O scalping trade chama bastante a atenção dos traders por se tratar de operações de curtíssima duração. Esta modalidade fez muitos traders ficarem ricos na época do pregão viva voz, mas os tempos mudaram completamente com o surgimento do pregão eletrônico e poucos operadores “old school” se mantiveram no mercado até hoje. Com esta realidade totalmente diferente o scalping passou a exigir muita técnica e uma série de cuidados para não trocar os pés pelas mãos. Por isso, para que você não fique em apuros, reunimos a experiência de especialistas no assunto e vamos abordar as 10 principais dúvidas sobre scalping trade.

1 - O que operar?

Os ativos mais operados para scalping são os contratos e mini contratos futuros de dólar e índice Bovespa. A vantagem destes ativos é a baixa margem de garantia para day trade, alta liquidez e volatilidade, além de menores custos operacionais. Scalping nas ações e opções só é viável se o trader tiver acesso a custos operacionais institucionais (como grandes fundos e tesourarias), o que para um operador pessoa física geralmente só ocorre dentro de mesas proprietárias (e mesmo assim, o custo é maior se comparado aos contratos futuros). Futuros agrícolas estão fora de cogitação devida à baixa liquidez para operações intra diárias. fiat 147, gurgel passagens para a coreia do norte

2 - Que técnica usar?

É importante desmistificar boatos desde já e entender que não existe uma técnica específica para o scalping trade. Você pode utilizar táticas de análise técnica (com ou sem indicadores), tape reading, além de entender o contexto macro na pré-abertura para identificar gatilhos e momentos favoráveis. Em outras palavras, nenhuma técnica isolada tem condições de bater um repertório de técnicas, pois o mercado é dinâmico e exige do trader muita versatilidade para lidar com as diversas possibilidades apresentadas ao longo do dia. De qualquer forma, aqui vai uma dica: comece estudando o básico da análise técnica para, em seguida, se aprofundar no tape reading.

3 - Quanto dinheiro eu preciso?

Fazer operações intra diárias exige pouca margem de garantia. Com menos de cem reais você já consegue operar um mini contrato futuro de dólar ou índice Bovespa. Mas o que muitos traders iniciantes não levam em consideração é a margem financeira necessária para cobrir eventuais perdas (principalmente quando o trader ainda está em período de aprendizagem). Portanto, para quem deseja atuar de forma sóbria, sem bancar o apostador (porque ninguém vence neste mercado na sorte), é recomendável ter dez vezes a margem de garantia no day trade para cada contrato. Assim, o trader terá uma gordura extra para lidar com os prováveis “tombos” por cerca de um mês. E aqui cabe um alerta: se você está iniciando, não tente operar com mais de um contrato, mesmo se você tiver bastante saldo financeiro para isso. Mantenha a sua mão pequena até que a consistência nos resultados apareçam. Operar só com a margem é como viajar só com o dinheiro da passagem  e hospedagem, e não ter uma reserva para aproveitar os passeios do lugar

4 - Existem outros requisitos?

Operar scalping trade implica em atuar no mercado de forma intensa e isso exige bastante atenção, paciência, disciplina e autocontrole. É mentalmente desgastante, por isso, nem todo mundo tem perfil comportamental para se operar scalping trade. Quem tiver problemas com impulsividade, rancor nas operações, ansiedade e raiva, dificilmente conseguirá extrair bons resultados nos trades. Mas o lado bom é que boa parte desses requisitos é “modelavel”, isto é, podem ser trabalhados da forma correta, utilizando técnicas de mapeamento e reprogramação comportamental. Contudo, partindo da experiência com alunos do Programa TNT, quem quiser se submeter a este processo de readaptação precisa estar bastante comprometido e empenhado nessa missão, pois não se trata de uma tarefa fácil. meditação / ficar maluco / fadiga mental

5 - Quanto eu consigo ganhar?

Os resultados na renda variável, como o próprio nome sugere, não seguem um valor fixo. Cada trader, através de suas próprias habilidades e recursos, é capaz de extrair um resultado diferente do mercado. Isso vale para toda a renda variável e nas operações de scalping não podiaria ser diferente. Porém, as operações de day trade (incluindo scalping) possuem uma limitação imposta pela liquidez do mercado. Em outras palavras, devido à alta alavancagem, chega num determinado tamanho em que não é mais possível executar operações rápidas, pois as entradas e saídas precisam ser feitas de forma fragmentada, respeitando a quantidade de lotes disponíveis no book. Isso, consequentemente, limita os ganhos potenciais conforme seu capital aumenta (e explica perfeitamente porque mega investidores não costumam operar day trade). Isso explica porque transformar cem mil reais em um milhão no scalping, não é a mesma coisa que transformar mil reais em dez mil. Inevitavelmente, traders de curto prazo precisam migrar para prazos maiores se quiserem continuar crescendo. rico (fininho)! 1 dolar Yoda

6 - Quanto tempo deve durar a minha operação?

