Nem todas as pessoas sentem-se à vontade com as técnicas de Price Action. Elas dependem do desenvolvimento de habilidades de reconhecimento de padrão visual, o que pode causar, em alguns traders, uma sensação de subjetividade. Afinal, se suporte e resistência são regiões, como definir com precisão absoluta o preço que devemos escolher para entrar em uma operação?

Foi justamente para diminuir essa sensação de subjetividade que os indicadores de análise técnica vieram em auxílio àqueles que buscam maior precisão nas indicações de entrada e saída das operações. O ponto onde duas médias móveis se cruzam é bem específico, assim como o momento em que um HiLo muda de cor, o que quase elimina a subjetividade na interpretação do movimento dos preços.

Em termos psicológicos, isso oferece um aumento de segurança ao trader, que terá visualmente a informação do ponto preciso onde deverá entrar e sair de uma operação.

Todo e qualquer indicador, para existir, precisa de dados. E os dados partem invariavelmente dos movimentos dos preços no mercado. Para se construir uma média, é necessário que alguns candles já tenham se formado. Assim, uma média aritmética de 20 períodos, calculada sobre o valor de fechamento dos candles, precisará que existam 20 candles anteriores para que o algoritmo da plataforma gráfica realize uma soma algébrica dos fechamentos e divida por 20.

Da mesma forma, um indicador baseado em volume precisará que tenham existido negociações anteriores para que ele tenha uma base de dados sobre a qual efetuar seus cálculos.

Não é preciso um grande conhecimento em matemática para deduzir que todo e qualquer indicador estará necessariamente atrasado em relação ao preço atual, uma vez que não é possível fazer cálculos sobre um dado que ainda não ocorreu.

No entanto, mesmo atrasados, os indicadores podem ser bastante úteis no trabalho do trader. A objetividade ao mostrar pontos específicos no gráfico pode dar ao trader a segurança para que alcance a relevância estatística que necessita para buscar a consistência.

Além disso, alguns indicadores podem revelar tendência de preços, o que ajuda a aumentar as chances de sucesso nas operações direcionais.

Tomados em seu conjunto, todos os indicadores existentes se prestam a alertar, confirmar ou prever situações de preço e é com base nisso que devemos utilizá-los. Eles serão um poderoso auxiliar em nossa estratégia.

Dependendo da forma como são calculados e combinados, os indicadores podem agrupar-se em categorias distintas. Assim, existem indicadores de tendência, volatilidade, volume, momento e preço médio.

A melhor utilização dos indicadores é quando os combinamos de forma que se confirmem mutuamente. Dessa maneira, utilizar um indicador de cada categoria fará com o que trader possa ser alertado sobre um possível ponto de interesse, ou ainda, possa prever as chances de comportamento futuro do preço

Deve-se evitar a todo custo a utilização concomitante de indicadores de mesma categoria. Utilizar, por exemplo, Bandas de Bollinger junto com o indicador Keltner causará mais confusão do que propriamente trazer uma informação útil ao trader.

Poluir o gráfico com inúmeras médias móveis só contribuirá para trazer insegurança operacional ao trader, que acabará enxergando sinais conflitantes no gráfico.

O mais importante é conhecer os diversos indicadores existentes, avaliar que tipo de informação eles trazem e combinar isso com sua estratégia de trading. Depois, devemos escolher aqueles com os quais nos adaptamos melhor para só então começarmos a utilizá-los em conta demo até nos sentirmos seguros e confortáveis com sua utilização.

Faremos isso até compreendermos tudo o que se pode extrair de cada indicador em todas as situações de trade que enfrentamos. Passada essa etapa, poderemos incorporar em nosso setup aqueles indicadores que melhor respondem aos nossos objetivos.

Isso tudo leva tempo, exige dedicação e paciência. Não basta ver alguém utilizando um indicador e obtendo resultados para que acreditemos estar diante do Santo Graal. Começar a utilizar um indicador sem o estudar e sem compreender suas possibilidades e limites é um caminho bastante rápido e efetivo para perdas financeiras significativas no trading.