Glossário

Análise Técnica | Mercado e Finanças | Opções e Derivativos

Mercado e Finanças

Oferta de parte do capital de uma empresa ao público investidor, passando a companhia a ter outros acionistas além dos controladores.
Adicionado por: Marcos Moore
Aquele que detém uma quantidade tal de ações com direito a voto e veto que lhe permita manter o controle acionário de uma empresa.
Adicionado por: Marcos Moore
Aquele que é detentor de uma quantidade não expressiva, em termos de controle acionário, de ações com direito a voto.
Adicionado por: Marcos Moore
Assembléia Geral Extraordinária: Reunião dos acionistas, convocada e instalada na forma da lei e dos estatutos, com o objetivo de deliberar sobre qualquer matéria de interesse social. Sua convocação não é obrigatória, depende das necessidades específicas da empresa.
Adicionado por: Marcos Moore
Alavancagem financeira ocorre quando é utilizado capital de terceiros para aumentar ou multiplicar a rentabilidade de uma operação.
Adicionado por: Marcos Moore
Transferência de propriedade de algum bem físico. A alienação de controle acionário ocorre quando um investidor ou empresa vende o controle da companhia.
Adicionado por: Marcos Moore
No mercado financeiro, significa a data na qual a quantia aplicada recebe rendimentos. O aniversário da poupança cai no mesmo dia todos os meses. Os dias 29, 30 e 31 não são considerados aniversários e os depósitos efetuados nestas datas rendem no dia 1º do mês seguinte.
Adicionado por: Marcos Moore
É a projeção do comportamento futuro de preços de ativos - como ações - a partir do estudo do balanço e demonstração de resultados da empresa, informações setoriais e macroeconômicas. O uso conjunto destas informações permite que o analista recomende a compra ou venda dos ativos.
Adicionado por: Marcos Moore
Método de análise do movimento do preço das ações que considera única e exclusivamente informações contidas nos gráficos para determinar a formação de tendências de comportamento do preço da ação.
Adicionado por: Marcos Moore
Operação na qual um investidor obtém lucro com baixo risco, realizando transações simultâneas em dois ou mais mercados ou entre dois ativos. Por exemplo, a compra de um ativo no mercado brasileiro e a venda no exterior, se valendo da diferença de preços deste ativo nestes mercados.
Adicionado por: Marcos Moore
Reunião dos acionistas, convocada e instalada na forma da lei e dos estatutos, com o objetivo de deliberar sobre qualquer matéria de interesse social. Sua convocação não é obrigatória, depende das necessidades específicas da empresa.
Adicionado por: Marcos Moore
Convocada obrigatoriamente pela diretoria de uma sociedade anônima para verificação dos resultados, leitura, discussões, votação dos relatórios de diretoria e eleição do conselho fiscal e da diretoria. Deve ser realizada até quatro meses após o encerramento do exercício social.
Adicionado por: Marcos Moore
No mercado financeiro, são valores diversos, como, por exemplo, títulos de renda fixa, ações, ouro e moedas.
Adicionado por: Marcos Moore
Incorporação de novos recursos ou reservas ao capital da empresa. Geralmente, esse aumento se dá mediante bonificação (quando novas ações são emitidas e distribuídas proporcionalmente aos acionistas), elevação do valor nominal da ação, subscrição (direito de comprar novas ações com preferência para os acionistas, a um preço determinado em assembléia) ou pela incorporação de outras empresas.
Adicionado por: Marcos Moore
Título que indica que o dono possui parte do capital de uma empresa aberta. As ações são negociadas em bolsas de valores.


As ações são, basicamente, classificadas como ordinárias (com direito a votar nas assembleias) e preferenciais (com prioridade no recebimento de dividendos).

Adicionado por: Marcos Moore
Ação que proporciona participação nos resultados econômicos de uma empresa e confere a seu titular o direito de voto em assembléia. Após o código do ativo recebe o número 3. Exemplo: PETR3.
Adicionado por: Marcos Moore
Ação que oferece a seu detentor prioridade no recebimento de dividendos e/ou, no caso de dissolução da empresa, no reembolso de capital. Em geral, não concede direito a voto em assembléia. Normalmente a empresa é obrigada a distribuir entre os acionistas, no mínimo, 25% do seu lucro líquido.
Adicionado por: Marcos Moore
É a área responsável pela parte administrativa, contabilidade e processamento existente nas instituições financeiras.
Adicionado por: Marcos Moore
Órgão federal responsável por assegurar a estabilidade do poder de compra da moeda e um sistema financeiro sólido e eficiente. O BC executa a política monetária do governo, administra as reservas internacionais do país e fiscaliza o Sistema Financeiro Nacional.
Adicionado por: Marcos Moore
Banco Central do Brasil: Órgão federal responsável por assegurar a estabilidade do poder de compra da moeda e um sistema financeiro sólido e eficiente. O BC executa a política monetária do governo, administra as reservas internacionais do país e fiscaliza o Sistema Financeiro Nacional.
Adicionado por: Marcos Moore
Banco Central Europeu
Adicionado por: Caio Sasaki
Mercado baixista. Seu oposto é o Bull Market. A origem dos termos vem do movimento de ataque do urso com sua pata - de cima para baixo. Podemos traçar um paralelo com uma tendência de baixa
Adicionado por: Marcos Moore
Índice de referência utilizado pelos fundos de investimentos para comparação das rentabilidades com algum índice de mercado, como o CDI e o Ibovespa.
Adicionado por: Marcos Moore
Sexta-feira negra. O termo se aplica a qualquer colapso que afete os mercados financeiros. A original ocorreu em 24 de setembro de 1869, quando um grupo de especuladores provocou pânico no mercado.
Adicionado por: Marcos Moore
Segunda-feira negra. Aconteceu em 19 de outubro de 1987, quando a média Dow Jones recuou 508 pontos, refletindo o nervosismo dos investidores em relação aos inflados níveis de preços e de dados negativos do mercado americano e externo.
Adicionado por: Marcos Moore
Evento altamente improvável aos olhos das ferramentas matemáticas usadas para fins de controle de risco no mercado financeiro.
Adicionado por: Caio Sasaki
Em geral, ações de empresas tradicionais de grande porte, com grande liquidez e procura no mercado de ações. Também chamadas ações de primeira linha.
Adicionado por: Marcos Moore
Bolsa de Mercadorias e Futuros
Adicionado por: Caio Sasaki
As bolsas de valores são instituições civis sem fins lucrativos que pertence às corretoras de valores. São locais onde são negociados títulos e valores mobiliários (como ações e debêntures).
Adicionado por: Marcos Moore
Book de Ofertas: Registro das ordens de compra e venda de todas as corretoras para aquele ativo. Usado para saber por qual valor tal ativo pode ser comprado ou vendido naquele momento.
Adicionado por: Marcos Moore
Abreviação para Bolsa de Valores de São Paulo. Foi fundada em 1890 e hoje é o principal mercado de ações da América Latina e um dos maiores do mundo.
Adicionado por: Marcos Moore
Quebra de um suporte ou de uma resistência.
Adicionado por: Marcos Moore
Expressão criada pelo banco norte-americano Goldman-Sachs para designar os países emergentes com potencial de desenvolvimento econômico. Fazem parte do grupo o Brasil, a Rússia, a Índia e a China.
Adicionado por: Marcos Moore
BTC é um serviço por meio do qual investidores disponibilizam ações para empréstimos e os interessados as tomam mediante aporte de garantias. O "aluguel" de ações e necessário para quem deseja manter uma posição vendida no ativo de interesse.
Adicionado por: Caio Sasaki
Termo de origem norte-americana para designar um mercado com tendência de alta ou que os operadores apostam na alta dos ativos. Contrário de bear market. A origem do termo vem do movimento de ataque do touro com seu chifre - de baixo para cima, como uma tendência ascendente.
Adicionado por: Marcos Moore
Estratégia de comprar e manter determinada ação ou conjunto de ações ao longo de anos com objetivo de acumulação. Exige menos cuidados que as estratégias mais ativas, mas é fundamental conhecer as empresas.
Adicionado por: Marcos Moore
É um título emitido por uma empresa que pode ser negociado e que dá direito ao seu titular de subscrever ações, de acordo com as condições expressas em um certificado, a um preço fixado.
Adicionado por: Marcos Moore
É a soma de todos os recursos, bens e valores, mobilizados para a constituição de uma empresa.
Adicionado por: Marcos Moore
Empresa que tem suas ações registradas na CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e distribuídas entre um determinado número de acionistas. Elas podem ser negociadas em bolsas de valores ou no mercado de balcão.
Adicionado por: Marcos Moore
Empresa com capital de propriedade restrita, cujas ações não são negociadas em bolsas de valores ou no mercado de balcão.
Adicionado por: Marcos Moore
Obtenção de recursos para aplicação a curto, médio e/ou longo prazos com objetivos diversos.
Adicionado por: Marcos Moore
O Carry trade é uma estratégia onde um investidor se financia com uma yield relativamente baixa (por exemplo, empréstimos sob a baixa taxa japonesa) e usa os fundos para adquirir um activo com uma yield superior (por exemplo, a renda fixa brasileira).
Adicionado por: Caio Sasaki
É composta por títulos, ações e contratos e pode ser comparada a uma cesta. Exemplo: A carteira do investidor é o conjunto de todos os tipos de investimentos que ele possui.


