do rompimento.

Minha regra é aguardar a primeira hora ou as duas primeiras horas de pregão para decidir entrar. Posso entrar atrasado às vezes, mas assim diminui o risco de entrada em um falso rompimento.

No gráfico diário abaixo, a entrada foi no rompimento da linha azul (resistência). Se fosse esperar o fechamento do candle para entrar teria deixado parte do lucro “na mesa”.

Triângulo altista: uma figura gráfica, com entrada no rompimento.
Triângulo altista: uma figura gráfica, com entrada no rompimento.

Breakout com Gap

Gaps são espaços em branco, ou seja, quando não há negociações entre o fim de um período (normalmente um dia) e o início de outro. Como se houvesse uma lacuna naquela faixa de preços.

Uma das técnicas para entrar num rompimento que já abre com gap é esperar romper a máxima da primeira hora de pregão (compra) ou a mínima da primeira hora (venda).

Os Gaps podem ser muito poderosos, denotando um salto de patamar dos preços.

Os gaps de fuga são os melhores para se operar, onde os grandes players resolveram assumir ou se desfazer de uma posição a qualquer preço.

Se quiser conhecer mais sobre os gaps, no nosso curso gratuito sobre Análise Técnica tem uma aula sobre o assunto.

Abaixo um gap de fuga que originou um ótimo trade de venda. A entrada seria ao perder a mínima da primeira hora do dia que abriu em gap ou mesmo no fechamento do candle.

Gap de baixa: o gap de fuga permitiu um trade de venda.
Gap de baixa: o gap de fuga permitiu um trade de venda.

Conclusão

Eu acho os breakouts uma das melhores técnicas de Price Action. Lembre-se dos pontos acima na hora de avaliar uma congestão de preços e o seu rompimento.

Seja exigente, liste os ativos que se enquadram nas suas premissas para um rompimento ideal e os acompanhe. Não é um método infalível (nenhum é), mas pode gerar vários trades vencedores.

Bom, agora que você já teve uma amostra do potencial de oportunidades que o Price Action pode oferecer, chegou a hora de fazer o Curso Gratuito do Portal, ele vai te dar a base para você evoluir nessa técnica que não para de crescer no Brasil.

Forte abraço e até o próximo texto!

Categorias

Marcos Moore

Marcos Moore é trader desde 2004, empresário e foi sócio-diretor da XP. É também autor de livros sobre o mercado.

Marcos Moore

Espero que você aprenda com esse artigo.

Logo Plano TNT

QUAL SEU PLANO PARA OBTER CONSISTÊNCIA NO TRADING?

QUERO COMEÇAR O PLANO TNT

Por que milhares de traders frequentam o Portal diariamente?

Especialistas e Traders Profissionais reconhecidos no mercado e com mais de 10 anos de experiência. Esse é o time que elabora nosso conteúdo.

Plataforma de E-learning EAD completa com centenas de vídeos gratuitos, artigos, perguntas de fixação e discussão.

Comunidade de Traders e Investidores que enfrenta os mesmos desafios que você e está sempre disponível para ajudar todos os dias.

Análise Técnica, Price Action, Tape Reading, Fundamentalista e mais. Acreditamos na diversidade de técnicas para cada aluno encontrar o seu caminho.

Day Trade, Swing Trade, Position e Alocação de Carteiras. Aprenda técnicas para operar cada modalidade de acordo com seus objetivos.

Dólar, Índice, Ações, Opções, Forex e até Bitcoin. Nosso conteúdo educacional engloba todos os principais ativos do mercado.

Comece seus cursos gratuitos


Quais são as vantagens em fazer parte do Portal do Trader?

  • Aumente suas chances de sucesso na Bolsa de Valores com nossa metodologia proprietária.
  • Fuja das armadilhas e não perca dinheiro com erros básicos no mercado. Nossa proposta é séria, sem promessas milagrosas.
  • Aprenda as melhores estratégias utilizadas por investidores e traders profissionais através de um sistema educacional completo.
  • Converse com outros traders e investidores em todos os nossos canais.
  • Aulas, Transmissões, Notícias e Calendário Econônico Ao Vivo todos os dias.