A análise das agressões ao livro de ofertas requer não apenas habilidades para distinguir as informações que passam rapidamente pelo Times & Trades, mas também um bom conhecimento de quem está ali operando.

O mercado não é composto exclusivamente por pessoas físicas. Aliás, elas são a que menos têm influência sobre o movimento dos preços no mercado.

São os grandes Bancos, Fundos de Pensão, investidores internacionais e até mesmo produtores, exportadores e importadores, os responsáveis pelas grandes movimentações do mercado.

Desse fato, é possível deduzir que cada um desses players estará no mercado com um determinado objetivo. Tomemos como exemplo um grande fundo de pensão norte-americano que, após uma reunião entre seus principais membros, decidiu aumentar a sua exposição em ações da Ambev. Digamos que ele tenha que incorporar mais 1 milhão de ações daquela empresa em sua carteira.

Convenhamos que não é possível colocar de uma única vez uma ordem de 1 milhão de ações sem causar problemas no mercado. Certamente, isso acionaria o mecanismo de Circuit Break, o que atrapalharia os negócios dos demais players.

Então, o que o comprador faz é distribuir suas agressões de compra ao longo do dia – ou dos dias – e ele o fará de tal forma que seu preço médio de compra fique próximo a um patamar aceitável. Afinal, ele não pode pagar muito caro por esse novo ativo.

Como os players são identificados no Times & Trades, será possível acompanhar o desenvolvimento de sua estratégia de compra ao longo do dia.

No entanto, não só aquele player está comprando ABEV3. Diversos outros players também têm interesse em comprar e vender esse ativo. É a junção das ordens de compra e venda dos diversos players que fará o preço se mover. Eles distribuirão sua negociação em pequenos lotes ao longo do dia ou, até mesmo, da semana, caso o lote seja muito grande.

Além dos grandes players, você encontrará também os formadores de mercado ou Market Makers. Eles são os responsáveis em conferir liquidez ao mercado. Cada ativo tem seu Market Maker. Alguns são apenas robôs comprando e vendendo para eles mesmos. É o caso da UBS que, entre suas funções, está a de promover a liquidez no índice futuro.

Por esses exemplos, é possível perceber que não basta desenvolver a habilidade de visualizar o que está acontecendo no mercado. O trader que opera tape reading tem que saber muito mais além da técnica.

Por isso, convidamos você a conhecer nosso Programa de Treinamento TNT. Ali, você terá contato com tudo o que é necessário para o pleno desenvolvimento de sua profissão.