A carteira de um fundo de investimento é a reunião de todos os títulos, papéis e obrigações do fundo.

Adicionado por: Marcos Moore
Conjunto de ações de diferentes empresas escolhidas por pessoas físicas (investidores diretos) ou jurídicas (fundos ou clubes de investimentos).
Adicionado por: Marcos Moore
Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia. Instituição auto-reguladora, supervisionada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), que presta serviços de compensação, liquidação e controle de risco das operações. A CBLC também presta o serviço de Custódia Fungível de ativos e administra o BTC (Banco de Títulos).
Adicionado por: Marcos Moore
Certificado de Depósito Bancário: Título emitido por bancos de investimento e comerciais, representativo de depósitos a prazo.
Adicionado por: Marcos Moore
Certificado de Depósito Interbancário: Certificado negociado exclusivamente entre bancos. Essas transações são fechadas por meio eletrônico e registradas nos computadores das instituições envolvidas e nos terminais do Cetip (Central de Custódia e Liquidação de Títulos). Normalmente, são operações de um dia. A taxa média diária do CDI de um dia é utilizada como referencial para o custo do dinheiro (juros). Por este motivo, esta taxa também é utilizada como referencial para avaliar a rentabilidade das aplicações em renda fixa.
Adicionado por: Marcos Moore
Título emitido por bancos de investimento e comerciais, representativo de depósitos a prazo.
Adicionado por: Marcos Moore
Certificado negociado exclusivamente entre bancos. Essas transações são fechadas por meio eletrônico e registradas nos computadores das instituições envolvidas e nos terminais do Cetip (Central de Custódia e Liquidação de Títulos). Normalmente, são operações de um dia. A taxa média diária do CDI de um dia é utilizada como referencial para o custo do dinheiro (juros). Por este motivo, esta taxa também é utilizada como referencial para avaliar a rentabilidade das aplicações em renda fixa.
Adicionado por: Marcos Moore
O pregão é imediatamente interrompido todas as vezes que o índice tenha queda de um determinado valor percentual. A regra é adotada pelas principais bolsas de valores. No caso da Bovespa, o pregão é interrompido em quedas acima de 10% no Ibovespa.
Adicionado por: Marcos Moore

Grupo de pessoas físicas (mínimo de 3 e máximo de 50) que aplica seus recursos em uma carteira diversificada de ações (e títulos de renda fixa). Devem ser administrados por uma instituição financeira autorizada (Sociedade Corretora, Distribuidora ou Banco de Investimento).