Operações de scalping normalmente duram poucos minutos, podendo durar apenas alguns segundos, mas isso não é uma regra. Por exemplo, scalping em papéis de perfil mais lateral podem durar até horas, dependendo da liquidez, e o mesmo acontece com opções baratas,  muito “fora do dinheiro”. De qualquer forma, é importante que o trader tenha em mente a duração média de suas operações, especialmente se ele lida com mercados mais dinâmicos como o índice Bovespa e o Dólar futuro. Desta forma é possível estabelecer um “stop por tempo” se a operação começa a demorar mais que a média para se desenvolver.

7 - Em quanto tempo terei resultados?

Diferente do swing trade, em que é possível obter bons resultados desde o início (através de indicação de analistas), o scalping trade depende das habilidades do próprio traders. Como as operações são extremamente rápidas, não é possível elaborar calls de operações com muita eficiência para esta modalidade. Então, a primeira coisa que um trader iniciante precisa entender é que antes de se obter resultados, ele passará por uma curva de aprendizado. Infelizmente não existe um “atalho”, pois os resultados são uma consequência natural desta primeira etapa, em que a principal remuneração é a experiência prática. Vale ressaltar que, mesmo para quem está imerso nessa atividade full time, é normal levar mais de 6 meses (praticando diariamente e estudando fora do horário de mercado) para colher os primeiros frutos. Portanto, se a sua intenção é viver de trading, considere que esta possibilidade não deve acontecer antes desse período mínimo. Apanhar muito do mercado

8 - Consigo operar scalping com robô?

Dificilmente. No mercado é possível automatizar praticamente qualquer processo, desde que se entenda perfeitamente cada detalhe da sua tática operacional. Isso é relativamente tranquilo para operações de prazo maior, mas como o scalping possui uma série de peculiaridades, é bem difícil encontrar traders autônomos fazendo uso de robôs para scalping. Além disso, vale ressaltar que as grandes instituições que operam esta modalidade possuem máquinas de alta frequência (HFTs) que empregam recursos financeiros elevados em tecnologia, e que estão muito além do alcance de qualquer investidor pessoa física. E se o seu interesse é deixar um algoritmo executando uma estratégia de scalping enquanto você se dedica a outra atividade qualquer, é melhor poupar o seu tempo (e dinheiro), pois esta modalidade requer total atenção no mercado. r2d2 do star wars VS Gigante guerreiro Daileon

9 - Qual plataforma usar?

Existem diversas opções de boas plataformas no mercado, mas uma coisa é fato: não dá para operar scalping trade no home broker (é lento demais). Essa modalidade requer execuções rápidas para se garantir entradas e saídas precisas, por isso é importante procurar por plataformas “DMA” (que possuem acesso direto ao mercado). Infelizmente, não é possível encontrar este tipo de plataforma gratuita, portanto, você terá que investir parte dos seus recursos financeiros na contratação de uma boa plataforma. Outro ponto é que os home brokers e  plataformas gratuitas em geral não possuem boas ferramentas para análise de fluxo, o que acaba limitando a capacidade analítica do trader. Caso queira saber mais sobre esse assunto, dentro do Programa TNT há um módulo sobre ferramentas, em que as principais plataformas do mercado são abordadas em detalhes. É como ter um fiat 147 para disputar uma fórmula 1

10 - Onde posso aprender mais sobre o assunto?

Se você já fez os nossos bootstraps, ainda é possível explorar os cursos gratuitos, além dos artigos especializados disponíveis em nosso fórum. Contudo, se o seu objetivo é dar um passo além deste conhecimento básico, dentro do Programa TNT você terá acesso a tudo que precisa para se tornar um scalper. Neste treinamento com duração de 6 meses abordamos questões comportamentais dos traders, gestão de risco, planejamento do desenvolvimento e continuidade da atividade de trader, todas as principais técnicas utilizadas, os diversos tipos de mercado além das ferramentas disponíveis. Todas estas aulas são organizadas num elearning capaz de atender tanto iniciantes quanto traders mais avançados, e para fechar com chave de ouro, o TNT é complementado com testes de fixação, espaço para perguntas aos especialistas e aulas ao vivo. Tudo isso online, para que você possa assistir de onde quiser e quantas vezes achar necessário. E se depois de tudo isso você achar que precisa de mais, podemos apresentar você para mentorias com um dos traders especializados envolvidos no treinamento.

Espero que estas informações tenham sido úteis para você. Não se esqueça de colocar seus aprendizados em prática, pois apenas a teoria não será o suficiente para fazer de você um trader vencedor (é preciso muita prática), ainda mais nessa modalidade de scalping trade. Lembre-se que seus resultados serão sempre proporcionais ao seu esforço e eficiência, e que este caminho árduo pode ser facilitado se trilhado ao lado de quem já passou por isso. Portanto, conte com a nossa ajuda durante a sua jornada no mercado!

Bons trades!