Adicionado por: Marcos Moore
Conselho Monetário Nacional: Órgão federal responsável pela formulação da política da moeda e do crédito e pela orientação, regulamentação e controle de todas as atividades financeiras desenvolvidas no país.
Adicionado por: Marcos Moore
Órgão federal, com sede no Rio de Janeiro, que disciplina e fiscaliza o mercado de valores mobiliários. É o xerife do mercado de ações
Adicionado por: Marcos Moore
Significa mercadoria. Nos mercados internacionais utiliza-se esse termo para designar bens que são facilmente negociados por não haver diferenciação de qualidade entre diferentes países ou produtores. Normalmente o termo se refere a matérias primas e produtos agrícolas como petróleo, minério de ferro, soja, milho, café e etc.
Adicionado por: Marcos Moore
Práticas executadas para fazer cumprir normas legais e regulamentares, assim como políticas e diretrizes definidas para o negócio. A área de compliance é responsável por fiscalizar e adequar as estratégias operacionais às classificações dos fundos, pois cada fundo tem características a serem observadas, além de estatutos próprios.
Adicionado por: Marcos Moore
Órgão federal responsável pela formulação da política da moeda e do crédito e pela orientação, regulamentação e controle de todas as atividades financeiras desenvolvidas no país.
Adicionado por: Marcos Moore
É uma conta corrente de depósitos para investimento. Foi criada pela Lei nº. 10.892, de 13 de julho de 2004, ajustada pela Medida Provisória nº. 206, de 6 de agosto de 2004, e regulamentada pela Receita Federal pela Instrução Normativa nº. 450, de 21 de setembro de 2004. Esta conta passou a ser utilizada a partir de 1º de outubro de 2004.
Adicionado por: Marcos Moore
Posse, por um acionista ou grupo de acionistas, da maior parcela de ações com direito a voto de uma empresa, garantindo o poder de decisão.
Adicionado por: Marcos Moore
Comitê de Política Monetária do Banco Central. Comitê que tem por objetivo estabelecer as diretrizes da política monetária e definir a taxa básica de juros. O comitê estabelece o valor da taxa Selic que deve vigorar no período entre suas reuniões. Em alguns casos, o Copom divulga ainda o viés da taxa Selic, apontando para uma tendência futura de alta ou queda.
Adicionado por: Marcos Moore
Taxa de remuneração de um intermediário financeiro na compra ou venda de títulos.
Adicionado por: Marcos Moore
Instituição auxiliar do sistema financeiro que opera no mercado de capitais com títulos e valores mobiliários, em especial no mercado de ações. É a intermediária entre os investidores nas transações em bolsas de valores. Administra carteiras de ações, fundos mútuos e clubes de investimentos, entre outras atribuições.
Adicionado por: Marcos Moore
Fração de um fundo. Todo valor aplicado em um fundo é transformado em uma quantidade de cotas que irão evoluir de acordo com o desempenho da carteira do fundo. Todo investidor de um fundo é proprietário de cotas desse fundo. Multiplicando a quantidade de cotas pelo valor atualizado da cota, o investidor obtém o valor atualizado do seu investimento inicial.
Adicionado por: Marcos Moore
Cotação de um título na primeira operação realizada em um dia de negociação.
Adicionado por: Marcos Moore
Última cotação de um título em um dia (ou outro período de tempo) de negociação.
Adicionado por: Marcos Moore
Maior cotação atingida por um título (ação, por exemplo) no decorrer de um dia de negociação.
Adicionado por: Marcos Moore
Cotação média de um título constatada no decorrer de um dia de negociação.
Adicionado por: Marcos Moore
Menor cotação de preço atingida por um título (ação, por exemplo) no decorrer de um dia de negociação.
Adicionado por: Marcos Moore
O Índice de Preços ao Consumidor (CPI) é considerado a medida de inflação mais extensivamente utilizada e considerada também como um indicador da eficácia da política de governo. O CPI é uma cesta de bens de consumo (e serviços) rastreada mês a mês (excluindo-se os impostos). Estes bens de consumo incluem tudo, desde o preço das fraldas até as despesas com funerais. As informações do CPI são coletadas em 87 áreas através de todos os Estados Unidos, de 22.000 estabelecimentos varejistas e de serviços. Dados dos aluguéis pagos pelos indivíduos também são coletados de 50.000 proprietários e inquilinos. O CPI é está disponível para dois grupos: o grupo CPI-U (Todos os Consumidores Urbanos); e o grupo CPI-W (Assalariados Urbanos e Funcionários de Escritório). A Secretária de Trabalho americano estimou que o CPI-U cobre todos os gastos feitos pelos assalariados e representa aproximadamente 87% do total da população americana. O CPI-W inclui apenas as horas trabalhadas dos indivíduos e cobre praticamente 32% da população.
Adicionado por: Caio Sasaki
Inventários de Petróleo nos Estados Unidos.
Adicionado por: Caio Sasaki
Serviço de guarda de títulos e de exercício de direitos prestados aos investidores.
Adicionado por: Marcos Moore
Comissão de Valores Mobiliários: Órgão federal, com sede no Rio de Janeiro, que disciplina e fiscaliza o mercado de valores mobiliários. É o xerife do mercado de ações
Adicionado por: Marcos Moore
A operação day trade é aquela em que um mesmo investidor compra e vende, no mesmo dia, a mesma quantidade de ativos de uma mesma empresa. Normalmente denomina-se day trade a compra e a venda do mesmo ativo, mas não somente nesta ordem, ou seja, se o agente vender um ativo (que já possuía de dias anteriores) pela manhã e recomprá-lo ao final do dia, caracteriza-se também um day trade.
Adicionado por: Marcos Moore
Título de dívida de médio e longo prazo emitido por empresas de capital aberto ou fechado, geralmente utilizado no financiamento de projetos, na reestruturação de passivos ou no aumento de capital de giro da empresa emissora. A debênture representa uma fração do total da dívida contraída pela companhia no ato da emissão e pode ser negociada no mercado secundário.


As debêntures conversíveis são aquelas que por opção de seu portador podem ser convertidas em ações, em épocas e condições pré-determinadas na escritura da emissão. Já as simples não dispõem deste tipo de mecanismo.

Adicionado por: Marcos Moore
Ocorre quando a empresa divide suas ações em duas ou mais, em geral, com o objetivo de tornar seu valor de mercado e seu lote de negociação mais acessíveis. Não há, no entanto, aumento do capital da empresa.
Adicionado por: Marcos Moore
Direito de um acionista de subscrever (comprar) preferencialmente novas ações de uma sociedade anônima quando do aumento de seu capital.
Adicionado por: Marcos Moore
Dividendos, bonificações e/ou direitos de subscrição distribuídos por uma empresa a seus acionistas. O mesmo que benefícios e proventos.
Adicionado por: Marcos Moore
A negociação direta é uma operação feita no pregão da bolsa de valores ou na negociação eletrônica, na qual a corretora atua simultaneamente como compradora e vendedora, representando diferentes clientes.
Adicionado por: Marcos Moore
Divulgação de informação por parte de uma empresa possibilitando uma tomada de decisão consciente pelo investidor e aumentando sua proteção.
Adicionado por: Marcos Moore
Instituição auxiliar do sistema financeiro que participa do sistema de intermediação de ações e outros títulos no mercado primário, colocando-os à venda para o público. Possui atuação mais restrita que as corretoras, mas pode organizar clubes de investimentos.
Adicionado por: Marcos Moore
É o chamado ganho corrente na ação. Valor distribuído aos acionistas, em dinheiro, na proporção da quantidade de ações possuídas. A decisão de pagamento de dividendos passa pela capacidade de geração de caixa e saúde financeira da empresa. O valor a ser pago pode ser fixado em função de parcela (%) do lucro líquido do exercício, parcela da geração de caixa livre, parcela do capital social ou um evento extraordinário.
Adicionado por: Marcos Moore
Dow Jones Industrial Average: O cálculo deste índice é bastante simples e é baseado na cotação das ações de 30 das maiores e mais importantes empresas dos Estados Unidos.
Adicionado por: Francisco Alves
Índice Dow Jones: Criado pelo jornalista Charles Dow em 1896 para acompanhar o desempenho das ações das bolsas de valores de Nova York. Os componentes do Dow Jones são as 30 ações industriais mais importantes dos EUA escolhidas pelos editores do jornal de economia The Wall Street Journal
Adicionado por: Marcos Moore
Abreviação para Day Trade. A operação day trade é aquela em que um mesmo investidor compra e vende, no mesmo dia, a mesma quantidade de ativos de uma mesma empresa. Normalmente denomina-se day trade a compra e a venda do mesmo ativo, mas não somente nesta ordem, ou seja, se o agente vender um ativo (que já possuía de dias anteriores) pela manhã e recomprá-lo ao final do dia, caracteriza-se também um day trade.
Adicionado por: Caio Sasaki
Earnings Before Interest Taxes Depreciation and Amortization. Sigla em inglês que representa o lucro de determinada empresa antes da contabilização dos resultados financeiros, depreciação, amortização e pagamento de juro. Expressa a geração operacional de caixa de uma empresa.
Adicionado por: Marcos Moore
Aquele que utiliza seu capital na expectativa de aproveitar as flutuações das ações no curtíssimo prazo. Os especuladores concedem liquidez ao mercado, assumindo riscos que os investidores não querem correr. Têm um papel fundamental no mercado de ações.
Adicionado por: Marcos Moore
Ex-direitos: Denominação dada a uma ação que teve os direitos (dividendos, juros sobre o capital, bonificação ou subscrição) exercidos, ou seja, recebidos pelo titular. O mais usual é o ex-dividendos.
Adicionado por: Marcos Moore
Cuidado ao trocar informações pessoais com desconhecidos. Nunca deposite valores na conta de terceiros para fins de investimentos. Ao iniciar algum tipo de serviço com profissionais verifique suas referências.
Adicionado por: Caio Sasaki
Federal Reserve: É o Banco Central norte-americano, órgão responsável por determinar a política monetária e supervisionar o sistema financeiro nos Estados Unidos. É formado por uma junta de sete membros, indicados pelo presidente da República e aprovados pelo Senado.
Adicionado por: Marcos Moore
O Federal Reserve (Fed) é o Banco Central norte-americano, órgão responsável por determinar a política monetária e supervisionar o sistema financeiro nos Estados Unidos. É formado por uma junta de sete membros, indicados pelo presidente da República e aprovados pelo Senado.
Adicionado por: Marcos Moore
É um índice de preços de ações, calculado pela Fundação Getúlio Vargas. Faz uma média ponderada dos preços de 100 ações de empresas privadas não-financeiras que têm seus papéis negociados na Bolsa de Valores de São Paulo, selecionadas segundo critérios de qualidade e liquidez.
Adicionado por: Marcos Moore
Investidor pessoa física que adquire ações em oferta pública e vende os papéis no dia da estréia. Para desestimular esse tipo de operação, algumas ofertas públicas têm tirado a prioridade de investidores flippers na reserva de ações.
Adicionado por: Marcos Moore
Percentual do capital social da empresa circulando no mercado, ou seja, que não se encontra na mão de acionistas controladores. Estas ações são "livres", podendo ser negociadas por outros investidores.
Adicionado por: Marcos Moore
É um fundo de investimento em que a carteira de títulos e valores mobiliários mantém aplicações de no mínimo 80% em ativos relacionados diretamente ou sintetizados, via derivativos, no fator de risco que dá nome à classe. Esse fundo deve também possuir no mínimo 67% da carteira em ações admitidas à negociação no mercado à vista da bolsa de valores ou entidade do mercado de balcão organizado.
Adicionado por: Marcos Moore
Forma de investimento em que vários investidores, chamados cotistas, reúnem recursos para aplicar em títulos, ações, certificados ou até em outros fundos. O gestor ou administrador do fundo é o responsável por fazer os investimentos com o objetivo de garantir boa rentabilidade aos cotistas.
Adicionado por: Marcos Moore
Entidade que administra um conjunto de recursos proveniente de contribuições de empregados e da própria empresa. Os recursos destinam-se à aplicação em uma carteira diversificada de ações, outros títulos mobiliários e imóveis que garantirão a aposentadoria de seus participantes.
Adicionado por: Marcos Moore
Fundo de investimento destinado a aplicações em empreendimentos imobiliários. Este tipo de fundo é constituído sob a forma de condomínio fechado (ou seja, suas quotas não podem ser resgatadas, a não ser pelo término do prazo de duração ou pela liquidação do fundo).


As quotas são registradas na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), podendo ser negociadas em bolsa de valores ou no mercado de balcão.

Adicionado por: Marcos Moore
Fundos que diversificam investimentos em vários mercados ao mesmo tempo, como ações, renda fixa e câmbio. Podem usar derivativos. Têm regras mais livres que os demais fundos.
Adicionado por: Marcos Moore
Responsável pela gestão do fundo de investimento. Busca as melhores operações no mercado para que os recursos dos investidores tenham a maior rentabilidade possível, de acordo com as diretrizes do fundo. O gestor pode negociar, em nome do fundo, os títulos e valores mobiliários que compõem a carteira.
Adicionado por: Marcos Moore
Tipo de administração dos recursos dos fundos de investimento que tem como objetivo superar o rendimento do índice de referência (benchmark). Desta forma, o conjunto de ativos que o fundo investe não é necessariamente igual à composição do índice de referência.
Adicionado por: Marcos Moore
Tipo de administração dos recursos dos fundos de investimento que tem como objetivo atingir a mesma rentabilidade de seu índice de referência (benchmark). Desta forma, a carteira de investimento deverá ser igual à composição do índice de referência.
Adicionado por: Marcos Moore
Conjunto de práticas entre acionistas, conselho de administração, diretoria e auditoria a fim de garantir tratamento igualitário a acionistas minoritários e majoritários. A governança corporativa proporciona aos proprietários a gestão estratégica de sua empresa e maior transparência no acesso às informações financeiras de uma companhia.
Adicionado por: Marcos Moore
Ocorre quando a empresa reduz a quantidade de ações, ou seja, agrupa várias ações em uma. Em geral, o grupamento é feito para facilitar as negociações em lotes padrões e para aumentar o valor unitário das ações. Não há, no entanto, aumento do capital da empresa.
Adicionado por: Marcos Moore
É o sistema de operações que os investidores utilizam para ter acesso direto ao pregão eletrônico da Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo), por meio da internet. Esta modalidade de operação foi criada em 1999 pela Bovespa. O Home Broker permite a compra e venda de ativos, como ações e opções, e operações na BM&F (Bolsa de Mercadorias & Futuros).
Adicionado por: Marcos Moore
Operação financeira realizada com o intuito de proteger um investimento, diminuindo seu risco. Esse movimento de proteção é chamado, no jargão do mercado, de "fazer um hedge" ou "se hedgear".


Na prática, o hedge pode ser feito através de operações nos mercados derivativos (opções e futuros) ou ainda assumindo uma posição em outro ativo que tenha comportamento inverso ao do ativo que se queira proteger. Dessa forma, o ganho que se teria no ativo que está sendo "hedgeado" será menor, mas, em contrapartida, seu risco também será diminuído.

Adicionado por: Marcos Moore
Determinados fundos de investimentos que se utilizam de técnicas de hedging, como contratos futuros de índices do mercado ou vendas a descoberto em opções para limitar riscos. Esta é a teoria, mas na prática, como estes fundos são bastante livres, do ponto de vista da legislação, acabam embutindo altos riscos aos investidores. Por este motivo, normalmente, são reservados a investidores qualificados
Adicionado por: Marcos Moore
É o sistema de operações que os investidores utilizam para ter acesso direto ao pregão eletrônico da Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo), por meio da internet. Esta modalidade de operação foi criada em 1999 pela Bovespa. O Home Broker permite a compra e venda de ativos, como ações e opções, e operações na BM&F (Bolsa de Mercadorias & Futuros).
Adicionado por: Marcos Moore
Sigla do principal índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo, o Índice Bovespa. Ele mede a valorização das ações mais negociadas na Bovespa. As ações que fazem parte da carteira teórica do Ibovespa respondem por mais de 80% do número de negócios e do volume financeiro no mercado à vista da Bovespa. A cada quatro meses a bolsa paulista divulga a nova carteira do Ibovespa.
Adicionado por: Marcos Moore
Contrato da BM&F (Bolsa de Mercadoria & Futuros) onde o investidor negocia a pontuação do índice Ibovespa à vista num prazo futuro.
Adicionado por: Marcos Moore
Índice de preços que mede o retorno de uma carteira teórica composta por 50 ações selecionadas entre as mais negociadas na Bovespa, em termos de número de negócios e volume financeiro. Essas ações são ponderadas na carteira do índice pelo seu respectivo número de ações disponíveis à negociação no mercado.
Adicionado por: Marcos Moore
Índice que mede o retorno de uma carteira hipotética composta pelas 100 ações selecionadas entre as mais negociadas na Bovespa em termos de número de negócios e volume financeiro, ponderadas no índice pelo seu respectivo valor de mercado.
Adicionado por: Marcos Moore
Índice Geral de Preços do Mercado: Índice que mede a variação de preços no mercado de atacado, de consumo e construção civil. Este índice é formado pela soma ponderada de outros três índices: IPA (Índice de Preços ao Atacado), com um peso de 60%; IPC (Índice de Preço ao Consumidor), com um peso de 30%; e INCC (Índice Nacional da Construção Civil), com 10%. O IGPM considera todos os produtos disponíveis no mercado, inclusive o que é importado.
Adicionado por: Marcos Moore
Calcula a variação dos preços de uma “cesta de consumo” média de uma determinada população.
Adicionado por: Marcos Moore
Índice que mede a variação de preços no mercado de atacado, de consumo e construção civil. Este índice é formado pela soma ponderada de outros três índices: IPA (Índice de Preços ao Atacado), com um peso de 60%; IPC (Índice de Preço ao Consumidor), com um peso de 30%; e INCC (Índice Nacional da Construção Civil), com 10%. O IGPM considera todos os produtos disponíveis no mercado, inclusive o que é importado.
Adicionado por: Marcos Moore
Informação sigilosa obtida com antecedência sobre empresas com ações negociadas na Bolsa. O uso de tais informações para obter lucro no mercado configura crime e é passível de punição.
Adicionado por: Marcos Moore
Ocorre quando a empresa reduz a quantidade de ações, ou seja, agrupa várias ações em uma. Em geral, o grupamento é feito para facilitar as negociações em lotes padrões e para aumentar o valor unitário das ações. Não há, no entanto, aumento do capital da empresa.
Adicionado por: Marcos Moore
Investidor que tem acesso privilegiado a determinadas informações, antes que estas se tornem conhecidas no mercado.
Adicionado por: Marcos Moore
Investidor Institucional: Instituição que dispõe de grande recurso financeiro, e que atua na gestão recursos de terceiros. São exemplos de investidores institucionais: Fundos de pensão, entidades de previdência privada, seguradoras e fundos de investimentos.
Adicionado por: Marcos Moore
Ao longo do dia de pregão. Diz-se “gráfico intraday” para periodicidades inferiores a um dia, como 60 minutos ou 15 minutos, por exemplo.
Adicionado por: Marcos Moore
Grau de investimento. Quando um país ou uma empresa recebe das agências de classificação de risco. a nota que diz que o investimento ali é seguro e recomendado.
Adicionado por: Marcos Moore
Índice de Preço ao Consumidor: Calcula a variação dos preços de uma “cesta de consumo” média de uma determinada população.
Adicionado por: Marcos Moore
Initial Public Offering (oferta pública inicial, em inglês).  Essa oferta se refere a ações, portanto é a primeira oferta de ações de uma empresa, isto é, quando ela abre seu capital e passa a vender ações na bolsa de valores.
Adicionado por: Caio Sasaki
Juros sobre Capital Próprio
Adicionado por: Caio Sasaki
Taxa de juros de um empréstimo ou financiamento que inclui a correção monetária (correção pela inflação do período). Em geral, as taxas de juros oferecidas nos financiamentos são nominais, já que não há o desconto da inflação.
Adicionado por: Marcos Moore
Taxa de juros em que a inflação do período já foi descontada.
Adicionado por: Marcos Moore
Custo ou preço do dinheiro. É a remuneração que o detentor do dinheiro recebe por abrir mão dele por um período de tempo. Como qualquer outro bem na economia, o custo do dinheiro (taxa de juros) é determinado pela oferta e procura.
Adicionado por: Marcos Moore
Ou juros sobre juros. Os juro obtidos em um período são incorporados ao principal no período seguinte, portanto, incidirão sobre o principal e sobre os juros do período anterior. Nos juros simples o pagamento é apenas sobre o valor principal.
Adicionado por: Marcos Moore
Bonificação dada ao acionista da empresa, calculada sobre o Patrimônio Líquido da companhia. O acionista que recebe o JCP é tributado na fonte em 15% sobre o valor distribuído.


A decisão de pagar juros compete à assembléia geral, ao conselho de administração ou à diretoria da empresa. Para a empresa a grande vantagem do pagamento de juros é que pode ser contabilizado como despesa antes do lucro, um grande benefício fiscal.

Adicionado por: Marcos Moore
Preço oferecido em pregão para a compra ou venda de um lote de títulos pelos representantes das sociedades corretoras.
Adicionado por: Marcos Moore
Capacidade que um título tem de ser convertido em moeda. Se um investidor consegue comprar ou vender uma ação com facilidade, pelo preço justo, ela tem boa liquidez.
Adicionado por: Marcos Moore
Quantidade mínima de ações de mesmo valor e característica exigida nas negociações das Bolsas de Valores. No mercado, a ação pode ser negociada geralmente em lotes com 100 ou mil ações. Fora destes padrões deve-se procurar o mercado fracionário.
Adicionado por: Marcos Moore
Ganho por ação obtido durante um determinado período de tempo, calculado por meio da divisão do lucro líquido de uma empresa pelo número existente de ações.
Adicionado por: Marcos Moore
No mercado de futuros significa um depósito (em dinheiro, valores mobiliários ou outros instrumentos) exigido pelo sistema de compensações de futuros com o objetivo de assegurar o cumprimento.
Adicionado por: Marcos Moore
Sistema de negociação na Bovespa. Pelos terminais eletrônicos do Mega Bolsa são enviadas as ordens de compra e venda de ações.
Adicionado por: Marcos Moore
Negociação de compra e venda de ações por um preço definido com liquidação para uma data futura. Normalmente ocorrem entre 30 e 180 dias após a data da negociação, conforme compromisso estabelecido pelas partes em contrato.
Adicionado por: Marcos Moore
Este termo se refere normalmente ao mercado de ações, onde os títulos negociados não possuem prazo de vencimento. Na Boverspa, as compras e vendas à vista são liquidades três dias úteis após a negociação.
Adicionado por: Marcos Moore
Segmento do mercado de capitais que compreende a colocação primária em mercado de ações novas emitidas pelas empresas e a negociação secundária (em bolsas de valores e no mercado de balcão) das ações já colocadas em circulação.
Adicionado por: Marcos Moore
Mercado de títulos sem lugar físico determinado para as transações, que são realizadas por telefone entre instituições financeiras. São negociadas ações de empresas não registradas em bolsas de valores e outras espécies de títulos.
Adicionado por: Marcos Moore
Sistema organizado de negociação de títulos e valores mobiliários de renda variável pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários).
Adicionado por: Marcos Moore
Tipo de mercado que compreende as operações feitas em pregão na bolsa de valores, relativas à negociação de contrato de opções de compra e de venda de ativos-objeto.
Adicionado por: Marcos Moore
Negociação de parte de um lote-padrão de ações. Normalmente ocorre diferença de preços entre o lote-padrão e o fracionário.
Adicionado por: Marcos Moore
Mercado no qual são realizadas operações envolvendo lotes padronizados de commodities ou ativos financeiros, para liquidação em datas pré-fixadas.
Adicionado por: Marcos Moore
É nele que ocorre a colocação de novas ações (e outros valores mobiliários) no mercado . As empresas recorrem ao mercado primário para completar os recursos de que necessitam, visando ao financiamento de seus projetos de expansão ou emprego em outras atividades.
Adicionado por: Marcos Moore
Mercado para compra e venda de valores mobiliários já emitidos no qual ocorre a negociação dos títulos adquiridos no mercado primário, proporcionando a liquidez necessária. As transações são realizadas entre investidores particulares e institucionais. Integram o mercado secundário, os mercados de bolsa, de balcão e os especiais.
Adicionado por: Marcos Moore
Merposa significa Merda em Pó SA. O nome surgiu no final da década de 60 e era usado como trote para os novatos no antigo pregão viva voz.
Adicionado por: Caio Sasaki
Local nas corretoras onde ocorre a negociação de ações por telefone, com atendimento feito por assessores especializados. Os custos para se operar via mesa de operações é superior aos custos de operar via home-broker.
Adicionado por: Marcos Moore
Contratos de índice futuro que podem ser negociados e valem 1/5 do Contrato cheio do Índice Futuro.
Adicionado por: Marcos Moore
Os minicontratos representam uma fração dos contratos futuros padrões,
Adicionado por: Marcos Moore
Indicadores utilizados por analistas e investidores para avaliar a rentabilidade e o preço das ações. Os múltiplos mais conhecidos são: Preço/Lucro, Valor da Empresa/Geração Operacional e Preço/Patrimônio.
Adicionado por: Marcos Moore
Antigamente as ordens posicionadas no mercado eram anotadas numa lousa, daí vem a expressão "deixar a ordem na pedra" que significa posicionar uma ordem de compra ou venda no mercado. Quando alguém diz "fiquei na pedra" significa que o mercado se mexeu mas não executou a ordem posicionada pelo investidor.
Adicionado por: Caio Sasaki
É a bolsa de empresas de alta tecnologia. O Nasdaq Composite é um índice criado em 1971, que mede o desempenho das ações negociadas na Nasdaq.
Adicionado por: Marcos Moore
Documento que a sociedade corretora apresenta ao seu cliente, registrando a operação realizada, com indicação da espécie, quantidade de títulos, preço, data do pregão, valor da negociação, da corretagem cobrada e das taxas devidas.
Adicionado por: Marcos Moore
New York Stock Exchange — Bolsa de Valores de Nova York. É a maior e mais importante bolsa de valores do mundo, localizada na Wall Street, em Nova York. Nela são negociados títulos e ações das principais empresas dos Estados Unidos e do mundo. O índice utilizado para o acompanhamento da evolução dos negócios na Bolsa de Valores de Nova York é o Dow Jones.
Adicionado por: Marcos Moore
Quando uma empresa se estabelece em outro país, geralmente um paraíso fiscal, com o intuito de pagar menos impostos que em seu país de origem. Um fundo offshore é aquele constituído fora do território brasileiro, mas o gestor se encontra no Brasil.
Adicionado por: Marcos Moore
Representante de uma sociedade corretora que executa ordens de compra e de venda de ações no pregão de uma bolsa de valores.
Adicionado por: Marcos Moore
O investidor vende à vista um lote possuído de ações e o recompra, no mesmo momento, em um dos mercados a prazo. O custo do financiamento é dado pela diferença entre os preços de compra e de venda.
Adicionado por: Marcos Moore
O investidor compra à vista um lote de ações e o revende imediatamente em um dos mercados a prazo. A diferença entre os dois preços será a remuneração da aplicação pelo prazo de financiamento. A operação de financiamento também pode ser definida como aquela em que o investidor vende uma ação à vista e compra uma opção de compra sobre essa ação.
Adicionado por: Marcos Moore
É aquela que deve ser executada no melhor preço disponível naquele momento.
Adicionado por: Marcos Moore
Composta por uma ordem de compra e uma outra de venda de um determinado valor mobiliário. Sua efetivação só se dará quando ambas puderem ser executadas. Um investidor pode querer vender um papel para comprar outro, mas só fará a compra do novo se garantir os recursos financeiros com a venda do que ele possuia.
Adicionado por: Marcos Moore
É o registro simultâneo de duas ofertas que se cruzam, e que são registradas pela mesma corretora.
Adicionado por: Caio Sasaki
É aquela dada por um administrador de carteira ou por quem represente mais de um cliente, onde ele estabelece as condições de execução da ordem e depois indicará os nomes dosinvestidoresquantidade de títulos atribuída a cada um deles e o preço.
Adicionado por: Caio Sasaki
Aquela que o investidor especifica o preço máximo para compra ou preço mínimo para venda. Em outras palavras, a ordem deverá ser executada dentro dos limites dados pelo cliente. É o tipo de ordem mais utilizado no mercado.
Adicionado por: Marcos Moore
É uma ordem condicional. O cliente determina um preço de disparo e um preço máximo ou mínimo de execução. A compra ou venda só é realizada se o preço de disparo for atingido.
Adicionado por: Marcos Moore
É uma ordem condicional. O cliente determina um preço de disparo e um preço máximo ou mínimo de execução. A compra ou venda só é realizada se o preço de disparo for atingido.
Adicionado por: Marcos Moore
Significa preço sobre lucro. É um índice usado no mercado para comparar ações e identificar as baratas e as caras. O índice é calculado pela divisão do preço da ação pelo lucro líquido anual dessa ação. Mantidos os lucros constantes a divisão do preço pelo lucro (P/L) indica o retorno em anos do investimento, ou seja, o tempo para se retornar todo o capital investido.
Adicionado por: Marcos Moore
País que oferece incentivos às operações financeiras, por meio de vantagens como o sigilo total e a cobrança de impostos baixa ou nula. Os mais conhecidos são Suíça, Ilhas Caymann, Luxemburgo, Uruguai e Bahamas. Chamam-se popularmente de offshores as contas e empresas abertas em paraísos fiscais, geralmente com o intuito de pagar-se menos imposto do que no seu país.
Adicionado por: Marcos Moore
Representa os valores que os acionistas têm na empresa, em um dado momento.
Adicionado por: Marcos Moore
Dado mais relevante do setor de emprego nos Estados Unidos. Publicado na primeira sexta-feira do mês à 8:30 (horário de NY).
Adicionado por: Caio Sasaki
Os PIBBs (Papéis de Índice Brasil Bovespa) são quotas do fundo de investimento negociado na Bolsa de Valores de São Paulo. O fundo acompanha a variação do Índice Brasil-50 (IBrX-50), composto pelas 50 ações mais negociadas na Bovespa.
Adicionado por: Marcos Moore
Política que engloba a arrecadação de recursos por meio de impostos e as despesas do governo. Se os gastos do governo superam o dinheiro arrecadado com a cobrança de tributos, significa que há um déficit fiscal. Se o total de receitas for superior às despesas teremos superávit fiscal A política fiscal pode ser restritiva (menos gastos públicos e mais impostos) ou expansionista (aumento nos gastos públicos e corte nos impostos).
Adicionado por: Marcos Moore
Conjunto de medidas adotadas pelo governo e executadas pelo Banco Central que age diretamente sobre o controle da quantidade de dinheiro em circulação, visando defender o poder de compra da moeda. Tal prática pode ser expansionista ou restritiva.


A definição da taxa Selic e dos depósitos compulsórios (o quanto os bancos devem manter de recursos em reservas no BC), por exemplo, fazem parte da política monetária.

Adicionado por: Marcos Moore
Prazo fixado por uma sociedade anônima para que o acionista exerça seu direito de preferência na subscrição (compra) de novas ações emitidas.
Adicionado por: Marcos Moore
Sessão durante a qual se efetuam negócios com papéis registrados em uma bolsa de valores, por meio de um sistema de negociação eletrônica.
Adicionado por: Marcos Moore
Sistema eletrônico de negociação por terminais que permite a realização de negócios, por operadores e corretoras credenciados, nos mercados à vista, a termo e de opções, com papéis e horários definidos.
Adicionado por: Marcos Moore
Termo que indica o quanto deveria ser o preço da ação de uma empresa com base nos fundamentos da empresa. Os analistas de corretoras utilizam métodos, como projeção de fluxo de caixa futuro da empresa, e com base nisso, conseguem determinar o potencial de valorização daquela ação em relação à cotação atual no mercado. Também pode ser chamado de preço-alvo.
Adicionado por: Marcos Moore
Tipo de fundo de investimento que compra participação acionária em empresas. Esses fundos são fechados, sem venda de cotas ao varejo. A intenção é agregar valor a empresa e vender a participação por um preço maior que o da compra.
Adicionado por: Marcos Moore
O cálculo da PTAX se dará através de quatro consultas diárias às instituições credenciadas como dealers de câmbio. Os resultados de cada consulta serão definidos pela média das respectivas cotações, excluídos os dois maiores e os dois menores valores informados. A taxa PTAX será dada pela média aritmética simples das quatro consultas e será divulgada por volta das 13:00.
Adicionado por: Caio Sasaki
Fração de um fundo. Todo valor aplicado em um fundo é transformado em uma quantidade de cotas que irão evoluir de acordo com o desempenho da carteira do fundo. Todo investidor de um fundo é proprietário de cotas desse fundo. Multiplicando a quantidade de cotas pelo valor atualizado da cota, o investidor obtém o valor atualizado do seu investimento inicial.
Adicionado por: Marcos Moore
Divisão proporcional. Muito utilizada em ofertas públicas para se referir ao montante destinado a cada investidor.
Adicionado por: Marcos Moore
A avaliação e a classificação de risco, também conhecida como rating, é a opinião técnica de uma empresa independente e especializada sobre a capacidade de um fundo de investimento, companhia ou país em saldar compromissos financeiros.


A avaliação é expressa em uma nota de classificação que indica as chances de inadimplência. No caso da análise de um governo, a classificação é chamada de rating soberano. Uma boa classificação significa que o avaliado tem capacidade e disposição de pagar suas dívidas.

Adicionado por: Marcos Moore
Expressão do mercado utilizada quando os investidores vendem suas aplicações (ações, títulos públicos, etc.) para obter lucro. A venda pode ocorrer em dois momentos: quando o investimento subiu muito e permite que o investidor obtenha uma boa margem de lucro ou quando a aplicação se valorizou, mas passou a apresentar tendência de queda, e agora o investidor quer preservar parte deste lucro.
Adicionado por: Marcos Moore
É o nome genérico que se dá para as aplicações que pagam juros, ou para investimentos que tenham carteira composta com a maioria dos investimentos em renda fixa. Numa avaliação rigorosa, apenas as aplicações com juro prefixado poderiam ter este nome, por efetivamente fixar o rendimento. Na prática, este termo é usado também para os investimentos que pagam juros pós-fixados.
Adicionado por: Marcos Moore
É uma aplicação cujo rendimento é desconhecido e depende das condições do mercado e do comportamento específico de cada ativo da carteira. É o caso de investimento em ações.
Adicionado por: Marcos Moore
É o retorno positivo ou negativo (ganho ou perda monetária) ocorrido em um investimento, que são provocados, no caso do mercado acionário, pela variação de preço das ações, além, claro, da distribuição de proventos como dividendos e juros sobre capital.


A rentabilidade costuma ser apresentada em valores porcentuais. É sempre necessário avaliar se o rendimento esperado compensa ou não o risco assumido (relação retorno-risco).

Adicionado por: Marcos Moore
É a retirada parcial ou total de recursos aplicados em investimentos, como fundos. Algumas instituições estipulam um valor mínimo de resgate ou prazos para que os resgates sejam efetuados.
Adicionado por: Marcos Moore
É o risco de o governo de um país mudar a sua política a ponto de interferir nos pagamentos a credores estrangeiros, por questões econômicas ou políticas, que pode ser sinalizado pelas taxas de juros dos títulos da dívida externa. Quanto maior o risco país, maior o risco de aquele país não honrar com o pagamento da dívida.
Adicionado por: Marcos Moore
ROI :retorno sobre investimento (em inglês, return on investment ou ROI), também chamado taxa de retorno (em inglês, rate of return ou ROR), taxa de lucro ou simplesmente retorno, é a relação entre a quantidade de dinheiro ganho (ou perdido) como resultado de um investimento e a quantidade de dinheiro investido.
Adicionado por: Marcos Moore
Standard & Poor`s 500: Calculado pela empresa de classificação de risco com o mesmo nome, exprime a variação média das 500 principais ações negociadas nas bolsas americanas, escolhidas pela participação de mercado e liquidez.
Adicionado por: Marcos Moore
Expressão designada para identificar os pequenos investidores (pessoas físicas). Alguns investidores “sardinhas” acreditam que os grandes investidores (“tubarões”) manipulam o mercado, fazendo um movimento em massa de compra ou venda de papéis. Com isso, o preço das ações varia conforme o objetivo dos tubarões.
Adicionado por: Marcos Moore
Empresas negociadas em bolsa que possuem baixo valor patrimonial.
Adicionado por: Marcos Moore
Empresa que tem o capital dividido em ações. Pode ser de capital aberto (com ações negociadas em bolsa) ou de capital fechado.
Adicionado por: Marcos Moore
Ocorre quando a empresa divide suas ações em duas ou mais, em geral, com o objetivo de tornar seu valor de mercado e seu lote de negociação mais acessíveis. Não há, no entanto, aumento do capital da empresa.
Adicionado por: Marcos Moore
Diferença entre preços de ativos (diferença entre preço de compra e de venda), ou entre taxas de juros. Quando o spread é alto, isso pode significar poucas ofertas no mercado, ou seja, baixa liquidez.
Adicionado por: Marcos Moore
São hipotecas de alto risco, que concedem financiamentos a clientes que não têm boa avaliação de crédito nos Estados Unidos. Em geral, esses créditos imobiliários têm taxas mais altas em relação ao mercado. Ficaram famosas em 2008, ao serem responsabilizadas por uma das maiores crises da história, a "crise dos subprimes".
Adicionado por: Marcos Moore
Extensão do prêmio de controle. A venda de uma companhia que tenha tag along só poderá ocorrer se o comprador oferecer, aos donos de ações ON, pelo menos 80% do valor pago por cada ação dos controladores. Algumas companhias estendem o tag along às ações PN.
Adicionado por: Marcos Moore
Taxa cobrada nos fundos (e clubes) de investimento para remunerar o trabalho do gestor pela administração dos recursos do fundo. A taxa é divulgada em percentual anual, mas incide proporcionalmente todos os dias sobre o patrimônio dos investidores.
Adicionado por: Marcos Moore
Taxa que pode ser cobrada sobre a rentabilidade que superar a variação de um índice usado como referência (benchmarking). Por exemplo, um fundo de investimento pode cobrar uma taxa sobre a rentabilidade que superar o rendimento do Ibovespa.
Adicionado por: Marcos Moore
Palavra em inglês para designar títulos de dívida negociáveis emitidos pelo governo dos EUA, garantidos pela boa-fé e crédito inerente a esse governo, e emitidos de acordo com vários planos e prazos de vencimento. As treasuries podem ser divididos em três grupos, segundo seu prazo: Treasury Bills (até um ano), Treasury Notes (de um a dez anos) e Treasury Bonds (dez anos ou mais).


As treasuries são consideradas um dos investimentos mais seguros do mundo e são, constantemente, usadas como referência para outras aplicações.

Adicionado por: Marcos Moore
Gíria do mercado financeiro utilizada para identificar grandes investidores (bancos, corretoras, entre outros). Alguns pequenos investidores acreditam que os “tubarões”, às vezes, são responsáveis por derrubar ou elevar o preço de determinadas ações em movimentos especulativos e ilícitos. A CVM existe para coibir este tipo de prática, caso ocorra realmente.
Adicionado por: Marcos Moore
São papéis emitidos pelo Tesouro Nacional e vendidos no mercado para captar recursos financeiros e financiar atividades dos governos federal, estadual e municipal, e também financiar a dívida pública. Em troca, pagam uma taxa de remuneração. São ativos de renda fixa. Os títulos públicos mais comuns são: LTN (Letras do Tesouro Nacional), LFT (Letras Financeiras do Tesouro) e NTN (Notas do Tesouro Nacional).
Adicionado por: Marcos Moore
Instituição financeira especializada em operações de lançamento de ações no mercado primário. No Brasil tais instituições são, em geral, bancos múltiplos, bancos de investimento, sociedades distribuidoras e corretoras. Estas instituições mantêm equipes formadas por analistas e técnicos capazes de orientar os empresários, indicando melhores condições e oportunidades para a abertura de capital de uma empresa por meio de operações de lançamento.
Adicionado por: Marcos Moore
Processo de lançamento de ações mediante subscrição pública. O lançamento é aberto para não-acionistas da empresa, mas os acionistas terão preferência se a subscrição for para aumento de capital. Nesta operação, a empresa encarrega um intermediário financeiro que será responsável por sua colocação no mercado.
Adicionado por: Marcos Moore
É o valor de um título na data de seu vencimento. O preço de um título varia com o tempo, no entanto, na data de vencimento, deve ser pago o valor de face ao portador do título. O valor de face é utilizado no cálculo do pagamento de juros. Exemplo: se o valor de face for $1.000 e os juros forem de 10%, o pagamento será de $100.
Adicionado por: Marcos Moore
São títulos, ou documentos, lançados no mercado financeiro por companhias de capital aberto para que os investidores possam aplicar recursos na empresa. Os principais valores mobiliários são ações, debêntures ou certificados, mas existem outras modalidades como notas comerciais, contratos futuros, títulos de dívida pública e etc.
Adicionado por: Marcos Moore
Indicador de risco que mostra, através de dados históricos, a pior perda esperada para uma carteira de ativos, com um determinado intervalo de confiança, em condições normais de mercado.


Um VaR de 7% significa que a perda máxima a qual se está exposto é de 7%. Pode ser demonstrado em valores diários ou anuais.

Adicionado por: Marcos Moore
Indicador de risco que mostra, através de dados históricos, a pior perda esperada para uma carteira de ativos, com um determinado intervalo de confiança, em condições normais de mercado.


Um VaR de 7% significa que a perda máxima a qual se está exposto é de 7%. Pode ser demonstrado em valores diários ou anuais.

Adicionado por: Marcos Moore
Venda de um título que o vendedor não possui em custódia, feita com o objetivo de lucrar com a queda do preço. Para permanecer vendido em uma ação por mais de um dia é necessário alugar as ações para entregá-las ao comprador.
Adicionado por: Marcos Moore
É uma prática financeira que consiste na venda de um ativo financeiro ou derivativo que não se possui, esperando que seu preço caia para então comprá-lo de volta e lucrar na transação com a diferença. Embora ainda pouco usada pela maioria das pessoas, é uma prática tradicional de se operar/especular nos mercados financeiros para se tentar ganhar dinheiro em épocas de baixa, com a desvalorização e quedas de preço das ações, ou outros ativos.
Adicionado por: Caio Sasaki
Termo do mercado que indica um investidor que assume posição vendedora em determinada ação ou moeda, pois aposta na desvalorização. No caso de ações, esse investidor, que não possui a ação, a aluga de proprietários e a vende a descoberto para recomprá-la posteriormente.
Adicionado por: Marcos Moore
Capital utilizado para financiar empresas em estágio inicial de desenvolvimento e que têm altas taxas de crescimento e elevado risco.
Adicionado por: Marcos Moore
É a volatilidade passada calcuada com base em séries históricas. Esta volatilidade ajuda a estimar qual vai ser a volatilidade futura do ativo.
Adicionado por: Marcos Moore
Em ações é a taxa percentual do retorno pago na forma de dividendos sobre ações ordinárias ou preferenciais
Adicionado por: Marcos Moore
No mercado futuro ou à vista, esse jargão se refere ao encerramento de uma posição aberta.
Adicionado por: Marcos Moore